Decantando tinta da lata de spray

Já fiz, cuidado, pode dar merda das bravas. deixei a lata em repouso  uma noite. fiz um micro mini furiquinho, na parte mais alta, deixei sair toda a pressão.

depois alarguei o furo com cuidado. atenção para não produzir faísca, pode pegar fogo . então escorri a tinta para uma vasilha maior e pronto aí veio a merdância, peguei um palito e fui dar uma mexida na tinta, a mesma explodiu na minha cara, sem chama, apenas liberou o gaz diluído ainda sob pressão , me pintou a cara toda de prateado! Saiu metade da tinta do pote, mesmo algumas horas depois ainda tinha muito gaz diluido sempre borbulhava quando mexia.

Talvez a solução seja passar tudo para uma garrafa pet grande com tampa. agitar e abrir devagar como fazemos com refri. depois do gaz sair reenvasar e usar. 

Como disseram é perigoso. Decantei uma vez um spray da tamiya em um potinho e fiz a burrada de fechar com a tampa. Eram só alguns ml mas foram suficientes para estourar a tinta toda (era um spray AS de RLM 65 ou 76 se não me engano) e fazer a maior meleca na área de serviço. Fiquei horas limpando aquele azul clarinho.

Se for fazer isso, decante só o que for usar, com um canudo colado no bico do spray pra não fazer meleca, use o produto após parar de borbulhar. Jamais guarde em pote lacrado pq a pressão do gás diluido na tinta é liberado aos poucos e se acumula. Eu evito mexer com sprays, sempre dá alguma zebra parece.

Quando fiz isso, tirei a tinta da lata do spray com um canudo acoplado no bico da lata direto em um potinho, somente o que ia utilizar.

Depois deixei o potinho aberto até parar de borbulhar, no mínimo 24 horas, a após isso quando mexia ainda saia um pouquinho de bolhas.

Porém foi a forma mais segura de ter a tinta, sem contar que, segundo disseram, o propelente, que é o que faz a tinta borbulhar, pode atacar o plástico.

Espero ter ajudado.

 

SDS

Ferreira

Essa técnica do Ferreira é a mais simples e sem sujeira.

Complementando:

Use um potinho com boca estreita como esses da foto:

A boca mais estreita não deixa a tinta espirrar pra fora.

Eu costumo encher um até um terço com a tinta da lata, espero o propelente sair e depois diluo 50% com thinner Tempo 2002.

 

 

Já usei e tive um monte de problemas com as bolhas. Mesmo esperando um dia para liberação do gás.

Se resolver utilizar, retire a tinta muito tempo antes do uso e siga as recomendações dos que têm mais experiência com essa coisa, como parece ser o caso do Marcos. Eu resolvi não me aventurar mais.

 

Edu

KKKKKKKKK, é cada coisa. Também tomei um banho de tinta depois de tirar a tinta  da lata da tamiya e guardar em um frasco com tampa de batoque. Me esqueci completamente que a tinta era de spray e agitei o frasco, depois que tirei a tampa de rosca o batoque saiu numa pressão e a tinta pintou paredes e teto do meu cafofo, sem contar que tive que me limpar com thinner e sabão em pó.

Sim o solvente ataca o plástico. Estava montando uma Ferrari testarrossa da tamiya quando ocorreu o acidente e caiu tinta em cima do modelo. Tanta tinta que furou o teto da mini que virou sucata.

Me aventurei novamente em outras ocasiões, mas deixava o frasco aberto ao tempo por vários dias, sempre mexendo bem devagar com um palito para as bolhas saírem, depois usava a tinta normalmente. Mas com a quantidade de opções hoje no mercado, há muitos anos que não faço isso.

decantei primer colorgin da lata verde ontem, que dizem ser o melhor primer e nao tive problema nenhum nem usei canudo, so direcionei o jato para uma garrafinha de leiite de coco vazia... nao deu problema nenhum

pegar uma cara lata tamiya pra fazer isso acho um contra senso, a tinta é duco, é so ir em loja de tinta automotiva e mandar fazer, eu pago 15 reais por 250 ou 400 ml depende da loja, que nao estao diluidas, rendem muito mais

 

Incluir Resposta

Curtidas (0)
×
×
×
×