Qual kit acabou de chegar na sua casa?

Oi, Boxman.

Não, é um AU-1 (F4U-6 na sequência de modelos de fábrica), feito especificamente para atender aos Marines, com aplicação de blindagem em torno do motor e cockpit, e maior capacidade de carga, contando com 5 cabides em cada asa. Foi usado na Coréia, de 1951 a 1953.

Resultado de imagem para au-1 corsair

Resultado de imagem para au-1 corsair

Resultado de imagem para au-1 corsair

Também acabou sendo usado pelos franceses na Argélia, embarcado nos porta-aviões da Aeronavale.

Resultado de imagem para au-1 corsair

Essa pintura é quando da mudança de padrão do Overall Sea Blue para Dark Gull Gray e branco a partir de 1956/8 pela USN.

Vought AU 1 Corsair NAS at Marine Corps Base Quantico Virginia United States late 1950 01

Vought AU 1 Corsair NAS Black 411 BuNo 129411 on the ground at NAS Glenview IL 01

Vought AU 1 Corsair NAS Black 411 BuNo 129411 on the ground at NAS Glenview IL 01

NavyAU-1sCleanedUp.jpg

 

 Por essa época, já havia passado às unidades de reserva, como Quantico, aonde a maioria das fotos foram feitas.

 https://jonbryon.com/au1-html/#jp-carousel-1410

Para quem gosta de porta-aviões japoneses, no inicio da guerra o Japão tinha 6 porta-aviões de esquadra, os convertidos Akagi e Kaga, os "leves Hyriu e Soryu e os modernos Shokaku e Zuikaku, os convertidos eram especialmente frágeis ao ataque aéreo de bombardeiros de mergulho, com um arranjo interno que não facilitava o controle de danos, os "leves" Hiryu e Soryu eram instáveis no mar, e os modernos Shokaku e Zuikaku eram os melhores porta-aviões do mundo, com peso adequado, velocidade, estabilidade e arranjo que facilitava o controle de danos.

Na escala 1/700 alguns fabricantes japoneses tem esse porta-aviões, mas somente a Fujimi tem ele com o casco completo em vez, alias a Fujimi tem mais de um kit do Shokaku nessa escala, desde kits bem simples até uma versão desse mesmo kit já com uma bela folha de PE incluída. Esse kit em particular eu considero o melhor nessa escala para esse navio em particular, apesar de ser difícil de encontrar recomendo comprar a versão já com PE, sai mais em conta do que comprar depois, a caixa é média, com um comprimento relativamente grande, mas com uma largura pequena, isso significa um custo de envio menor, no geral achei o kit muito bom, o único porém que achei é a quantidade de aviões, somente 6, e como o navio esta na configuração de 41 isso significa 2 A6M2 Zero, 2 D4Y1 Val e 2 B5N, existe também na configuração de 44, com 2 D3Y Judy e 2 B6N Jill, no lugar dos Val e Kate.

Cesar de Aquino posted:

Para quem gosta de porta-aviões japoneses, no inicio da guerra o Japão tinha 6 porta-aviões de esquadra, os convertidos Akagi e Kaga, os "leves Hyriu e Soryu e os modernos Shokaku e Zuikaku, os convertidos eram especialmente frágeis ao ataque aéreo de bombardeiros de mergulho, com um arranjo interno que não facilitava o controle de danos, os "leves" Hiryu e Soryu eram instáveis no mar, e os modernos Shokaku e Zuikaku eram os melhores porta-aviões do mundo, com peso adequado, velocidade, estabilidade e arranjo que facilitava o controle de danos.

Na escala 1/700 alguns fabricantes japoneses tem esse porta-aviões, mas somente a Fujimi tem ele com o casco completo em vez, alias a Fujimi tem mais de um kit do Shokaku nessa escala, desde kits bem simples até uma versão desse mesmo kit já com uma bela folha de PE incluída. Esse kit em particular eu considero o melhor nessa escala para esse navio em particular, apesar de ser difícil de encontrar recomendo comprar a versão já com PE, sai mais em conta do que comprar depois, a caixa é média, com um comprimento relativamente grande, mas com uma largura pequena, isso significa um custo de envio menor, no geral achei o kit muito bom, o único porém que achei é a quantidade de aviões, somente 6, e como o navio esta na configuração de 41 isso significa 2 A6M2 Zero, 2 D4Y1 Val e 2 B5N, existe também na configuração de 44, com 2 D3Y Judy e 2 B6N Jill, no lugar dos Val e Kate.

Excelente dica!!

Eu contei 24 aviões no deck dele...

O pequeno número de aeronaves é uma característica da maioria dos kits atuais de porta-aviões. A solução é comprar caixinhas avulsas.

No caso do Shokaku (e do Zuikaku) a Fujimi tem uma caixa para a 5ª Divisão de Porta-Aviões, que era composta desses dois irmãos.

https://www.1999.co.jp/eng/10284342

Vem com quatro Zeros. quatro Kates e quatro Vals, injetados em plástico transparente, com trem de pouso, tanques suplementares de combustível, bombas, torpedos e decals para os grupos aéreos do Zuikaku e Shokaku.

Melhores ainda são as caixinhas da Lion Roar, com seis de cada um desses três tipos. É a melhor caixa avulsa que eu conheço.

https://www.1999.co.jp/eng/10075220

https://www.1999.co.jp/eng/10075221

Shokaku em Santa Cruz, 26.10.1942. Reproduzir algo assim só com as caixinhas.

santa cruz

[  ]s

 

Attachments

Fotos (1)
pak43 posted:

Boxart Focke Wulf FW 190D-13 81721 Hobby Boss

Nada de mais comprado da Mais modelismo  enviado via e sedex para Porto Alegre ontem, entregue hoje 25/04 há meia hora atras. E ai os correios não funcionam?

Sorte sua...

Duas compras feitas em Fevereiro- Março 2018 levaram 22 dias (SP) e 24 dias (RJ) para vir ao RS pelas asas ou, seria melhor dizer, pelo lombo das mulas das carroças dos correios do brasil.

1600km que os pacotes fizeram de joelhos...

 

Estou com uma compra com 24 dias de atraso (RJ) e outra com 15 dias de atraso (SP) com rastreamento afirmando, desde o dia 23/04/2018 que Objeto ainda não chegou à unidade (SP). Por favor, aguarde.

 

E para meus cabelos brancos ficarem mais brancos, tenho para andar por esse brasil dos correios, mais 33 kits comprados ou em processo de compra.

É, sorte sua...

paulors posted:

O pequeno número de aeronaves é uma característica da maioria dos kits atuais de porta-aviões. A solução é comprar caixinhas avulsas.

No caso do Shokaku (e do Zuikaku) a Fujimi tem uma caixa para a 5ª Divisão de Porta-Aviões, que era composta desses dois irmãos.

https://www.1999.co.jp/eng/10284342

Vem com quatro Zeros. quatro Kates e quatro Vals, injetados em plástico transparente, com trem de pouso, tanques suplementares de combustível, bombas, torpedos e decals para os grupos aéreos do Zuikaku e Shokaku.

Melhores ainda são as caixinhas da Lion Roar, com seis de cada um desses três tipos. É a melhor caixa avulsa que eu conheço.

https://www.1999.co.jp/eng/10075220

https://www.1999.co.jp/eng/10075221

Shokaku em Santa Cruz, 26.10.1942. Reproduzir algo assim só com as caixinhas.

santa cruz

[  ]s

 

Paulo, esses porta-aviões recolhiam para os porões quantas aeronaves?

paulors posted:

Oi Artemius,

Todas ou quase todas elas. Alguns porta-aviões japonêses tinham hangares em dois níveis, como o Shokaku acima. Veja aqui, no caso do Shokaku, como os aviões eram estacionados (ou empilhados) nos dois andares do hangar.

hangar

[  ]s

Empilhados?

A movimentação dessas aeronaves nos hangares era difícil? E o número de elevadores para atender dois níveis era adequado ou parte das aeronaves tinha que ser posicionada permanentemente no deque de voo para melhor atendimento de ações de emergência?

Desculpe as perguntas mas sempre me interessei pelas minúcias operacionais desses grandalhões...

Abs.

Artemius,

Acomodar as aeronaves no hangar era e ainda é uma arte, um quebra-cabeça. Veja no desenho acima que quase não existe espaço de manobra. É como aquelas garagens apertadas, onde para tirar um carro do fundo vc precisa primeiro tirar os da frente. No caso dos japoneses, o reabastecimento, rearmamento e manutenção eram feitos nos hangares. No convés de vôo normalmente apenas os caças para proteção, prontos para decolar em caso de alguma emergência, em adição aos outros em vôo sobre os navios.

[  ]s

Demorou mas chegou, apesar da distância de 330Km parece que veio de outro continente graças a eficiência de nossos Correios. 

Vickers Armstrong Mk.B/F 1/35 Mirage...

Destaco esta chegada em razão de ficar surpreendido com o nível de detalhamento do kit.  O fabricante polonês melhorou até a embalagem.

São 275 peças e nem todas as rodas são usadas pois partilham uma mesma árvore para fazer outras versões do tanque Vickers.

Outros modelistas citam alguns erros que facilmente são corrigíveis para fazer a versão F, a mais rara do fabricante pois foi uma encomenda da Bélgica com um motor Rolls Royce mais potente e que necessitou deslocar a torre lateralmente e alterar outros detalhes de saída de resfriamento do motor.

Estava pensando mais na versão utilizada pela Bolívia na guerra do Chaco e para esta versão também é necessário alguma adaptação.

 

Num período de entregas cada vez mais raras em função da "eficiência" dos nossos Correios, qualquer coisa que chega é saudada como Hosana nas Alturas!

Tudo bem... não é kit nem acessório, mas é um importante instrumento para a limpeza de aerógrafo.  Agora é usar quando terminar a pintura de um kit (se bem que, se for pensar quando terei tempo para terminar a pintura de um kit... )

Abrsssss,
A Raguenet 

20180430_214718

Attachments

Fotos (1)
jgap posted:

a ect  devia  ser queimada demolida e  o terreno salgado  e  colocado depois  cal  revirado  e  plantado capim pq  é mais lucrativo  que esta bosta atual

Uma das minhas compras chegou com 25 dias de atraso e a outra chegou com 19 dias.

Sem danos, caixas bem tratadas.

O problema é o tempo de passagem opelos correios dessas correspondências que há algum tempo chegavam em até 5 dias úteis.

E paga-se quase R$8,00 para uma carta comercial registrada de PoA para RJ.

artemius111 posted:

Uma das minhas compras chegou com 25 dias de atraso e a outra chegou com 19 dias.

Sem danos, caixas bem tratadas.

O problema é o tempo de passagem opelos correios dessas correspondências que há algum tempo chegavam em até 5 dias úteis.

E paga-se quase R$8,00 para uma carta comercial registrada de PoA para RJ.

Estás no lucro então.  Estou com uma encomenda liberada desde o início de fevereiro da RF e nada...  

Abrssssss,
A Raguenet

Comentando os tópicos anteriores, aqui em São Paulo-SP, não estou tendo problemas na atualidade. Aliás muito pelo contrário. Mas há uns 2 a 3  anos, a coisa aqui estava muito ruim. A começar pela tributação aos produtos importados, que não é função dos correios, é da União. Tributavam tudo sem distinção, e em atenção as leis de importação e as normas de isenção tributária, fui tributado em valores de até  US$ 30,00 dólares!!! . Não recorri por não valer a pena. Era uma vergonha!! Uma Cambada!!! Mas essa época já passou. 

Benva.

pak43 posted:

eu tenho um faz dois anos, até agora não usei muito,mas quando usei não senti que limpa algo parece que ele ajuda a soltar coisas incrustadas e parece que para ajudar tem de usar algum produto que de preferencia não seja inflamavel.

Experimentei agora à tarde e parece que limpa bem.  Pelo menos os aerógrafos saíram com um outro aspecto.  O copo de tinta ficou bem mais limpo.  Se bem que sou meio obsessivo com limpeza, ou seja, já tinha limpado manualmente antes... Mas as pontas dos aerógrafos ficaram com outro aspecto.

Numa outra oportunidade, vou fazer a experiência de usar o aerógrafo e, depois de um jato de solvente, colocar direto no limpador para testar a sua eficiência.

Abrssss,
A Raguenet

ARaguenet posted:
artemius111 posted:

Uma das minhas compras chegou com 25 dias de atraso e a outra chegou com 19 dias.

Sem danos, caixas bem tratadas.

O problema é o tempo de passagem opelos correios dessas correspondências que há algum tempo chegavam em até 5 dias úteis.

E paga-se quase R$8,00 para uma carta comercial registrada de PoA para RJ.

Estás no lucro então.  Estou com uma encomenda liberada desde o início de fevereiro da RF e nada...  

Abrssssss,
A Raguenet

Mas, meu caro, essas são compras nacionais, vindas do RJ e SP, não do exterior...

Curtidas (17)
Laurival JrRoberto TumminellijgapcelsoperesCarnavalliMarcos BettinelliTEN GUSTAVO ROCHAWarbird in scaleMario navalBoxM@nSchmenglerRodrigoBMFernando ManfioZarichtaМиГCoração De LeãoStaffa
×
×
×
×