Resposta to "Cascavel TORC"

algumas considerações sobre o projeto do Osório.

primeiro, foi a unica e real oportunidade de termos um MBT digno do nome desenvolvido e fabricado no pais.

segundo, embora tivesse, originalmente, diversos componentes importados, ha que se fazer uma distinção. na parte de, digamos, hardware, praticamente tudo havia ou haveria disponível no pais. motor MWM, transmissão ZF , suspensão Dunlop, etc. todos tinham (e têm) fabrica no pais. o casco e a integração eram Engesa. e o canhão, a exemplo do EC 90, originalmente da Cockerill belga, seria fabricado pela mesma fábrica da Engesa.

já o software, e como acontece em todos os países ocidentais, havia e há fabricantes mundiais, com escala de produção e tecnologia, para fornece-los conforme as exigências do cliente do momento. era assim com o Cascavel e Urutu, como é com um sem numero de veículos ocidentais. no caso do EB, iria depender da disponibilidade de recursos para equipá-lo.

assim, contrariamente ao que comumente se afirma, o projeto era viável, como foram os outros, o que não ocorreu foi a combinação de fatores semelhante ao caso do Cascavel.

o resto é o que se conhece.

Valls

×
×
×
×