Resposta to "VOCÊ CONHECE ALGUÉM QUE ABANDONOU O HOBBY OU TROCOU POR OUTRO ?"

Eu fiquei um bom tempo alternando entre o plastimodelismo e o férreo, uma vez ou outra comprava algum diecast. Cada vez que isso ocorria me desfazia de tudo e começava do zero. Nunca me arrependi de vender kits que nunca mais encontrei, mas me arrependo de ter vendido alguns trens porque ou não os encontro mais ou estão custando agora uma exorbitância. 

No ano passado peguei forte no plasti, montei até o final quase uma dezena de modelos, mas agora decidi me concentrar no férreo e botei tudo a venda no mercado de pulgas.

Muitas coisas pesaram na minha decisão final, uma delas é morar em apartamento, a esposa sempre se incomodava com o cheiro dos químicos; outro fator foi o que o Oswaldo falou, o plastimodelismo é um hobby bastante solitário, percebi que passava muito tempo comigo mesmo e acabava negligenciando a convivência com as pessoas que amo.

Também pesou um pouco o fato de que no plasti você só tem algo concreto ao terminar o modelo, no férreo não necessariamente, as coisas parecem correr num ritmo mais vagaroso e colecionar os trens, por si só, já é um hobby.

As vezes bate uma vontade de montar algo, mas acompanhando as montagens dos colegas do fórum ou algum canal de modelismo do YouTube consigo "sublimar" essa vontade; quem sabe futuramente monte uma ou outra militaria, mas sem perspectivas de transformar isso num hobby.

 

×
×
×
×