Qual sua resolução no hobby para 2014?

Um novo ano comeÇa hoje e, alÉm das tradicionais resoluÇÕes, tais como fazer exercÍcio, fazer dieta, ficar mais tempo com os filhos ou chegar em casa mais cedo, todo modelista sempre tem ao menos uma resoluÇão modelÍstica para tirar da manga do colete.

 

Quando os simples mortais (aqueles que sabem que eu "faÇo um hobby, algo com aviÕezinhos, tipo aeromodelismo") me perguntam como andam as montagens, uma das explicaÇÕes jÁ manjadas que uso É dizer que quando era jovem tinha tempo e não tinha grana; hoje, tenho grana e não tenho tempo.

 

Tal resposta se encaixa como uma luva na minha atual situaÇão. Kit chega, kit sai, mas as montagens estão estagnadas jÁ faz alguns meses, por razÕes que conheÇo bem. CansaÇo, vida corrida, preocupaÇÕes com o trabalho e outras necessidades mais prementes vão fazendo com que a mesa fique parada, os kits abandonados, a espera de um dia serem retomados.

 

Sim, tudo isto É verdade, mas sinto que, no meu caso, falta um pouco de atitude, um pouco mais de garra. Tenho amigos que trabalham em ritmo mais intenso que o meu, com obrigaÇÕes familiares mais intensas, sem falar em outros perrengues que a vida traz e estão aÍ, produzindo belos kits.

 

Então, minha resoluÇÕes modelÍstica para 2014 É retomar as montagens, finalizando alguns dos kits que esperam sua conclusão em minha bancada. Hoje, quando chegar em Sampa apÓs passar o final de ano no interior, vou dar aquela limpada na bancada, organizarei kits, ferramentas, tintas e outros acessÓrios, escolherei duas ou trÊs vÍtimas para iniciar o processo e estabelecerei uma rotina de montagem. Um pouco por dia, todo dia, se possÍvel, e creio que conseguirei obter sucesso na minha resoluÇão. Se der certo, o resultado estarÁ nas mesas dos eventos e nos meus albuns da Webkits e do Facebook.

 

E vocÊ, qual sua resoluÇão para 2014?

 

Rio Claro, 01 de janeiro de 2014.

Incluir Comment

Comentários (63)

Newest · Oldest · Popular

Companheiros, tenho também uma família, e como todo pai quer o melhor para todos, na minha situação de modelista estou confortável, minha esposa acha legal o que faço e minha filha opina sobre as pinturas e desgastes, dizendo como ela gostaria de ver o kit completado, ou seja tá todo mundo no mesmo barco, e de uma forma muito inusitada, todos contentes. Também tenho os meus passeios com eles pois tudo não acaba na bancada, e levamos a vida numa boa é uma cidade tranquila. Assim a minha resolução para o ano de 2014 é viver a vida, montar o que der e sonhar com os próximos.

Rubens

Olá Rodrigo.
Concordo plenamente com o que você falou, acho que muitas vezes acabamos por dar maior valor para algumas coisas do que a família. Não por ser o modelismo algo ruim mas, em determinados momentos nos emocionamos com o local, por agregar amizades e outras coisas,inclusive stress por algo que deveria ser prazeroso. Você esta completamente certo em colocar sua família em primeiro lugar. Quase deixo escapar a minha. Ainda monto meus kits tenho prazer nisso mas sem paranoias.
Grande abraço e sucesso.
Oiginally Posted by RodrigoBM:

Não posso chamar de "minhas resoluções", pois não as decidi, elas foram tomando forma naturalmente em 2013.

 

Confesso que comecei a ficar um pouco farto de encontros e reuniões de modelismo (associadas ao pouco tempo que tenho, faculdade, serviço e problemas familiares). Comecei a não ir mais. Comecei a montar menos kits (há vida fora da bancada). Ao invés de passar uma tarde tentando acertar uma cor, ou representar um desgaste real em um kit, resolvi pegar a família e sair pra passear. Reduzi as horas de modelismo. Enchi o saco das paranóias que estava assumindo pra mim mesmo. Enchi o saco de kits bem feitos como argumento pra vida vazia. Quero diversão, e não estava tendo nem ao montar, nem ao conviver no meio, intensamente. 

 

Acho que não é resolução, só dei outro foco pra vida.

 

 

 

Originally Posted by guacyr:

Comigo não, eu quero ver o colorido de uma montueira de caixas na prateleira, feito loja e ficar babando, um dia monto isto tudo!

Caro Guacyr... a verdade é mesmo libertadora. Mas nem todos tem essa coragem de admitir. Eu também adoro ficar olhando para as caixas e imaginando: qual será o próximo ?

Originally Posted by JCFerreira:

Nota: Quem tem me incentivado e ajudado na prática a ajeitar os expositores e a mesa de trabalho é minha namorada, que não conhece bem os temas, nem sabe fazer mais adora as miniaturas e quer que eu monte e exponha o máximo que puder. É, existe mulher assim... achei uma.

Eu também achei uma, José Carlos!!
Depois de passar por 3 casamentos, onde nenhuma das esposas sequer queria ouvir falar em plasti, estou há 5 anos com a mesma namorada e foi ela que me incentivou a voltar a dar andamento nas montagens. Expor, eu não exponho mesmo, mas pelo menos as coisas estão caminhando!!

 

Abraços,

 

Mauricio

Minhas "resoluções" nao são novas, são a continuação do que vinha fazendo, e são simples e variações do que foi dito; a causa da estagnação foi menos falta de tempo, e mais a falta das instalações de montagem e exposição devido a subsequentes mudanças de endereço; assim, as "resoluções" na verdade são a continuação do que já venho pondo em prática desde 2012, e são, pela ordem:

 

a) Providenciar, instalar e/ou adaptar (em casa) moveis e expositores para abrigar e expor com segurança fisica, as miniaturas já montadas que ainda estão em bom estado, e que estiveram até agora guardadas em caixas; alem de com isso fazer espaço para as miniaturas que vão ser recuperadas de danos de mudança/encaixotamento, e/ou finalizadas. Isso antes de começar novas montagens, de preferencia.

Resultados já obtidos: 1 cristaleira com 96 kits de aviões, 2 quadros de parede com miniaturas de veiculos militares e carros civis.

Em andamento: adaptação/fechamento com vidro e espelhos de uma estante para abrigar mais kits de tipos diversos.

 

b) Adaptar e desimpedir o local de trabalho/mesa, que ainda está indisponivel para trabalhos, permitindo a recuperação/finalização de kits danificados ou ainda na fase final de conclusão. Modelismo com local de trabalho nômade, não dá certo.

 

Basicamente é isso. Nota: Quem tem me incentivado e ajudado na prática a ajeitar os expositores e a mesa de trabalho é minha namorada, que não conhece bem os temas, nem sabe fazer mais adora as miniaturas e quer que eu monte e exponha o máximo que puder. É, existe mulher assim... achei uma.

Que em 2014 nós plastimodelistas, através das vias legais nos unamos para propor aliquota de importação ZERO, pois kit não é brinquedo, não é superfluo e sim um meio que une a cultura, educação e ao mesmo desenvolve a psicomotricidade e a atenção das pessoas. Quanta gente se queixa da falta de atenção, ou vem com a frase "eu não tenho jeito para isso", num kit vc encontra a melhor forma lúdica para o desenvolvimento humano.

Outra coisa porque não trazemos uma REVELL, Airfix e outras para o Brasil, precisamos defender que aquilo o que fazemos de melhor que é a arte do plastimodelismo  precisa ser entendido como uma "ferramenta" para o desenvolvimento das pessoas.

 

Esse é o recado para 2014  !!!

A ideia para este novo ano é testar novas técnicas aprendidas recentemente e aprimorar as antigas.

Estou iniciando na montagem de caminhões, comprei um kit da antiga kiko e parcialmente iniciado. Para testar o gosto acho que valeu a pena.

Como Gosto de Goiabas, o hobby é bem mais fácil e prazeroso.. Me divirto cortando e refazendo os kits.  

 

Bela mensagem Sheriff!

 

Minha resolução é fazer o que der na telha.

Só quero manter o compromisso de comprar o mínimo. Kits top de linha? Há 15 anos eram esses que vocês estão vendendo agora. Como tenho insistido com amigos boxmodelistas (viu BoxM@n?), pouca coisa supera a satisfação de terminar um kit bem feito. Bem feito não quer dizer 'perfeito', mas terminar por terminar me dá pessoalmente uma sensação de tempo perdido. Convenhamos, um bom kit Hasegawa 'antigo' bem feito é mais que suficiente pra encher qualquer modelista de orgulho. Mas também esgotei minha cota de goiabas...

Ah, e quero me reunir mais ainda com modelistas, porque reunião de modelistas não é necessariamente de modelismo, mas de amigos.

 

Que todos vocês tenham um 2014 igual ou melhor do que escreveram aí em cima.

Rato Marczak

www.ratomodeling.com

 

Saudações...! Puxa tô gostando de acompanhar!

 

Gurizada...! Troca é um meio de combater a compra compulsiva e até boxmodelismo ...Até peço desculpas se enchi o saco de alguém, quando se interessaram pela compra de algum item em alguns de meus tópicos. A ação de troca provoca a mesma consequência de 'enfiar a mão no bolso' p/ comprar...Tu precisa abrir mão de algo, desapegar...A parte boa que não mexe no 'caixa da casa'!

Vender as obras é uma baita sacada!

Abc

Minha resolução básica para esse ano é aumentar a produção. Tenho mais de 150 kits na fila... a minha primeira resolução séria foi a de não comprar mais kits, que venho cumprindo relativamente bem. Mesmo assim, sei que a "pilha" vai aumentar pelo menos um por ano, no meu aniversário (e nunca é só um ... obrigado, amigos  !). Adicionalmente, venho trabalhando num expositor para colocar os pouquíssimos montados, que pretendo operacionalizar esse ano.

 

Que todos consigamos honrar nossas resoluções. Feliz 2014 para todos !

 

Abraço do Jet 

  Pois é, esse negócio de Clube estou fora faz tempo... não tinha mais prazer nisso! Minhas "reuniões" são com um pequeno grupo de amigos, na casa de um deles, justamente para bater papo, ver novidades de cada um (montadas ou não), fuçar o armário de um deles e quase "extorquir" o kit do infeliz... só não dá para beber pois tem a Lei Seca!!! rsrsrsrsr Mas isso é, no máximo, 1 vez por mês. De resto são os papos "virtuais" com os amigos de juventude, hoje distantes, como o Pierre, Fábio Duarte e o Giordano e os amigos "já virtuais" que tenho.

 

  Admiro quem pega uma "goiaba" e faz um brilhante trabalho, mas não tenho tempo nem mais saco para isso... e nem por isso deixo de me considerar modelista! Gosto sim, e quero muito, Tamygawas da vida pois economizam muito minha paciência e tempo... rsrsrsrsrs.

 

  Concursos, parei também! O nível hoje em dia é bastante alto e fazer um modelo para colocar em um concurso (claro que quem compete quer ganhar algo! Não me venham dizer o contrário) e ter alguma chance vai me demandar um tempo considerável e não quero trocar meus passeios com minha esposa para isso... Tem gente que monta rápido e naturalmente faz um trabalho magnífico, como tem muitos aqui, mas não é meu caso. Para fazer um bom assim demoro mais que o normal.

 

  Mesmo "pegando poeira" não me desfaço mais dos meus kits. Já vendi alguns quando precisei e corri igual maluco para recuperá-los (nem todos consegui). Então, pode parecer egoísmo ou materialismo, mas não passo nenhum deles mais.... rsrsrs.

 

  Ter como "segundo hobby" o "Boxmodelismo" virou consequência mas, sem neura alguma, quando desisto de montar um determinado kit, passo.

 

  Por fim, passear por aqui, ver boas montagens, trocar idéias em alguns posts, manter algumas boas amizades que fiz aqui mesmo e até postar minhas tentativas de montagem é algo prazeroso para mim.

 

  Um abraço a todos e que post bem legal este heim Xerife!

  Claudio 

Eu vou perseverar no "modelismo enxuto".

 

A meta é não ter estoque de nada (kit, tinta, lixa, cacarecos...). Para isso, vender o que não vou montar em horizonte próximo e somente adquirir o que for montar e quando for montar.

E chega de goiaba. Kit bom custa caro, mas monta bem e fica bonito.

Aftermakets tenderão a zero.

Vou eleger 1 mega-kit e nele sim vou colocar tudo que tem direito. O resto, direto da caixa.

 

Abs e bom 2014

Lendo ai o que o Rodrigo e o Manuel escreveram concordo plenamente em dar prioridade para a família. O que eu faço é montar de manha cedo quando todos ainda estão dormindo ou no banho, num ritmo de 30 à 45 minutos por dia.

Reuniões uma vez por mês a noite apenas,  mas não em clube e sim com um grupo de amigos e modelistas, mais pra dar risadas e mostrar algum kit que chegou ou algum avanço em uma montagem.

Que o hobby continue assim devagar e sempre

Abs Pierre.

Muito boa , mas acho que para o nosso Hobby ainda esta faltando mais um algo mais aqui no brasil.

Como hobbystas nos compramos os kits e acessorios nas lojas especializadas , usamos nossa imaginação para dar vida aos nossos modelos , pesquisamos , discutimos , e finalmente temos uma obra pronta para participarmos dos nossos eventos .

Bem ganhamos premios , medalhas e para não esquecermos , despesas.

Depois de um certo tempo este modelo ou vai para uma caixa , ou fica abandonado em uma estante sujeito a ação do tempo e mãos das faxinheiras. Sinto muito mas esta é a pura realidade.

Nós em nosso Hobby não temos um museu que possa guarda nossa obras de arte, muito menos lojas especializadas que possam vende-las.

Nosso Hobby é uma arte que poucos coseguem produzilas , mais muitos desejam telas.

Minha sugestam em 2014 e que possamos criar em 2014 varias lojas fisicas ou virtuais onde poderemos vender ou comprar kits montados para a conumidade em geral.

Lembren-se estaremos vendendo artes , assim como quadros , chicaras pintadas , artezanato.

Parem , pensem , e se acharem que estou correto, divulguem esta ideia,

aqui no Brasil, pois isto já existe lá fora.

A todos um feliz 2014

Atenciosamente,

Pardal (do GPBH )

Mauricio e Henriques;

 

Eu pretendo continuar indo às reuniões, mas em um ritmo menor. Vou tb ao GPC esse ano, creio, ou ao GPPSD, IPMS SM... Em um deles ou dois, eu vou.

 

O grupo que eu participo aqui na cidade é legal, mas tem uma hora que eu não tenho mais aquela vontade toda de passar uma tarde montando. Eu tenho mais uma porção de coisas pra fazer e dedicar à cada 15 dias um dia inteiro pra isso é tempo demais. É coisa para umas duas ou três horas por semana e somente quando não puder estar com as crias e a patroa. Eles sempre foram prioridade, mas agora são mais ainda. Quero acompanhar tudo. Esse tempo não vai voltar.

 

Tenho amigos de infância, aqueles que conheci com 5 ou 6 anos. São meus amigos até hoje, aos 41 anos. Os filhos deles são amigos dos meus, é que nem família. Quando estamos juntos é muita zoeira e risada, que é o que eu gosto.

Originally Posted by RodrigoBM:
Originally Posted by RodrigoBM:

Não posso chamar de "minhas resoluções", pois não as decidi, elas foram tomando forma naturalmente em 2013.

 

Confesso que comecei a ficar um pouco farto de encontros e reuniões de modelismo (associadas ao pouco tempo que tenho, faculdade, serviço e problemas familiares). Comecei a não ir mais. Comecei a montar menos kits (há vida fora da bancada). Ao invés de passar uma tarde tentando acertar uma cor, ou representar um desgaste real em um kit, resolvi pegar a família e sair pra passear. Reduzi as horas de modelismo. Enchi o saco das paranóias que estava assumindo pra mim mesmo. Enchi o saco de kits bem feitos como argumento pra vida vazia. Quero diversão, e não estava tendo nem ao montar, nem ao conviver no meio, intensamente. 

 

Acho que não é resolução, só dei outro foco pra vida.

 

 

Agora, se existe uma resolução e que também já é realidade: Não compro mais kits que não sejam ótimos ou quase perfeitos. Meu dinheiro não é capim e dane-se o papo de que modelista bom precisa de desafio. Já os tenho diariamente no trampo e ao cuidar dos filhos.

Rodrigo em relação a questão: Família versus Hobby eu sempre priorizei a família. Meus filhos do meu primeiro relacionamento estão hoje com 21 (filho) e 17 (filha) e curtir o crescimento deles foi sempre minha prioridade número um. Eu sempre ia para a bancada montar quando a mãe deles e eles já estavam dormindo e conseguia montar em um ritmo muito bom. Estou em um segundo relacionamente e com meu terceiro filho que está com oito meses e continuo agindo da mesma forma: Prioridade total para ele e a minha esposa e montagens a noite ou nos fins de semana quando eles não estão aqui (foram, por exemplo, para a casa dos meus sogros passar o dia).

Quando as reuniões de modelísmo, eu tenho ido muito pouco nos últimos três anos contudo, eu tenho um grupo de amigos que são plastimodelístas e vira e mexe nos reunimos em alguma sexta-feira ou sábado a noite para compartilhar um churrasquinho, tomar umas cervas e colocar o papo em dia, o curioso é que kits e afins não é o assunto principal das conversas... ficamos é sacaneando uns aos outros e rindo de montão - é ótimo para aliviar o stress e encarar a luta diária com mais leveza.   

Em relação a comprar kits ótimos ou quase perfeitos, concordo em gênero, número e grau!!! (com raríssimas exceções...).

Não tenho tempo e nem saco para ficar consertando uma pá de coisas erradas nos kits goiabas... Ao invés de gastar um tempão consertando um kit meia-boca prefiro montar três top de linha!

 

 

 

Abs - Manoel Henriques

Originally Posted by RodrigoBM:

Confesso que comecei a ficar um pouco farto de encontros e reuniões de modelismo (associadas ao pouco tempo que tenho, faculdade, serviço e problemas familiares). Comecei a não ir mais. Comecei a montar menos kits (há vida fora da bancada). Ao invés de passar uma tarde tentando acertar uma cor, ou representar um desgaste real em um kit, resolvi pegar a família e sair pra passear. Reduzi as horas de modelismo. Enchi o saco das paranóias que estava assumindo pra mim mesmo. Enchi o saco de kits bem feitos como argumento pra vida vazia. Quero diversão, e não estava tendo nem ao montar, nem ao conviver no meio, intensamente. 

 

Acho que não é resolução, só dei outro foco pra vida.

 

 

Essa quanto aos "encontros e reuniões de modelismo" eu já tomei há alguns anos e absolutamente não me arrependo!!

 

Abraços,

 

Mauricio

Originally Posted by RodrigoBM:

Não posso chamar de "minhas resoluções", pois não as decidi, elas foram tomando forma naturalmente em 2013.

 

Confesso que comecei a ficar um pouco farto de encontros e reuniões de modelismo (associadas ao pouco tempo que tenho, faculdade, serviço e problemas familiares). Comecei a não ir mais. Comecei a montar menos kits (há vida fora da bancada). Ao invés de passar uma tarde tentando acertar uma cor, ou representar um desgaste real em um kit, resolvi pegar a família e sair pra passear. Reduzi as horas de modelismo. Enchi o saco das paranóias que estava assumindo pra mim mesmo. Enchi o saco de kits bem feitos como argumento pra vida vazia. Quero diversão, e não estava tendo nem ao montar, nem ao conviver no meio, intensamente. 

 

Acho que não é resolução, só dei outro foco pra vida.

 

 

Agora, se existe uma resolução e que também já é realidade: Não compro mais kits que não sejam ótimos ou quase perfeitos. Meu dinheiro não é capim e dane-se o papo de que modelista bom precisa de desafio. Já os tenho diariamente no trampo e ao cuidar dos filhos.

Não posso chamar de "minhas resoluções", pois não as decidi, elas foram tomando forma naturalmente em 2013.

 

Confesso que comecei a ficar um pouco farto de encontros e reuniões de modelismo (associadas ao pouco tempo que tenho, faculdade, serviço e problemas familiares). Comecei a não ir mais. Comecei a montar menos kits (há vida fora da bancada). Ao invés de passar uma tarde tentando acertar uma cor, ou representar um desgaste real em um kit, resolvi pegar a família e sair pra passear. Reduzi as horas de modelismo. Enchi o saco das paranóias que estava assumindo pra mim mesmo. Enchi o saco de kits bem feitos como argumento pra vida vazia. Quero diversão, e não estava tendo nem ao montar, nem ao conviver no meio, intensamente. 

 

Acho que não é resolução, só dei outro foco pra vida.

 

 

1 - Eu não pretendo parar de comprar kits em 2014, para mim é parte importante e prazeirosa do hobby.

 

2 - Tenho como objetivo vender cerca de 1/3 dos kits que tenho na escala 1/48 pois estou comprando seus correspondentes na 1/32 e também vender parte dos kits de militaria 1/35 mais antigos pois comprei moldes novos e mais precisos.

 

3 -  Pretendo estabelecer uma rotina de montagens - Montar pelo menos três dias ao longo da semana e por pelo menos uma hora em cada montagem (já fiz isso no passado e deu muito certo)

 

4 - Construir uma bancada portátil e móvel  em MDF do tipo que ví em alguns tópicos da WK pois moro em apartamento e não tenho como "separar" um quarto para servir de ateliê e ficar montando e desmontando  "o circo"  é floridis e aproveitar para mandar fazer um expositor em madeira e vidro e que tenha chave.

 

5 - Terminar de montar pelo menos 50% dos kits já iniciados em anos anteriores ao longo de 2014.

 

 

Abs - Manoel Henriques

Bom, acho que todo mundo disse um pouco do que eu ia dizer. Mas, posso resumir tudo em:
1) Comprar menos kits do que posso montar em 2014. Tenho 55 kits "na fila" e 5 já encomendados no Brasil e no exterior que devem chegar a qualquer momento, entre hoje e fevereiro. Fora acessórios, como set de resina...
2) Limpar a bancada: estou entrando de férias hoje e quer terminar os oito kits iniciados antes do final do mês...

3) Voltar a caminhar e retomar a dieta. Preciso perder ao menos 12 kg!

Basicamente, é isso! 

Quero continuar construindo carros de corrida vintage, totalmente de sucata, planos para 2014- o primeiro Marmon que correu a Indy e A bugaty da Hellenyce nos anos 30. só isso 6 m de construção para cada um.

Originally Posted by paulors:

 

Outra coisa - estabelecer um limite para pesquisa e detalhes. Não vou perder dias procurando o número exato de rebites ou de escotilhas, quebrar a cabeça para determinar a cor da terra no sul na Ucrânia no verão de 1941 ou coisas do tipo. Montar corretamente, sem exageros.

 

...

 

E o mais importante - estamos falando de um hobby, coisa que supostamente serviria para preencher as horas vagas e de lazer.

 

 

Boa decisão, Paulo!!

Xerife,

 

Excelente mensagem.

 

As minhas resoluções para 2014 são as mesmas de 2013. Evitar comprar novos kits e montar o que tenho guardado, consumindo a minha verba para o hobby com acessórios para detalhamento, tintas, referências e outras miudezas. Em suma, montar bem o que tenho guardado.

 

Outra coisa - estabelecer um limite para pesquisa e detalhes. Não vou perder dias procurando o número exato de rebites ou de escotilhas, quebrar a cabeça para determinar a cor da terra no sul na Ucrânia no verão de 1941 ou coisas do tipo. Montar corretamente, sem exageros.

 

Como mencionado acima, disciplina e organização são essenciais. Eu não começo um projeto antes de terminar o anterior. E não boto no prato mais do que eu consiga comer e na boca mais do que eu consiga mastigar.

 

E o mais importante - estamos falando de um hobby, coisa que supostamente serviria para preencher as horas vagas e de lazer.

 

 

Ola a todos. Minha meta para 2014 é vender os kits de militaria. Pois está ficando complicado enxergar, 2013 passei por uma cirurgia de correção visual devido ao Glaucoma e a coisa não foi como o esperado, ou seja estou ficando com a visão um pouco lenta e o aconselhamento do meu Oftalmo é parar de vez com peças muito pequenas. Mas vamos ver. Quem manda é DEUS. Um feliz ano novo para todos. Abs.

 Feliz 2014 a todos!

 

 Olha, claro que não deveria, mas me sinto menos mal em ver que o que acontece comigo e, muito bem relatado, com o Xerife é comum a muito mais pessoas.

 

  Hoje posso me dar ao luxo de comprar os kits e materiais que quero, fiz um "escritório" com vitrine do jeito que queria, tenho espaço para pintura mas... falta "tempo" e até vontade de montar! Em toda minha vida de modelista "sério" consegui terminar 26... SIM VINTE E SEIS kits 1/72!!!!!!! (Tenho 42 anos) e isso me frustra um bocado..... Neste meio tempo passei a guardar material sobre Forças Aéreas Latinoamericanas e ajudar na confecção de decais de fabricantes estrangeiros, informações para historiadores e até em livros. Hj tenho contato com muita gente em vários Países e, claro, isso "rouba" tempo dos modelos também. Tenho concluído um ou, no máximo, dois modelos por ano e quando olho o que tenho (mais de 80) e o que está para sair que me agrada (uns 15) logo vejo que "não vai dar"! rsrsrs

 

  Não vou me arriscar a colocar como "resolução" pois me conheço, vou acabar não cumprindo... mas vou tentar ficar menos tempo no computador e nas pesquisas e mais nos kits. Estou com um A-37 quase terminado há quase 3 MESES e um F-16 recentemente iniciado e vou tentar termina-los até o final de Janeiro... bom, é isso!

 

  Um abraço a todos,

  Claudio Moura 

Feliz Ano Novo, pessoal !!

 

Valeu pela iniciativa Xerife, acho importante sempre termos planos e anseios em nossas vidas, e mesmo quem teve um bom ano modelistico, sempre há alguma coisa que podemos melhorar.

No meu caso não me posso queixar do ano 2013, pois foi bom em aspectos familiares e trabalho, mas no hobby não foi bom, comecei só dois jatos 1/72 que não terminei. Fiquei muito frustrado com isso pois já são 13 anos que não termino nemhum kit !!! mas não desistí, decidi mudar de escala para jatos 1/48, para ver se esses bonitos kits novos que estão aparecendo no mercado me dão uma motivação para concluir algum kit.   

Assim, minhas resoluções modelisticas para o 2014 são:

- Participar de todos os GBs onde possa montar jatos e terminar pelo menos 1 kit por GB. O primeiro ja será um Mig 1/48 no GB anual.

- Montar uma bancada de trabalho fixa, pois uma coisa que me faz parar é ter que montar e desmontar a "bancada" na cozinha de casa todo dia que for trabalhar no kit.  

 

Abs.

Talvez eu seja um dos poucos que ,além de estocar kits, REALMENTE MONTA KITS !!!

 

Monto cerca de 30 a 40 kits  de aviões civis 1/144 por ano.

 

Trabalho MUITO, faço ginastica , faço dieta - meu hobby É MONTAR kits.

 

Não sou nerd !!!

Sidy e amigos, um feliz 2014 a todos... 

 

Bom, já me desfiz de praticamente toda coleção de caças 1/48.

Iniciei uma nova, com caças 1/32 da Wingnut Wings e já parei de comprar. 

 

Pretendo em 2014 terminar as encomendas e retomar minhas montagens. Tempo eu tenho bastante, não posso me queixar... 

 

Meu projeto do coração, além dos WW I, é montar meu submarino alemão na 1/72 com uma lateral aberta usando todos os sets da CMK e ainda fazendo mais duas sessões em scratch. 

 

Vamos ver se consigo... 

 

Abraços,

Em 2013, eu voltei a montar, depois de vários anos somente comprando e guardando kits (poucos, por sinal).

Concluí duas montagens (BF-109E 1/72 Acidentado e Convés de voo do CV-6 1/700)e deixei duas inacabadas (Primeiro diorama 1/72, usando um ME-262 noturno, como figura principal e mais um Acidentado, dessa vez, um Spitfire MK.16 1/72).
Para 2014, de imediato, sei que tenho pela frente, um Yak-3 1/72(para um GM iniciado agora em Janeiro),um Zero 1/72 e um convés de voo de algum porta aviões Japonês 1/72 (para outro GM que iniciará em Março), e finalmente, meu primeiro Helicóptero, um SA 330 Puma 1/72 que montarei nas cores do 3º/8º GAV.
Possivelmente, aparecerá algum outro projeto, ao longo do ano, mas por hora, isso já trabalho suficiente para um 2014 repleto de diversão

Feliz novo ano para todos.
Abraços

Vou começar o ano comprando um aerógrafo novo ( gatti ), ja mandei fazer algumas tintas ( automotivas ) e tambem comprar se puder um kit por mes ( de militaria ) . Desejo a todos os modelistas que apreciam esse hoby um ótimo 2014 cheio de kits montados ou que pelo menos possam dar continuidade a isso, e que DEUS derrame as suas bençãos sobre todos nós nesse ano.

abraços

Luiz Feco

Originally Posted by Mauricio:
Originally Posted by Sidney:

 

Tal resposta se encaixa como uma luva na minha atual situação. Kit chega, kit sai, mas as montagens estão estagnadas já faz alguns meses, por razões que conheço bem. Cansaço, vida corrida, preocupações com o trabalho e outras necessidades mais prementes vão fazendo com que a mesa fique parada, os kits abandonados, a espera de um dia serem retomados.

 

Sim, tudo isto é verdade, mas sinto que, no meu caso, falta um pouco de atitude, um pouco mais de garra. Tenho amigos que trabalham em ritmo mais intenso que o meu, com obrigações familiares mais intensas, sem falar em outros perrengues que a vida traz e estão aí, produzindo belos kits.

 

 

Xerife, antes de de mais nada, um Feliz Ano Novo para você!

 

Esses dois parágrafos também traduziram a minha situação.
Espero poder mudar isso em 2014, sendo que tenho que esperar que meu braço bom, o esquerdo, se recupere de um acidente e que eu possa voltar a segurar uma pinça com precisão!
Vamos ver no meio do ano se eu vou ter conseguido montar pelo menos um kit, um P-36 que jaz há quase 6 meses na bancada, progredindo em velocidade de tartaruga!!

 

Um grande abraço, e Feliz 2014 a todos!!

 

Mauricio

 

×
×
×
×