Resposta to "Chegaram os Russos - Rússia anuncia data do primeiro voo de "cisne branco" modernizado"

Um dos mais recentes caças T-50 russos revelou uma nova camuflagem nunca antes vista. De acordo com as fotos divulgadas nas redes sociais russas, se trata da variante de uma camuflagem "digital" com pixels.

A aeronave que exibiu a nova camuflagem é o nono T-50 do lote de ensaio. Especificamente, este aparelho porta todos os equipamentos previstos durante a fase de projeto e é capaz de ir armado, o que o aproxima ao máximo à última versão, que é a que será produzida em série.

Os ensaios foram realizados no Extremo Oriente russo, na cidade de Komsomolsk, no final de abril, mas só dia 12/05 apareceram as fotos na comunidade Milinfolive na rede social russa VKontakte.

Alguns usuários e especialistas militares defendiam que a camuflagem da aeronave — uma mistura entre o "digital" e o "ártico" — parece ter sido adaptada para o Extremo Norte russo, onde, supostamente, são realizados brevemente os voos de teste do aparelho.

O T-50 é o caça de quinta geração de fabricação russa. A primeira unidade levantou voo pela primeira vez em 2010. Atualmente, a aeronave está finalizando a fase de testes antes de entrar na fase de produção em série. Estima-se que o novo caça se juntará às Forças Armadas da Rússia entre 2018 e 2020.

O avião, criado pela Sukhoi, reúne uma variedade de tecnologias avançadas. Além disso, algumas das caraterísticas desenvolvidas para os T-50 foram adotadas pelos caças de gerações anteriores, como o Su-35 e o Su-30SM.

O projeto do T-50 deverá ser a base tecnológica dos aviões da próxima geração, a sexta, em particular no que diz respeito ao voo não tripulado, uso de mísseis modernos e à capacidade de "supercruzeiro", ou seja, o voo supersônico sem uso de pós-combustão.




×
×
×
×