sobre confecção de photo-etched

saudações a todos!

        Sei que o assunto já foi muito debatido , eu mesmo li muito a respeito de como fazer seus própios  photo -etched .

          Os programas para confecção, as técnicas de impressão no metal , como fazer a corrosão do metal .....,   tudo me parece bastante realizável! 

           Mais segundo li , a parte mais dificil é justamente a confecção  no computador ,com cad, corell ou outro programa. como não domino informatica , me vem a seguinte questão:

           como o photo é criado?  é a partir  do zero?  ou o pessoal que faz(caseiro) , pega a imagem basica da internet de um fabricante qualquer Eduard por exemplo; e transfere pro programa e trabalha ela par escala que desejar?  

     estou pensando ´seriamente em me aventurar!  só que se eu tiver que criar tudo do zero no not, tô ferrado jamais conseguirei poi como disse não manjo nada de programas e  afins!  porém se as imagens podem ser pegas da net , ai ja fica bem mais facil ou não?  

                agradeço qualquer ajuda e esclarecimentos!

Original Post

paulo, eu agradeço os links!

         Mas eu já conheço os 2. e você pode notar que nenhum deles comenta " como os photo chegaram no programa", como foram "produzidos no computador"   se eles o desenharam do zero, ou se pegaram as imagens de photo de fabricantes consagrados , jogaram no cad, corell,  etc.. e manipularam apenas.

               e é exatamente essa minha questão!

Entendi Marcelo. Nesses links eles falam apenas dos programas utilizados.

Eu acredito que todas as opções que vc mencionou são utilizadas. Tenho em minha memória um artigo onde o autor mostrava todo o processo - desde quando ele produziu as imagens iniciais até o resultado final. Vou ver se acho o link e aviso aqui.

[  ]s

Marcelo,

Vou dar minha opinião a respeito sem nunca ter feito um photo-etched. Mas também já li muito e até cheguei a comprar o produto, percloreto, e não tive coragem por ser corrosivo. Se pingar na roupa, por menor que seja a quantidade, ela fura e mancha tudo que entra em contato.

Porém, vou tentar responder as suas dúvidas.

O photo etched é feito para atingir uma maior riqueza de detalhes e por isso depende de muitas variáveis. Uma delas é a espessura da chapa. Quanto mais grossa, mais tempo no corrosivo. Portanto é necessário uma maior definição nas partes que não serão corroídas.

O material disponível na internet é de baixa resolução. Isto quer dizer que dificilmente terás um original ou matriz de qualidade para boas cópias. Não esqueça que estamos falando de peças pequenas e detalhadas.

Por isso a necessidade dos programas citados que transformam imagens em vetores  obtendo-se uma "matriz" com "alta" definição de detalhes para a reprodução.

Como falei eu não tentaria pegar da internet e ir direto para a chapa porque a frustração pode ser grande. Mas acho que você encontra um amigo ou alguém que a partir de um desenho simples ou da "inspiração" da internet poderia fazer um original de qualidade para começar a testar.

Abraços e boa sorte

Para se criar um PE, desde um desenho simples, até uma obra complicada com várias camadas de corrosão, será necessário passar pelo trabalho de criação do Corel ou similar.

Mesmo que tenhas um desenho do que queres fazer, terás necessariamente que vetorizá-lo no Corel. Infelizmente não existe fórmula mágica de pegar um arquivo de imagem na Internet e passar direto para o latão, para o processo de corrosão.

Então terás que aprender como trabalhar com o Corel pra fazer o que queres. Ou ao menos ter algum amigo que faça a arte pra você. O restante, aplicação no metal, proteção da chapa, corrosão, impressão, caso seja necessário, tudo sai mais fácil. A parte complicada é a criação da arte.

Um Abração.

paulors posted:

Entendi Marcelo. Nesses links eles falam apenas dos programas utilizados.

Eu acredito que todas as opções que vc mencionou são utilizadas. Tenho em minha memória um artigo onde o autor mostrava todo o processo - desde quando ele produziu as imagens iniciais até o resultado final. Vou ver se acho o link e aviso aqui.

[  ]s

              Paulors, eu te agradeceria muito cara!  porque sem uma espécie de "passo a passo"  é quase impossivel pra um leigo tentar.

 

encontrei isso, num link ;   nesse link que tu me mandou. parece ser um verdadeiro passo a passo em cd , mais é em inglês! e tem que comprar lá fora..... inviável!

 

Paulão - Tchwrma posted:

Para se criar um PE, desde um desenho simples, até uma obra complicada com várias camadas de corrosão, será necessário passar pelo trabalho de criação do Corel ou similar.

Mesmo que tenhas um desenho do que queres fazer, terás necessariamente que vetorizá-lo no Corel. Infelizmente não existe fórmula mágica de pegar um arquivo de imagem na Internet e passar direto para o latão, para o processo de corrosão.

Então terás que aprender como trabalhar com o Corel pra fazer o que queres. Ou ao menos ter algum amigo que faça a arte pra você. O restante, aplicação no metal, proteção da chapa, corrosão, impressão, caso seja necessário, tudo sai mais fácil. A parte complicada é a criação da arte.

Um Abração.

 

             Paulão agradeço ! 

               Digamos por exemplo, que eu encontro uma pessoa que intenda muito de corel e tál..., e eu queira fazer um set pra um p-40 (hipoteticamente falando) e como o amigo Rubens falou não quero pegar uma imagem  de um  PE  na net porque a qualidade é ruim  ,ou não encontro na net ,sei lá;   a partir do que  esse amigo iria confeccionar esse set pra mim? 

              eu teria que fornecer pra ele por ex, as fotos de um cockpit de um p-40, pra ele então "tomar as medidas"  de cada item do cock, e então faze-lo no corel? ou então fornecer as plantas do avião pra ele usar como base ?

 

 

Rubens Weyne posted:

Marcelo,

 

Como falei eu não tentaria pegar da internet e ir direto para a chapa porque a frustração pode ser grande. Mas acho que você encontra um amigo ou alguém que a partir de um desenho simples ou da "inspiração" da internet poderia fazer um original de qualidade para começar a testar.

Abraços e boa sorte

                   grato Rubens!

 

 

                  Marcio, obrigado pela imagem!

1. Conseguir o máximo de referências (fotos e desenhos) sobre o que se pretende reproduzir. No caso do painel de um P-40, usar o painel do modelo para usar como medida, sendo que o desenho feito em programa de desenho vetorial (AutoCAD, Inventor, Corel, Ilustrator, etc.) deverá se encaixar no painel original do modelo, caso queira usá-lo como base, após lixado pra retirar o relevo dos equipamentos, e poder colar o PE, ou mesmo que o substitua, as chances de que dê encaixe será maior se seguir as medidas, ou deverá analisar com muito critério possíveis modificações destes encaixes.

2. As imagens devem ser "chapadas", preenchidas de preto toda a área do painel com os furos, rasgos e recortes dos instrumentos, sendo que se esse tiver relevo, é mais fácil fazer os aros, botões ou molduras também desenhados em separado do que em camadas de corrosão (técnica que pode ser usada com maior experiência), ou usar fios de cobre, pedaços de plásticos cortados, ou estampados em "push & die". Interessante pensar molduras em volta das peças com pequenas ligações que serão cortadas para se destacar, como se faz nas grades dos kits plásticos, e que reduz a quantidade de metal que será "comido".

3. Imprimir em preto em transparência pra retroprojetor. Conferir se esses ficaram no tamanho desejado. Se houver erros, corrigir e reimprimir.

4. Seguir os mais diversos métodos para passá-los pro metal.

Conversando com o meu pai outro dia. Com o advento das máquinas  de corte a laser, em alguns casos o processo de eletroerosão tornou-se obsoleto. Ele me contou que tem um conhecido dele em BH que trocou o processo de usinagem por eletroerosão por corte a laser. Ele disse que é possível para essas máquina que cortam papel e MDF a laser cortar finas chapas de metal, dependendo do que você for fazer vale a pena verificar se não é possível cortar a laser. Muito mais fácil e menos oneroso que mexer com corrosão. E outra o auto cad hoje em dia está fácil de aprender. o programa está cada vez mais amigável e tem zilhões de tutoriais no Youtube ensinando cada comando do programa. Estou desenhado uma maquete arquitetônica neste programa e pretendo cortá-la a laser em breve.

alem das referencias do original precisa de uma cópia do kit para seguir as medidas, senão a eduard por exemplo não lançaria um set para cada marca.

acho que vai mais além do que as explicações simplistas, bom sei la, acho que primeiro fazer uma cópia 2D do interior do kit no corel e a partir dai usar fotos do interior para refazer tudo.

trabalho a dar com páu 

Marcelo,

Esse material (em CD) é muito bom. Rusty White é o proprietário da Flagship Models, que produz kits de navios e PEs. Ali ele trata da fabricação e aplicação de PEs.

Vc já deve ter percebido, pelas opiniões e comentários dos colegas acima, que a produção de PEs é um caminho pedregoso. Uma curiosidade - o que vc pretende produzir? Seria algo para detalhar um de seus kits, para o qual não existe opção no mercado?

[  ]s

Marcelo nascimento posted:

 

         Paulors, seria para detalhar meus kits; mas sinceramente vejo que isso não sera fácil!  e o resultado pode ser duvidoso;  resumindo, é melhor deixar de lado!

           Agradeço muito teu interesse em ajudar, obrigado!

Bâum,  nesse caso comprar pronto é mais realista. Agora, se vc fosse produzir " em escala industrial " e vendesse por um preço interessante,  talvez valesse a pena um investimento e desenvolvimento para ser uma opção aos PEs gringos. Mas como isso aqui é lisarB,  já sabe que estou viajando, né?

Felipe C. Miranda posted:

Me intrometendo no tópico, mas falando do corte com laser.  Se o laser pode cortar MDF, poderia cortar também plasticard?  Tem muita coisa feita em PE que ficaria muito melhor de usar se fosse feita em plasticard...

o dia que um cara inventar um "photoetche" de pasticard vai falir a eduard e outras tantas 

Marcio Bernardi posted:
Felipe C. Miranda posted:

Me intrometendo no tópico, mas falando do corte com laser.  Se o laser pode cortar MDF, poderia cortar também plasticard?  Tem muita coisa feita em PE que ficaria muito melhor de usar se fosse feita em plasticard...

o dia que um cara inventar um "photoetche" de pasticard vai falir a eduard e outras tantas 

Plasticard não se dá muito bem com calor, acho que a depender da espessura da peça uma máquina de plotter corta tranqüilo.

paulors posted:

Marcelo,

Esse material (em CD) é muito bom. Rusty White é o proprietário da Flagship Models, que produz kits de navios e PEs. Ali ele trata da fabricação e aplicação de PEs.

Vc já deve ter percebido, pelas opiniões e comentários dos colegas acima, que a produção de PEs é um caminho pedregoso. Uma curiosidade - o que vc pretende produzir? Seria algo para detalhar um de seus kits, para o qual não existe opção no mercado?

[  ]s

E bota pedregoso nisso, naquela antiga coleção "Grande Enciclopédia de Modelismo um dos volumes "técnicas especiais" ensinava como fazer, o problema é  o material usado para  fazer a PE, um processo muito complexo, só que tem muuito cabelinho na venta (além de $$$$$) encara essa 

anghinoni posted:

plotter de corte e corte laser acho que nao tem resolução ainda para fazer peças minúsculas, senao eu ja tinha comprado uma cameo para cortar mascaras/stencil e pintar tudo em vez de usar decais 

penso o mesmo, andei até pesquisando, desenhos muito pequenos não ficam legais, talvez algumas a nível profissional, mas ai o preço fica impraticável.

Incluir Resposta

Curtidas (0)
×
×
×
×