Resposta to "Chegaram os Russos - Perdas russas durante a operação militar na Síria"

As autoridades dos Emirados Árabes Unidos (EAU) afirmaram no domingo (7) que estão prontas a enviar as suas forças terrestres para a Síria para participar do combate à organização terrorista Estado Islâmico (Daesh).

 

«A nossa postura é que a campanha atual precisa de forças terrestres», cita a agência Reuters as palavras do chanceler do país, Anwar Qarqash, «Falamos de forças militares que vão liderar o avanço no terreno e daqueles que as vão apoiar». 

No entanto, o ministro notou que «não se trata dos milhares de militares» e que o acordo dos EUA é uma condição necessária para as ações por parte dos Emirados Árabes Unidos.

Na quinta-feira (4) o conselheiro do Ministério da Defesa saudita, Ahmed Asser, disse que a Arábia Saudita expressou a sua vontade de enviar tropas à Síria com a condição de a missão ser coordenada com a coalizão liderada pelos EUA. Mais tarde, o canal televisivo CNN comunicou que Riad e os seus aliados já estão preparando até 150 mil militares para uma possível operação na Síria.

Os Emirados Árabes Unidos receberam um total de 388 carros de combate Leclerc, aos quais se juntaram 46 veículos blindados de recuperação. Os Leclerc para os Emirados foram especialmente preparados para as condições do deserto.

Além disto, os Leclerc dos Emirados estão equipados com um motor MTU 883 alemão, que embora menos potente foi considerado mais confiável para as condições do deserto. Este motor reduziu a velocidade máxima do veículo para aproximadamente 65 km/h, embora para operações no deserto este problema não seja de muita importância. 

Os Emirados Árabes Unidos mostraram-se interessados no tanque russo T-90S (abaixo), e ele está no país para testes adicionais deste 2013.

O BMP-3 também faz parte do inventario EAU, é um veículo blindado de transporte de tropas introduzido pela União Soviética no final da década de 1980. Ele é uma versão aprimorada das antigas versões, o BMP-1 e o BMP-2. O termo BMP significa, em russo, Boevaya Mashina Pehoty (Боевая Машина Пехоты, que literalmente significa "Veículo de combate de infantaria")

Entre outros armamentos do EUA se destaca a presença de 132 unidades do EE-11 Urutu, blindado 6x6 desenvolvido pela Engesa do Brasil.

 

 

×
×
×
×