Skip to main content

Resposta to "Fechamento da Loja Horiginal & perspectivas do hobby"

Como sempre, quando vou a São Paulo, apareço nas lojas de modelismo para dar uma olhada. Há dois meses atrás passei na Horiginal. O jeitão era de apocalipse. Caixas de papelão pelo chão, prateleiras vazias, kits bagunçados... Uma desorganização total. A atendente, sonsa, cansada, desinteressada, só se ocupava em teclar no próprio celular. Pensei comigo mesmo: eis aqui um negócio fadado ao insucesso...

×
×
×
×