Resposta to "Chegaram os Russos - Perdas russas durante a operação militar na Síria"

O chanceler de Malta, George Vella, informou à edição Times of Malta que o seu país não autorizará abastecimento de nenhum dos navios russos.



Porém, o ministro não especificou se a Rússia realmente encaminhou tal solicitação. A chancelaria de Malta informou à agência RIA Novosti que o governo maltês não irá "abastecer quaisquer navios russos que estão no Mediterrâneo".

Anteriormente, o ex-chefe do Estado Maior da Marinha russa, almirante Viktor Kravchenko, informou à agência que o próximo abastecimento dos navios russos, chefiado pelo porta-aviões Admiral Kuznetsov, poderá ser feito no Mediterrâneo próximo de Malta, com uso de navio-tanque da frota do mar Negro, e comenta não ter solicitado abastecimento em Malta.



Na quarta-feira (26), o Ministério da Defesa russo desmentiu as especulações sobre o possível abastecimento do Admiral Kuznetsov no porto espanhol de Ceuta. Ainda segundo o porta-voz Igor Konashenkov, o ministério não encaminhou solicitação alguma ao governo da Espanha relacionada ao abastecimento do porta-aviões.

×
×
×
×