Construindo um compressor caseiro

Roland posted:

Rubens,

Alterações interessantes a fazer em seu projeto:

- Direcione o dreno para um local de facil e confortável acesso
- Coloque um filtro com regulador de pressão na saída do reeservatório
- Coloque um filtro de ar na entrada do motor que vc instalará
- Opte por um motor de 1/3 de hp, no mínimo!!
- Não instale a válvula de segurança como dreno ou na parte baixa do reservatório.
- Provavelmente vc será obrigado a continuar a usar a válvula de alívio pois, seu motor de geladeira não virá com "ajuste".
- Teste a válvula de segurança para ter certeza que ela abra no momento conforme a especificação, 135 psi. Atente para o detalhe que o copo, feito de policarbonato, dos filtros reguladores não suportam mais que 150 psi de pressão.

Abração!!

Vinicius Roland

Vinicius, valeu pelas dicas já anotei em separado para quando for fazer a montagem acompanhar o que foi dito. Muito obrigado!!!

Abs.

lembrei um detalhje, quando pegou fogo no rele do meu compressor logo depois que comprei ele mais que um ano atras, o tecnico trocou o rele e tal e tirou o capacitor que veio junto e disse que esse compressor nao usa capacitor.
olhando as especificacoes dos motores nos fabricantes, a maioria nao usa capacitor permanente.

Afinal, precisa ou nao capacitor? se sim, qual coloca, quantos mF?

 meus dois tostões:

"....O capacitor auxilia a partida de um motor monofásico da seguinte forma; Ele cria uma diferença de fase que se torna necessária entre os campos magnéticos auxiliando no torque de partida do motor°..."

        

          Me admira o fato desse compressor usar capacitor? já vi vários compressores de geladeira  1/8  1/6  1/5 1/4 1/3 e nunca vi um deles com capacitor!

          Tenho 3 no meu sistema que também não usam. capacitor em geral é usado em compressor/motores de maior potência.

Marcelo nascimento posted:

 meus dois tostões:

"....O capacitor auxilia a partida de um motor monofásico da seguinte forma; Ele cria uma diferença de fase que se torna necessária entre os campos magnéticos auxiliando no torque de partida do motor°..."

        

          Me admira o fato desse compressor usar capacitor? já vi vários compressores de geladeira  1/8  1/6  1/5 1/4 1/3 e nunca vi um deles com capacitor!

          Tenho 3 no meu sistema que também não usam. capacitor em geral é usado em compressor/motores de maior potência.

Isso que eu percebi ao fazer pesquisas. Só vi capacitor em motor acima de 3/4 HP nas especificações dos fabricantes..  Olhei na embraco e Elgin 

Roland, talvez seja a necessidade de um torque em motores recondicionados, já que os motores novos de baixa potencia não usam capacitor, porem também ao que parece ira depender do técnico que executa o serviço no motor. Mas se mal não faz e eu utilizaria o capacitor, talvez dê uma maior vida útil ao motor. Só uma opinião de que acompanha certas montagens por ai.

so que tem dois capacitores, de partida e permanente, fui la o cara me deu um de 124-149 mF... ele da a partida mas esquenta e desarma o rele PTC, antes de chegar em 20 libras, ai so depois que o rele PTC esfria ele liga, testei e nao é o PTC porque tenho 3 faz igual
sem o capacitor fica normal, enche ate 110 libras.

o cara deve ter confundido e me dado um capacitor de partida que é usado para destravar o motor e nao o permanente. vou la ver hoje isto mas creio que o permanente tem uns 35 mF

fui la agora, o cara me mostrou os compressores recondicionados, todos sem capacitor, ele disse que o compressor que eu tenho nao usa capacitor, se usasse nao daria a partida instantaneamente quando eu ligo, ele disse que o meu compressor nao usa capacitor e provavelmente pegou fogo a outra vez no capacitor por causa disto. E que capacitor é so para compressor bem velho ou de maior potencia que demora para dar a partida e ai sim força, se esta dando partida na hora e funcionando perfeitamente e sem esquentar ate o pressostato desligar,  melhor nao mexer.

Me lembrei que antes de pegar fogo uma semana depois que comprei o compressor,  ele "enchia" rapido e agora demora bem mais, como coloquei o manometro do tanque semana passada e fui colocar o capacitor, da pra ver que na verdade ele nao enchia, so desarmava justamente por causa do capacitor que esquentava.

 

 

          Problema resolvido então!  

          Já que me envolvi no assunto, vou dar outra dica a quem possa interessar. 

          eu quando montei minha primeira versão( 1.0 ) do meu sistema (já estou na 3.0) tive muitos problemas com a válvula de alivio de partida( aquela que é acionada quando o pressostato desliga) , eu e muuuuita gente pelo que andei lendo por ai.

         E porque?  simples, o meu sistema não fornecia pressão suficiente para que a maldita válvula fosse acionada pois algumas são muito duras, pois são feitas para trabalharem com sistemas de ar que utilizam motores e não compressores de geladeira de: 1/8 1/6 1/4 etc... que são fracos se comparados a motores de gaiola  e outros; conclusão ele(s) (1 depois 2 ) não conseguiam fazer a válvula fechar ; não produziam ar suficiente pra isso .

          E como essas válvulas de alivio trabalham na posição aberta (para se fecharem com a pressão de ar produzida pelo motor) o ar ficava escapando pela válvula e não enchia o cilindro! a não ser que eu pegasse um pequeno alicate de ponta e puxasse  a válvula mantendo-a assim por alguns segundos ,para dar tempo do sistema se pressurizar, ai sim ela se mantinha fechada, mas quando a pressão caia e o motor religava......, começava o inferno de novo! conclusão: depois de quebrar 2 valvulas tentando  "amacia-las"para que se fecha-se mais fácil  ;acabei desistindo e trabalhando por anos com os motores ligando com o sistema pressurizado ( ligando com 30 e desligando com 90 psi) isso acaba com compressor!!! , faz ele esquentar demais, e almenta a conta de luz! pois o compressor trabalha sempre forçado!  

         Sem contar na parafernália de conexões e outras coisas que tive que comprar para fazer essa ligação!

          Ai quando resolvi fazer um upgrade no meu sistema há um tempo atrás (que agora conta com: 3 compressores pequenos sendo: 2 de 1/8 e 1 de 1/6, cilindro principal de 7 litros, e cilindro auxiliar de 12 ou 13 litros não lembro bem, é um desses de gás refrigerante de ar condicionado, aqueles verdes) tive uma ideia!!

         porque ficar insistindo com essa maldita válvula que da tanto problema? e não só comigo mais com muita gente por ai a fora? pensei, pensei..., e me veio: porque não tirar esse monte de conexões e fazer algo mais simples e que funciona?

         Tirei as conexões, comprei uma válvula unidirecional de 1/4 (pus antes da entrada do cilindro) e antes dela coloquei um T espiga, e em uma das saídas dele meti uma mangueira de 1/4 e na ponta dela adivinhem só? coloquei um bico de câmera de ar de bicicleta! é isso mesmo! foi a melhor idéia que já tive ! da de 10x0 naquela maldita válvula de alivio do pressostato! e porque?

       é simples é que ela ao contrario da válvula do pressostato que funciona na posição aberta (como disse acima) a de bicicleta funciona  na posição fechada!   ai oque fiz , coloquei ela dentro da mangueira de 1/4 com a ponta pra fora é claro né! meti uma braçadeira e coloquei ela exatamente no mesmo lugar que ficava a outra ,ao lado do pressostato. e quando ele atinge a pressão necessária (90 psi, no meu caso) ele desarma e aciona o bico da câmera de ar e alivia o sistema normalmente! e meus motores partem suuuuuuavemente, sem pressão alguma!

      Funciona que é uma maravilha!!!! é claro que tive que fazer uma pequenina alteração naquele suporte que segura a válvula pois a válvula da câmera de ar é ligeiramente mais grossa do que a original  mais é moleza qualquer um pode fazer. e quanto me custou essa maravilha? pouco mais que 20 reais.

          Fica a dica para quem assim como passei, esta passando os diabos com aquela válvula que não fecha!  qualquer duvida estou a disposição! alias eu ia fazer um tutorial sobre essa "manobra" mais fiquei com preguiça! quem sabe eu faça.

          um abraço!

 

Meu caro Marcelo Nascimento, agora vc extrapolou os limites da sã consciência nevrálgica!!

Vc sofreu desnecessariamente, e me desculpe a sinceridade.

Vou tentar explicar...

Esta maldita válvula de alivio já ganhou um artigo aqui na webkits, bastaria vc fazer uma pequena cirurgia retirando a mola que impede o fechamento desta válvula com a parca pressão do motor de geladeira (que de PARCA não tem nada, viu?).
Me abstenho de explicar sobre esta cirurgia pois, ja existe uma discussão bem didática e muito bem explicada.
A mola da válvula de alívio não tem a menor utilidade, portanto, arranque-a!!
Vc verá que seus pobremas acabarão  num instante!!

No meu caso, nem uso mais esta válvula, meus motores não precisam dela, partem com 80 psi, 120 psi (se eu quiser forçar barra para testar a valvula de segurança).

Quando alguém passa necessidade ou ta quase se matando por causa dela, eu ofereço as que não uso! Já vão circuncidada!! Pronta pra uso!!

Roland posted:

Meu caro Marcelo Nascimento, agora vc extrapolou os limites da sã consciência nevrálgica!!

Vc sofreu desnecessariamente, e me desculpe a sinceridade.

Vou tentar explicar...

Esta maldita válvula de alivio já ganhou um artigo aqui na webkits, bastaria vc fazer uma pequena cirurgia retirando a mola que impede o fechamento desta válvula com a parca pressão do motor de geladeira (que de PARCA não tem nada, viu?).
Me abstenho de explicar sobre esta cirurgia pois, ja existe uma discussão bem didática e muito bem explicada.
A mola da válvula de alívio não tem a menor utilidade, portanto, arranque-a!!
Vc verá que seus pobremas acabarão  num instante!!

No meu caso, nem uso mais esta válvula, meus motores não precisam dela, partem com 80 psi, 120 psi (se eu quiser forçar barra para testar a valvula de segurança).

Quando alguém passa necessidade ou ta quase se matando por causa dela, eu ofereço as que não uso! Já vão circuncidada!! Pronta pra uso!!

      

          Um abraço roland!

          Olha amigo, eu conheço o artigo a que você se refere; e sinceramente gostaria muito de saber de que planeta vem essa válvula que é usada no artigo pois tentei retirar a mola também! só tem um problema aquele "anel" interno que segura o conjunto da mola,  quebra  quando você tenta saca-lo (com uma chave ...... com diz no tutorial) passei o diabo para tentar sacar aquele anel pra tirar aquela mola!

          aquela pequena lingueta  quebrou ,( de tanto girar pra um lado e pra outro) e eu tive que cortar aquele anel na porrada !e só assim saiu,  e em dois pedaços. e por dentro  tem aquele conjunto de estrias que travam ele de tal maneira que sinceramente não sei como vocês conseguiram tirar!( com um simples girar de chave de fenda até sentir algo se soltar!) aquilo é colocado por pressão! não sai com aquela facilidade que o tutorial diz! ela não tem um tipo de encaixe .  pelo menos a minha não saiu e ela é idêntica a da foto. e olha que eu tenho uma certa destreza para trabalhos manuais!

          não sei; talvez tenha sido só a minha! mais pelo que vi elas são todas iguais. depois que ela saiu (quebrada) inspecionei cuidadosamente ela pra ver se ela de fato tinha um tipo de encaixe ou qualquer coisa assim; e eu é que tinha dado mancada ; mais não! de fato ela não tem! ela é colocada como se fosse uma bucha, a força! então não sei como ela sai com um giro?

 

          abraço!

que impede o fechamento desta válvula com a parca pressão do motor de geladeira

Apenas para que fique claro o conceito, o problema não é a pressão, mas a vazão.

Quando a válvula esta instalada num compressor de alta vazão, entra pela válvula um volume de ar maior do que ela permite que saia, isso aumenta a pressão dentro dela, vencendo  a força da mola e fechando a válvula.

Compressores de geladeira tem uma vazão muito baixa, assim o volume  ar que entra na válvula é praticamente  igual ao que sai, não ocorre o aumento de pressão e por isso a válvula não fecha. Se você colocar o dedo na saída de ar, estrangulando a passagem do ar ela vai fechar, o que infelizmente não é nada prático.

Tirar a mola é possível, mas nem sempre é  fácil e as vezes a lingueta quebra como disse o Marcelo.

Então qual seria a solução? Uma possibilidade é diminuir a seção de saída da válvula, deixando espaço apenas para que o pino corra, isso permitiria o esvaziamento da pressão na linha, ainda que um pouco mais lento, e, provavelmente, mais barulhento. Ao mesmo tempo como uma seção de saída menor permitiria a formação de pressão dentro da válvula com uma vazão menor o que faria fechar a válvula sem ter que retirar a mola.

No momento é apenas uma sugestão teórica, é preciso ver se da para fazer isso na prática e verificar se realmente funciona. Felizmente ainda não precisei mexer na minha.

 

 

Vejo que todos estão empenhados em achar uma solução.

1º - a mola não tem a menor serventia, retire-a!

2 º - se quebrar a pecinha do centro, a linguetinha da peça, refaça-a com um pedaço de borracha ou qualquer coisa que impeça que a agulha saia de seu local de trabalho, fazendo o fechamento, so tomando o cuidado para que haja passagem de ar pelo vão que deve existir.
Esta pecinha dificil de ser retirada inteira, só serve para manter a agulha no lugar dela.

3º - se vc tiver dificuldade em retirar esta peça, mande-me a tua que eu te mando a minha ja circuncidada!!

A desvantagem de ser obrigado a usar esta válvula de alívio é que vc terá agua e óleo cuspidos, sem falar no som do pssssiiiii, inconveniente quando se trata de pintura delicada, principalmente quando se trata de pintura com traços finos

Minha sorte (nem tanto, né! Foi perseverança e muita busca) é que onde compro meus motores, eles já vem com ajuste, o que me dá a possibilidade de não necessitar do uso desta válvula. Foi um tremendo alívio conseguir alguém que faz motor com este ajuste.

Conforme prometido, segue fotos...

Onde estava a valvula de seguranca, tirei e coloquei: torneira e conexao para mangueira, assim que chegou eu coloquei o dreno eletronico entre a mangueira e a torneira, a utilidade da torneira é fechar ou regular a vazao quando necessário. Ficou supimpa, o dreno eletronico pode ser regulado para abrir entre 0,5 e 45 minutos e ficar aberto entre 0,5 e 10 segundos... deixei para abrir a cada 45 minutos por 2 segundos e o compressor fica sempre sequinho :-)
testei se a pressao do aserografo cai quando o dreno abre para ver se nao ia atrapalhar a pintura e nem fez nada no aerografo, tranquilo...

tem drenos que podem abrir uma vez por dia, por semana, em x horas... so que esse é odontologico e eu achei fragil, com a entrada e saida atraves de mangueirinha, tinha que fazer um monte de adaptacao para conectar ele em vez do que comprei que liga direto na conexao 1/4, so rosquear. 

Ai troquei a conexao tupy em T que tinha por uma em +, ai liquei o pressostato em um lado, o filtro e manometro no outro, o T tupy na frente e no T a valvula de seguranca e adicionei mais um manometro para ver a pressao no reservatorio. É muito importante este manometro, como vi, pois ao adicionar o capacitor eu so vi que estava desarmando antes da hora  com 30 Psi por causa do manometro. sem o manometro ia achar que estava "enchendo mais rapido" ... e certeza que o compressor quando veio com o capacitor estava assim, porque depois que o tecnico trocou o rele que pegou fogo e tirou o capaciutor ele passou a demorar para encher quando na verdade passou a encher certinho em 110 PSI e so da pra ver isto com o manometro.

esqueci a goto do dreno eletronico

 

Incluir Resposta

×
×
×
×