Resposta to "Quizz 2011/2012 Reloaded"

Os combatentes eram a Royal Navy, a 'Her/His Majesty's Ship (HMS) e a Kriegsmarine (KMS).

A foto mostra a proa do KMS Admiral Hipper, momentos antes do impacto contra o destroyer HMS Glowworm. O incidente aconteceu no dia 8 de abril de 1940, durante a campanha da Noruega e Dinamarca.

Na manhã de 8 de abril, a frota comandanda pelo vice-almirante Gunther Lutjens encontrou em seu caminho o destróier Glowworm, navio integrante da flotilha britânica postada em frente a Narvik, sendo comandado pelo capitão-tenente Gerard Broadmead Roope. Sem demora, os dois destróieres alemães KMS Bernd von Arnim (Z-11) e KMS Hans Lüdemann (Z-18), apoiados pelo cruzador KMS Admiral Hipper o atacam. O capitão do Glowworm, ao ver que não teria escapatória, estendeu uma cortina de fumaça e se dirigiu, a toda velocidade, contra os inimigos. Minutos depois, o destróier britânico batia violentamente contra o Admiral Hipper, abrindo-lhe uma grande brecha no casco. O Hipper afastou-se do destróier e disparou-lhe seus canhões. Às 9 da manhã, o Glowworm, destroçado por sucessivos golpes, desapareceu sob as ondas. Mas antes tinha dado o alarme a outros barcos ingleses. Perto de Narvik, o Almirante Withworth recebeu o pedido de auxílio do Glowworm. Sem perder tempo, reuniu seus barcos e se dirigiu ao sul, para cortar o caminho aos alemães. Logo após o afundamento do Glowworm, o almirante Lutjens ordenou ao capitão Heve, comandante do Admiral Hipper, que se dirigisse com quatro destróieres para Trondheim, para ocupar aquele porto.

118 dos 149 tripulantes morreram nesse incidente.

Roope recebeu a Victoria Cross, a maior medalha militar inglesa, parcialmente devido a recomendação do Capitão de Mar e Guerra Hellmuth Heye, comandante do Almirante Hipper, que por meio de Cruz Vermelha internacional enviou uma carta ao almirantado reconhecendo a coragem de Roope.

×
×
×
×