Resposta to "Fechamento da Loja Horiginal & perspectivas do hobby"

Esdras posted:

Creio que sempre vai ter mercado de modelismo, mas alguns tendem a quase sumir.
Lembram do aeromodelo ucontrol? ou cabo controlado? Só sobrou velho.
Pode parecer que com a minha fala sou uma pessoa pessimista, mas o culpado disso é o próprio fabricante que não investe em vender o produto em lojas de brinquedos e outras como papelarias.

A mesma coisa eu costumo falar do Ferromodelismo, que era para ter kits a venda em muitos tipos de lojas e não tem, e olha que temos um bom fabricante nacional, a Frateschi.

Eu fui iniciado no plastimodelismo com 9 anos. Qual criança hoje é estimulada a qualquer tipo de modelismo? qual loja de brinquedo tem isso para vender?

Esdras

Perfeito. Não há estímulo para a molecada, que por sua vez não tem interesse.

Quantos plastimodelistas você conhece (aqui no Brasil) abaixo dos 30 ou 40 anos, que ainda praticam o plastimodelismo?

Obs: Praticam = compram modelos regularmente e montam (não vale box modelista e nem frequentador de site que apenas dá pitaco e não monta nada).

50 pessoas? Daqui há 30 anos estes 50 plastimodelistas (fora nós que já estaremos mortos) vão se reduzir a 10 ou menos que isso...aqui no Brasil, neste tempo talvez nem mercado nacional exista mais para o plastimodelismo, visto que quem abre loja de plastimodelismo geralmente está ligado ao hobby.

Dificilmente alguém que não é do ramo abre uma loja para venda de plastimodelos ou modelos.

A cada ano eu só ouço dizer que os kits estão muito caros, não compro mais kits como comprava antigamente, a grande maioria de nós compra menos que 1 kit por mês (salvo raras exceções que compram 4 ou 5 por mês, vide que "Qual kit acabou de chegar na sua casa", mas estes são pontos fora da curva), são menos de 12 kits por ano/plastimodelista. Eu arriscaria dizer que na média, o mercado vende uns 4 ou 5 kits por ano/modelista. Isso não vai longe...

×
×
×
×