Graf Spee, neste ano, coincidência de dias/datas

Eu li o texto sobre a batalha e gostaria de colaborar com algumas informações,primeiro a Batalha do Rio da prata nunca ocorreu passou a ser chamada desta forma pois quando o Graf spee passou na costa uruguaia  em direção a Montevideo disparou algumas salvas contra os ingleses que o  perseguiam,nada de mais ,pois o confronto se deu em alto-mar na direção da praia de josé inácio no litoral Atlantico do uruguai. Pelo o que eu li  os alemaes  confundiram os navios de guerra  britanicos com mercantes devido a emissão de fumaça,quando chegaram na linha de tiro não tiveram outra opção, há um relato que o comandante de um dos navios britânicos não tinha a menor ideia de que navio vinha a seu encontro pois o  navio alemao veio de frente o que confundiu seus observadores,o  resto foi contra-espionagem e malandragem uruguaia e inglesa que plantaram noticias falsas de uma força tarefa  proxima esperando os alemães sairem para alto -mar e ai bum o capitão afundou ele perto  do lugar chamado cerro em Montevideo.

Os alemães demoraram a reconhecer os navios ingleses. De início pensaram que era um cruzador leve e dois destróieres e não um cruzador pesado e dois leves. Além disso o avião de reconhecimento do Graf não tinha mais motores sobressalentes e este fez muita falta para não só o reconhecimento das belonaves inimigas como também para regular os tiros da artilharia. 

Outro erro alemão foi ter diminuído a distância, passando a ser alvo dos canhões de 152mm dos cruzadores leves. Se tivesse mantido uma distância superior, seus canhões de 280mm teriam resolvido a situação.

 

Bem observado Milan.

Adicionalmente, o comodoro Harwood manobrou muito bem a sua esquadra, na melhor tradição da Marinha Real. Dividiu os três cruzadores em dois grupos e obrigou o Graf Spee a fazer o mesmo com a sua artilharia. E na hora em que o Graf Spee buscou abrigo em Montevidéu, seu destino foi definido. Ele necessitava de reparos complexos e quanto mais tempo ali ficasse mais as chances de ter um encontro com forças inimigas superiores. Se tentasse fugir seria seguido pelos três cruzadores ingleses (com o Cumberland no lugar do avariado Exeter) e fatalmente seria levado a ter um encontro com alguém bem maior do que ele (Renown, com canhões de 15 polegadas). Só restava fazer o que ele fez.

[  ]s

O Graf foi atingido em sua usina de refino de combustível, o que impossibilitou a sua fuga. Agora eles deveriam ter persuadido o governo Uruguaio de outra forma ameaçando bombardear a cidade rsrsrsrsr.

Tambem acho que ao invés de explodir o navio que ele devesse ter se lançado em batalha.

Incluir Resposta

Curtidas (0)
×
×
×
×