Resposta to "Fechamento da Loja Horiginal & perspectivas do hobby"

Paulo,
 
Tenho uma coleção de selos que começou com meu avô, de vez em quando dou uma olhada, mas nunca tive tempo de reorganizar e muito menos de cuidar daqueles que ainda estão colados... Está igual ao que era há uns 15 anos atrás, quando selos ainda eram comuns.
 
Mantenho também uma pequena coleção de moedas, cada vez que viajo trago algumas, mas nunca comprei nem vendi, se aparecer na minha mão algo mais diferente ótimo, senão paciência.
 
Tenho uma bela coleção de Colherzinhas de Prata que foi do meu pai, estou dando sequencia na tradição, seja comprando ou pedindo para amigos. No exterior ainda são comuns, mas a maioria é bem inferior, ano passado encontrei um punhado muito baratas, mas eram de plástico! Achei também em metal, mas o preço... Nunca vi ninguém colecionar isto no Brasil, com certeza se tiverem alguns, são muito menos do que plastimodelistas.
 
Comecei outras coleções menores de Die-Casts, mas a única que realmente mantenho é de Hot Wheels temáticos. Esta talvez seja a mais surpreendente, tem gente disposta a pagar fortunas em determinados carrinhos!
 
Agora meu xodó mesmo, embora tenha poucas, são máquinas fotográficas e acessórios.
 
Já que a maioria destas coleções tende a valorizar, então devem ser continuadas pelos filhos ou se compensar, até serem vendidas.
 
Como plastimodelismo não valoriza praticamente nada e nenhum dos filhos monta, me concentro nos kits, quando montar todos ou como disseram por aqui, quando o hobby terminar de vez, passo para meus selos, moedas e colherzinhas 
 
Agora que não tenho intenção de colecionar mais nada, a não ser que elimine algo ou mude para um apartamento maior, parece que surgem cada vez mais coisas interessantes... Murphy? Cerca de um mês atrás encontrei sem querer, algumas edições daquelas antigas "Locomotivas do Mundo" da Del Prado, em promoção... Dá para resistir?
 
PlastiAbraços
×
×
×
×