E então é Natal...

Rio Claro, manhã de Natal de 2013.

 

O Natal sempre foi uma data especial para mim. Não, quando eu era crianÇa (e faz tempo), meus objetos cobiÇados, aqueles que eu esperava encontrar debaixo da Árvore, não eram kits. Como toda crianÇa no inÍcio da dÉcada de 70, sonhava com a tão sonhada bicicleta Caloi (ou Monark, ou o que meu pai pudesse comprar). Um pouco mais tarde, meus sonhos eram povoados por carrinhos de ferro para minha coleÇão da Matchbox ou, o supra sumo do sonho infantil, um Rodajato, que disparava os pobres carrinhos, como dirÍamos hoje, "ao infinito e alÉm".

 

Isto durou atÉ meus oito ou nove anos, quando fui com minha avÓ na Tipografia Brasil, no Centro de Rio Claro, escolher meu presente de Natal. IncrÍvel como alguns momentos, que acabam por definir nossa vida, ficam gravados de forma indelÉvel em nossa memÓria, não É mesmo?

 

Ali, formando pilhas e pilhas, havia caixinhas com estampas de aviÕes. Com nomes impressionantes e camuflagens empolgantes, aquelas pequenas caixas apresentavam, na arte da tampa, cenas de batalhas, aviÕes rasgando o cÉu, ou atirando furiosamente enquanto outros caiam em chamas.

 

Fiquei maravilhado. Os kits, na escala 1/72, custavam relativamente barato, e minha vÓ, generosamente, me disse que eu podia escolher quatro deles. Depois de revirar muitas caixas e fazer muitas consideraÇÕes, montei minha pequena esquadrilha, com um Spitfire MkI, um F4F Wildcat, um Mustang P-51D (aquele cuja estampa apresentava-o pintado de vermelho!) e um Ki-61 "Tony".

 

Este foi o comeÇo de um hobby que, para mim, teve seus momentos de alta e de baixa, mas que me proporcionou muitos momentos felizes, alÉm de ter trazido para minha vida alguns dos meus melhores amigos.

 

Hoje, olhando os kits antigos que ainda tenho guardados aqui na casa de meus pais, no interior de São Paulo, bateu aquele saudosismo inevitÁvel. Bons tempos, pensei. Sim, bons tempos. Tempos a serem guardados com carinho na memÓria, mas que foram bem vividos, e que deixaram na memÓria alguns dos melhores momentos de minha infância.

 

Por que escrevi isto? Ah, sim... inicialmente ia ser apenas escrever uma mensagem de Feliz Natal, mas uma coisa leva a outra, e resolvi deixar aqui uma das minhas melhores lembranÇas, como forma de celebrar aqueles momentos e agradecer à minha famÍlia e  a meus amigos por fazerem parte da minha vida, neste dia de Natal.

 

Um Feliz Natal a todos os amigos da Webkits, em especial àqueles para quem estas palavras trouxeram, alÉm de satisfaÇão, boas lembranÇas.

 

Um grande abraÇo!

 

Sidney,  Natal/2013

Incluir Comment

Comentários (33)

Newest · Oldest · Popular

Bicho, apesar de ter outros pontos que esporadicamente vendiam os kits, minhas referencias eram a Tipografia Brasil (principal), a Livraria dos Estudantes e o Beltrate.....  

 

[  ]s

 

Sidney

Putz Sheriff, só agora eu vi seu post, mas como dizem, antes tarde do que nunca.

O relato do seu primeiro plastinatal....hehehehe...... é muito parecido como meu, inclusive se passando nos mesmos locais e em épocas bem próximas, realmente uma infância bem vivida, como você disse.

Agora, se fizermos uma pesquisa em Rio Claro, acredito que todo mundo deu os primeiros passos no hobby da Tipografia Brasil, que saudade daquele lugar.

 

Um grande abraço.

MUITO LEGAL!PRIMEIRA VEZ QUE VI UM KIT FOI COM MEU PRIMO,ACHO QUE ELE ESTAVA MONTANDO UM REVELL 1/72 109.ENTÃO GANHEI DO MEU PAI,INDICADO POR UM MÉDICO DA FAMILIA PARA DESTREZA MANUAL,3 KITS DA REVELL BRASIL,NO COMEÇO DOS ANOS 70,UM P40 TIGRE VOADOR 1/32, UM CAMINHÃO M35 1/40 E UM CANHÃO 105MM 1/40!!!

BOAS FESTAS PRA VC SIDNEY E FAMILIA E PRA TODOS OS AMIGOS DA WEBKITS!!!!!!ABRAÇO!

Obrigado pelos comentários e votos de Feliz Natal, Claudio, Chavez, Guilherme e Alejandro.

 

Repartir estas memórias com vocês é uma forma de perpetua-las, não é mesmo?

 

Abraço

 

Sidney

Sidney

 

Muito legal a sua mensagem. É impressionante como fez passar um filme na minha cabeça. Um filme legal, com pessoas queridas, momentos felizes e que perduram de forma cristalina na memória.

 

Um abraço e votos de um excelente 2014 a você e a quem você quer bem.

 

Guilherme 

Um feliz natal a ti e toda tua família Sidney!

De fato, o natal & kit Revell fazem uma dobradinha sentimental nostálgica p/ muitos barbados...He,he. Pelos mesmos dificultadores econômicos só conheci o 1º 'kit Revell' de minha vida no natal de 1978, os 'heróis da RAF' 1/144 uma espécie de combo com 4 kits: Typhoon, Hurricane, Spit e P-51. Mas quem montou foi meu pai! Fui montar sozinho meu 1º kit, um crusader 1/72, no natal de 1981...E fui sacar de escalas no natal de 1983...Meu 1º 1/48 P-40e...Snif,snif. Tchâu p/ vocês!

Abc e felicidades! 

 Sidney, obrigado pela mensagem!

 

 Boas ou não tão boas lembranças fazem parte não só do Natal como de toda nossa vida e este teu texto me trouxe a mente várias delas....

 

  Um forte abraço e Bom Natal para vc e sua família!

  Claudio Moura

Originally Posted by Afonso Claudio:

Sidney,

Recordar é viver, dizia o poeta, recordar boas histórias é viver duplamente, digo eu.

Feliz Natal, nesta linda Rio Claro de tantos e saudosos laços familiares.

Abs

Afonso Claudio

 

Belas palavras. Um abraço e um Feliz Natal!

Vendo este tópico, me faz lembrar de quando eu vi pela primeira vez um kit, foi na casa do meu tio, que estava montando um DC-10, no comecinho dos anos 80. Fiquei maravilhado e ele me indicou onde poderia conseguir um. No fim de semana seguinte, minha vó e minha mãe me levaram a Lojas americanas, que na época, haviam caixas e mais caixas de kits revell (bons tempos da revell no Brasil.). Eu deveria ter uns 7 anos e não sabia o que escolher. Minha mãe acabou escolhendo um 727 transbrasil para mim. Cheguei em casa e no mesmo dia, montei com a ajuda delas o kit, sem ler instrução, sem me preocupar com encaixes, sem pintura, e arrancando da árvore de qualquer jeito. Mais posso dizer que foi muito divertido, montar sem as "neuras" que temos no hobby hoje, como quando nos preocupamos com mínimos detalhes ou uma incorreção mínima do kit. Durante muitos anos a fio, ganhava só kits no natal e aniversario. Depois que  a Revell acabou no Brasil, parei o hobby e só voltei vários anos depois com a popularização da internet, podendo comprar em lojas virtuais no Brasil e mundo a fora. Foram tempos felizes e descompromissados da infância que eu guardo. Fico feliz em ver que muitos dos colegas que hoje curtem o hobby, começaram parecido  e que são igualmente carinhosas as lembranças que guardam. Um feliz natal a todos!

Quando eu era criança, lá pela década de 70, meu sonho era comprar um forte apache. Consegui depois de muito pedir ao meu pai. Quantos aos kits só me encontrei com eles na adolescência, quando fui na seção de brinquedos de uma antiga loja aqui em Osasco chamada o JUMBO.

Lembro de ter montado com certa facilidade um STUKA , da Revell na escala 1.48 e depois um TEMPEST na escla 1.72. Pintei ele de azul e vermelho, parecia uma pintura de carro de corrida... he,he,he,he...

O que me chamou a atenção na vitrine da loja que continha alguns kits montados e pintados foi as transparências com seus pilotos e metralhadoras por dentro... viajei na maionese!

Depois conheci a casa AEROBRÁS no centro de SP e cheguei a fazer uma visita no início dos anos 80 ao clube de plastimodelismo que existia no Ibirapuera, junto ao museu de aviação, com o GLOSTER METEOR logo na entrada e muitos kits expostos em uma grande vitrine logo alí.

Bons tempos de infância e adolescência que não voltam mais.

 

Feliz natal prá todos.

 

Japonês

×
×
×
×