Resposta to "Chegaram os Russos - Perdas russas durante a operação militar na Síria"

O Ministro de Defesa russo Sergei Shoigu afirmou que a operação da Força Aeroespacial ajudou a identificar uma série de falhas no equipamento militar do país, que posteriormente serão corrigidas.


"Ao utilizar o equipamento militar na Síria foi encontrada uma série de falhas de construção e produção", disse o ministro da Defesa durante a cerimônia dedicada à entrega de novos equipamentos ao Exército, habitualmente realizada nesta data.


A operação da Força Aeroespacial russa começou em 30 de setembro do ano passado. Desde então, os militares russos têm avaliado os armamentos em situação real de combate.


No início de outubro, durante uma conferência técnico-militar, Shoigu falou sobre a experiência adquirida na operação: "Foi adquirida experiência prática de tiro de alta precisão de grande alcance a partir de navios e submarinos nas águas dos mares Cáspio e Mediterrâneo.

Os aviões da aviação estratégica usaram pela primeira vez novos mísseis de cruzeiro X-101 com alcance de 4,5 mil quilômetros", afirmou o ministro.



Ele também sublinhou que, em geral, os armamentos russos se mostraram eficazes e seguros nas "condições duras do deserto".

×
×
×
×