Técnica de camuflagem aerografada

jean paes posted:

 Boa noite! meu Inglês está décadas enferrujado, então alguem poderia me explicar porque no filme do youtube o modelista pintou todo de preto e depois clareou o meio das chapas com branco. Por que ele não pintou todo de branco e fez em preto as linhas de painéis?

Por que é uma técnica diferente.

Essa que você mencionou é o pré-sombreamento, o que ele está fazendo é uma adaptação desse método e pelo jeito cria sombras maiores. 

Ai é que esta o seu erro, esta tentando cobrir tudo de uma vez, com o aerógrafo não funciona assim. Tem que ir cobrindo aos poucos, passando várias vezes sobre o mesmo lugar até atingir a cobertura necessária, principalmente quando se está fazendo este tipo de camuflagem. Mantenha o aerógrafo sempre em movimento, fazendo pequenos círculos a medida que vai aplicando a tinta, isso evita o acumulo e o escorrimento.

Augusto posted:

Ai é que esta o seu erro, esta tentando cobrir tudo de uma vez, com o aerógrafo não funciona assim. Tem que ir cobrindo aos poucos, passando várias vezes sobre o mesmo lugar até atingir a cobertura necessária, principalmente quando se está fazendo este tipo de camuflagem. Mantenha o aerógrafo sempre em movimento, fazendo pequenos círculos a medida que vai aplicando a tinta, isso evita o acumulo e o escorrimento.

Não, não está não. Ele faz isso no vídeo. Olha lá!

Pintura a aerógrafo é igual a pintura a pincel, não pode querer cobrir de uma só vez ou com uma demão.

Como o Augusto disse, tem que ser em várias passadas sempre movendo o aerógrafo para não causar escorrimento ou acúmulo de tinta em um só lugar.

Se você tiver a disposição de experimentar, verá que a tinta mais diluída faz com que você tenha mais controle sobre a aplicação.

Mas isso é só uma opinião, no fim cada um faz como lhe dá na telha.

Plastiabraços

Paulo

ArmouredSprue posted:

Pintura a aerógrafo é igual a pintura a pincel, não pode querer cobrir de uma só vez ou com uma demão.

Como o Augusto disse, tem que ser em várias passadas sempre movendo o aerógrafo para não causar escorrimento ou acúmulo de tinta em um só lugar.

Se você tiver a disposição de experimentar, verá que a tinta mais diluída faz com que você tenha mais controle sobre a aplicação.

Mas isso é só uma opinião, no fim cada um faz como lhe dá na telha.

Plastiabraços

Paulo

Você viu o vídeo?

Filipe2583 posted:
ArmouredSprue posted:

Pintura a aerógrafo é igual a pintura a pincel, não pode querer cobrir de uma só vez ou com uma demão.

Como o Augusto disse, tem que ser em várias passadas sempre movendo o aerógrafo para não causar escorrimento ou acúmulo de tinta em um só lugar.

Se você tiver a disposição de experimentar, verá que a tinta mais diluída faz com que você tenha mais controle sobre a aplicação.

Mas isso é só uma opinião, no fim cada um faz como lhe dá na telha.

Plastiabraços

Paulo

Você viu o vídeo?

Eu vi o video, mas parece que você viu mas não prestou atenção a alguns detalhes.

1) Aos 4:50min do video mais ou menos, quando ele fala sobre usar a XF-2 ele menciona que teve que adicionar 25% a mais de thinner além da diluícão normal que ele faz para que a tinta flua melhor.

2) Se você observer ele aplicando o branco (por volta de 5:40min no video) verá que ele faz exatamente como o Augusto falou, ou seja, movimentos circulares e não cobrindo de uma só vez.

3) Na minha opinião opinião você se enganou ao achar que ele cobre tudo de primeira porque o video está acelerado para as etapas irem mais depressa. Tenho certeza que a pintura demorou muito mais do que aparenta.

Plastiabraços

Paulo

ArmouredSprue posted:
Filipe2583 posted:
ArmouredSprue posted:

Pintura a aerógrafo é igual a pintura a pincel, não pode querer cobrir de uma só vez ou com uma demão.

Como o Augusto disse, tem que ser em várias passadas sempre movendo o aerógrafo para não causar escorrimento ou acúmulo de tinta em um só lugar.

Se você tiver a disposição de experimentar, verá que a tinta mais diluída faz com que você tenha mais controle sobre a aplicação.

Mas isso é só uma opinião, no fim cada um faz como lhe dá na telha.

Plastiabraços

Paulo

Você viu o vídeo?

Eu vi o video, mas parece que você viu mas não prestou atenção a alguns detalhes.

1) Aos 4:50min do video mais ou menos, quando ele fala sobre usar a XF-2 ele menciona que teve que adicionar 25% a mais de thinner além da diluícão normal que ele faz para que a tinta flua melhor.

2) Se você observer ele aplicando o branco (por volta de 5:40min no video) verá que ele faz exatamente como o Augusto falou, ou seja, movimentos circulares e não cobrindo de uma só vez.

3) Na minha opinião opinião você se enganou ao achar que ele cobre tudo de primeira porque o video está acelerado para as etapas irem mais depressa. Tenho certeza que a pintura demorou muito mais do que aparenta.

Plastiabraços

Paulo

Seguinte, eu não domino inglês. Não sei o que ele falou. É que as minhas diluições de 1 para 2 de diluente (aproximadamente) ficam mais claras.

Você sabe de alguma coisa que eu possa comprar para medir com mais precisão as porções de tinta e diluente?

 

Seguinte, eu não domino inglês. Não sei o que ele falou. É que as minhas diluições de 1 para 2 de diluente (aproximadamente) ficam mais claras.

Você sabe de alguma coisa que eu possa comprar para medir com mais precisão as porções de tinta e diluente?

 

Ok!

Primeiramente o fato de estar ficando transparente (claro) é por que você tem que aplicar mais camadas. Só isso! Se você aplicou a tinta e ficou claro, aplique novamente até ficar do seu gosto. Repito, várias camadas bem finas é melhor do que uma unica camada grossa, ok? A vantagem de se usar tintas acrílicas (Tamiya, Gunze, etc) é que elas secam muito rapidamente. assim se você começar a pintar um blindado (usando o exemplo do video)  pelo casco, aplica-se uma primeira camada e em seguida partir para pintar a torre por exemplo, ao se aplicar a primeira camada na torre, volta a aplicar no casco e assim sucessivamente até estar do seu gosto. Simples mas um pouco mais demorado (lembre-se: plastimodelismo é paciência).

Quanto a diluição. Eu uso exclusivamente tintas acrílicas (Tamiya ou Gunze), e faço a diluição na seguinte proporção: Tamiya 1 tinta : 3 solvente da marca, Gunze: 1 tinta : 2 solvente da marca. Com a essa diluição a pressão de ar tem que ser bem mais baixa tipo 1bar (acho). Então pelo que você disse sua diluição está mais ou menos certa pois você está usando 2 de solvente.

Para medir, pode-se usar um conta gotas, pipeta de plástico ou seringa de injeção. Eu uso o seguinte método: Eu nunca agito o frasco de tinta (acumula muita tinta nas bordas e tampas que ficam ressecadas e acabam caindo dentro do frasco) eu abro o frasco e mexo a tinta com um pedaço de ferro fino mas resistente (não entorta) que só uso para essa função. após mexer bem para misturar a tinta no frasco, eu transfiro a tinta para uma forminha de empadinha e vou contando as gotas de tinta que caem desse ferrinho. depois eu uso uma pipeta plástica (a Testors tem um set com 6 e é baratinho) e conto as gotas de solvente.l Não uso a pipeta para pegar a tinta pois acho muito difícil limpar depois. pode ser usado um conta gotas normal. O importante é você achar um ponto de diluição que te agrade e fixe-se a ele como uma regra, assim você vai eliminando o que pode dar errado na sua pintura. Logicamente o tamanho da gota vai variar de acordo com o conta-gotas ou pipeta ou arame que você usar, por isso é importante usar sempre o mesmo material ao fazer a mistura para repetir o processo sempre da mesma maneira.

Não sei se ficou claro, deu para entender? se tiver mais alguma dúvida é só perguntar.

Plastiabraços

Paulo

Filipe2583 posted:
anghinoni posted:

acumulo de tinta molhada = estourou a tinta

voce esta mandando muita tinta para a distancia e velocidade de deslocamento do aerografo,  ai ela acumula e estoura, nao é pressao nem diluicao, é aprender a dosar o gatilho de tinta...

Eu não quero que a camada de tinta seja rala.

ai que esta, vc esta tentando cobrir de primeira por isso estoura a tinta...

dosar a tinta é aplicar ela passando demaos finas de modo que nao escorra, se nao cobriu de primeira tem que esperar secar a demao e passar tantas demaos quanto necessario ate cobrir da maneira desejada. nem tintas automotivas cobrem de uma vez só.

quanto mais proximo ou mais devagar voce move o aerografo, menos tinta vc deve mandar (puxar menos o gatilho para tras), mais longe e/ou mais rapido vocre pode mandar mais tinta (puxar mais o gatilho para tras) sem estourar

em curso de aerografia logo no comeco voce aprende isso...

Augusto posted:

Da uma olhada neste vídeo, veja como ele mantém os movimentos circulares e volta varias vezes ao mesmo lugar para garantir uma cobertura sólida. Depois ele mostra a diferença no acabamento quando se faz em camadas bem finas e quando se tenta cobrir tudo de uma só vez.

 

 

O video esta certo, mas ensina a cobertura com acrilicas puras a base de agua, serve de base para entender a fazer cobertura uniforme sem escorrer, formar crateras, o filipe esta tentando fazer camuflagem e esta usando laca diluida em alcool, que nao estoura facil e nao precisa fazer como no video, no caso dele é unicamente que ele esta acionando muita tinta er ela esta estourando antes de secar, ate da para cobrir rapido mas tem que dosar a tinta, com pouca tinta e muito ar, ela vai secar com o proprio ar do aerografo, nao vai escorrer e vai cobrir.

anghinoni posted:
Augusto posted:

Da uma olhada neste vídeo, veja como ele mantém os movimentos circulares e volta varias vezes ao mesmo lugar para garantir uma cobertura sólida. Depois ele mostra a diferença no acabamento quando se faz em camadas bem finas e quando se tenta cobrir tudo de uma só vez.

 

 

O video esta certo, mas ensina a cobertura com acrilicas puras a base de agua, serve de base para entender a fazer cobertura uniforme sem escorrer, formar crateras, o filipe esta tentando fazer camuflagem e esta usando laca diluida em alcool, que nao estoura facil e nao precisa fazer como no video, no caso dele é unicamente que ele esta acionando muita tinta er ela esta estourando antes de secar, ate da para cobrir rapido mas tem que dosar a tinta, com pouca tinta e muito ar, ela vai secar com o proprio ar do aerografo, nao vai escorrer e vai cobrir.

Estou usando acrílica diluída em álcool 99%.

Esta tinta para estourar é bem dificil estourar e a diluicao e cobertura dela é facil demais, ela é "acrilica" mas nao é pura, é a base de solvente (so ver o simbolo inflamavel)

vc simplesmente esta sobrecarregando de tinta, por isso disse que esta mandando muita tinta no gatilho ou passando muito devagar para a distancia/pressao que voce esta usando.

 

a regra é simples... mais perto, mais fino: menos tinta no gatilho e/ou passar mais rapido. mais longe, mais grosso,:mais tinta no gatilho e/ou passar mais devagar...

se vc aproximar vai estourar mais facil ainda, a questao é treinar e saber dosar o gatilho

Filipe, em modelismo não existe mágica, mas experimentação. Pelo que li acima, todos os modelistas que tentaram te ajudar indicaram que você tinha que aumentar a diluição e não diminuir.

Pintura com aerógrafo, se baseia em 3 pilares, diluição, pressão e distância. Se você quer diminuir a distância, tem que diminuir a pressão, mas deve aumentar a diluição, pois com pressão menor e tinta pouco diluida, nada irá sair do seu aerógrafo.

Cada um desenvolve e se adapta a uma técnica. Eu, particularmente, não consigo fazer esse tipo de camuflagem com tintas diluídas com alcool só com thinner. Essa é uma limitação minha, do meu jeito de pintar. Já vi excelentes pinturas feitas com tintas iguais às que você usa, mas eu não me adaptei.

O vídeo é um bom norte, mas não tente imitá-lo à risca pois não se esqueça que ele está editado e o camarada pode ter errado várias vezes até fazer certo.

Novamente, aumente a diluição, e diminua a pressão para poder diminuir a distância. Não irá cobrir de primeira (o vídeo está acelerado nessas partes), acredite. Você pediu ajuda e o pessoal tentou ajudar. São modelistas experientes cujos trabalhos de alguns já vi pessoalmente e se eu fosse você ouviria os conselhos deles e experimentaria.

Abs

Wolney

complementando o que o Wolney falou,  o melhor diluente na minha opiniao para a gunze e tamiya  é o thinner automotivo ou o lacquer thinner da tamiya e nao o alcool, ele branqueia a tinta, acho que com thinner vai facilitar pois ele evapora bem mais rapido que o alcool, eu uso anjo ecoeficente 2900 que custa 9,00 a lata de 900 ml, uso para tudo ate nas enamel so nao uso nas acrilicas puras porque talha (acrilex, italeri, mig).

o que eu falei sobre dosar a tinta no gatilho nao é experimentacao, aprendi no curso de aerografia, muito ar e pouca tinta, o proprio ar do aerografo se encarrega de secar a tinta e ai ela nao "estoura". com treinamento se faz tracos finissimos ate com aerografos 0,5 ou se cobre areas largas que é uma beleza de maneira uniforme. sao raras as vezes que se aciona o gatilho do aerografo mais que 50%

O video esta certo, mas ensina a cobertura com acrilicas puras a base de agua, serve de base para entender a fazer cobertura uniforme sem escorrer, formar crateras, o filipe esta tentando fazer camuflagem e esta usando laca diluida em alcool, que nao estoura facil e nao precisa fazer como no video, no caso dele é unicamente que ele esta acionando muita tinta er ela esta estourando antes de secar, ate da para cobrir rapido mas tem que dosar a tinta, com pouca tinta e muito ar, ela vai secar com o proprio ar do aerografo, nao vai escorrer e vai cobrir.

 

O tipo da tinta é irrelevante, o objetivo foi apenas mostrar como se aplica a tinta com o aerógrafo.

Filipe2583 posted:

Você sabe de alguma coisa que eu possa comprar para medir com mais precisão as porções de tinta e diluente?

Eu uso meus diluentes dentro de frascos velhos de adoçante (tem bico conta gotas). E a tinta eu molho um pincel dentro delas e depois deixo cair no copo do aerógrafo. Uma gota de tinta, depois duas de diluente. E por ae vai. 

Augusto posted:

O video esta certo, mas ensina a cobertura com acrilicas puras a base de agua, serve de base para entender a fazer cobertura uniforme sem escorrer, formar crateras, o filipe esta tentando fazer camuflagem e esta usando laca diluida em alcool, que nao estoura facil e nao precisa fazer como no video, no caso dele é unicamente que ele esta acionando muita tinta er ela esta estourando antes de secar, ate da para cobrir rapido mas tem que dosar a tinta, com pouca tinta e muito ar, ela vai secar com o proprio ar do aerografo, nao vai escorrer e vai cobrir.

 

O tipo da tinta é irrelevante, o objetivo foi apenas mostrar como se aplica a tinta com o aerógrafo.

mais ou menos, aquelas tintas sao acrilicas puras a base de agua de cobertura lenta como acrilex por exemplo, a aplicacao é diferente e aquele video ensina isto, como aplicar tintas acrilicas puras as base de agua.  

Para tintas de solvente volatil, principalmente brilhantes/vernizes ao contrario do que mostra o video, tem que molhar mesmo (sem escorrer) senao a tinta bate seca, nao tem alastramento e fica com casca de laranja ou poeira

anghinoni posted:

ai que esta, vc esta tentando cobrir de primeira por isso estoura a tinta...

 

Me perdoe a ignorância, mas o que é "estourar" a tinta?
Fiquei em dúvida se é um overspray ou uma hiperredução. 

Chovendo no molhado (ou pintando no pintado), corroborando com o que já foi dito e repetido aqui, deixo apenas este vídeo no qual o Flory demonstra e explica o conselho no seu inglês tão cadenciado quanto o de um locutor de rádio AM.

Notadamente aos 14:30, 25:30, 32:40.

Seguindo isso aí é sucesso.

Esses vídeos demonstrativos não servem de referência quando o assunto é pintura. O modelista não pode se dar ao luxo de gastar horas a fio tentando cobrir o modelo com várias camadas finas de tinta, como manda a cartilha. Vejo pelos vídeos do Flory Models que na maioria das vezes o modelista opta por uma mistura menos diluída e alta pressão de ar, o que conjugado acaba permitindo esse spray que cobre muito mais rapidamente a superfície a ser pintada. O porém dessa técnica ao meu ver, é o acabamento final que não fica la essa maravilha. Talvez no vídeo não de pra perceber, mas se for ver o modelo ao vivo, certamente notará um trabalho mais bruto e um acabamento não muito bom.

E sobre a precisão do traço, eu não quero te atiçar, mas já tive aerógrafo Gatti e pro hobby ele dá conta muito bem do recado. Mas você talvez só vá trabalhar melhor a precisão de um traço quando evoluir pra um aerógrafo padrão iwata, ou H&S. Pode parecer frescura, mas o cenário muda completamente de figura com um aerógrafo desse tipo em mãos.

Flagship_GOL posted:

O porém dessa técnica ao meu ver, é o acabamento final que não fica la essa maravilha. Talvez no vídeo não de pra perceber, mas se for ver o modelo ao vivo, certamente notará um trabalho mais bruto e um acabamento não muito bom.

E sobre a precisão do traço, eu não quero te atiçar, mas já tive aerógrafo Gatti e pro hobby ele dá conta muito bem do recado. Mas você talvez só vá trabalhar melhor a precisão de um traço quando evoluir pra um aerógrafo padrão iwata, ou H&S. Pode parecer frescura, mas o cenário muda completamente de figura com um aerógrafo desse tipo em mãos.

No vídeo postado o próprio Flory fala da necessidade de lixar  a pintura pra melhorar o acabamento... pela combinação que você falou e pelo fato de ser uma laca acrílica (pra amenizar o efeito recorremos aos retardadores).

Sobre os aerógrafos, concordo que os 0,15mm ajudam, mas são supervalorizados. E nem parece ser o caso do colega Felipe... pelo relato ele ainda está puxando demais a agulha. 0,15mm é mais pra quem já acalmou o dedo. 

Flagship_GOL posted:

Esses vídeos demonstrativos não servem de referência quando o assunto é pintura. O modelista não pode se dar ao luxo de gastar horas a fio tentando cobrir o modelo com várias camadas finas de tinta, como manda a cartilha. Vejo pelos vídeos do Flory Models que na maioria das vezes o modelista opta por uma mistura menos diluída e alta pressão de ar, o que conjugado acaba permitindo esse spray que cobre muito mais rapidamente a superfície a ser pintada. O porém dessa técnica ao meu ver, é o acabamento final que não fica la essa maravilha. Talvez no vídeo não de pra perceber, mas se for ver o modelo ao vivo, certamente notará um trabalho mais bruto e um acabamento não muito bom.

E sobre a precisão do traço, eu não quero te atiçar, mas já tive aerógrafo Gatti e pro hobby ele dá conta muito bem do recado. Mas você talvez só vá trabalhar melhor a precisão de um traço quando evoluir pra um aerógrafo padrão iwata, ou H&S. Pode parecer frescura, mas o cenário muda completamente de figura com um aerógrafo desse tipo em mãos.

desculpe discordar, mas tenho 11 aerografos e quase um ano de curso em aerografia e traço é  99% pratica, eu levei semanas treinando todo dia para pegar a pratica, é  controle de distancia, gatilho e velocidade.

Tenho 2 Iwata Custom Microm  (CM-C 0.23 e CM-SB 0.18), um HP-C (0.2), um Eclipse (0,5), Paasche Talon, Sparmax SP-35, Gatti AG2, AG3, AG4, Lince L1500, Sagyma 775.

Todos fazem traços, a diferenca é que os chineses por ser feitos de material inferior se deterioram rapido ai em pouco tempo ficam ruins. Nao é o caso do Gatti/Lince que sao os mais resistentes porque nao tem o-ring. No caso dos Iwatas o top para tracos é o custom microm mas nao serve para o hobby, é feito para ilustracoes com aquarela que é finissima e ele mostra sua força, é muito fragil, se usar tinta de hobby da na mesma que usar um Gatti. dos Iwata, para o hobby tem que ser o eclipse por causa da resistencia, nao tem oring dentro do corpo onde vai tinta e o bico é grande e resistente. Por isso os chineses nao sao bons, eles copiam o custom microm que tem bico minusculo e bem fragil. eu ja danifiquei e custou 50 dolares so o bico.

Para o Hobby o Gatti faz traços sim com a mesma precisao dos Iwata, tem boa fluidez de tinta e é um tanque de guerra, nao tem oring, eu simplesmente lavo eles na ultrassom com thinner (mas so mergulhando sem atingir a valvula de ar) e estao sempre zerados. 

Dizer que precisa ser Iwata, H&S nao tem nada a ver, "precisao de traço" nada tem a ver com o aerografo, logico que se for um aerografo ruim, danificado atrapalha, mas nao é o caso dos Gatti. Como disse no inicio, precisao de traço, cobertura, e muitas outras coisas é questao de muito treinamento e pratica.

 

Incluir Resposta

Curtidas (0)
×
×
×
×