Acrilex

Fizage,

Ao que parece, Você já pesquisou sobre o hobby, então talvez as minhas dicas sejam meio primárias, mas de qualquer modo, aqui vão. Antes, um pouco do meu background.

Monto continuamente há pouco mais de 25 anos anos, basicamente aviação 1/48, 1/32 e 1/72, mas com alguma militaria 1/35 ao longo do caminho e, mais recentemente, algo de naval, especificamente um destroyer alemão 1/700 semi-acabado e vários navios no estoque  (os trabalhos do Paulors aqui na WK são minha inspiração! Um dia chego lá). Ao longo desses anos, adquiri talvez uns 1000 kits e uma infinidade de acessórios, tintas e ferramentas. Tenho um quarto em casa só para o hobby, com toda a parafernália necessária.  Ainda ocupo dois depósitos na garagem abarrotados com kits, incluindo os lançamentos mais recentes. Em resumo, é um hobby que pode se tornar um "saco sem fundo". No final, depende do que Você quer com ele. Se for para montar um ou outro kit de vez em quando, para relaxar e sem se preocupar com acuracidade, é uma coisa. Agora, se for para tentar montar modelos primorosos , que impressionam outros modelistas com a qualidade do seu trabalho ou para participar e ganhar concursos e ter medalha na prateleira, é uma outra estória. Se prepara para investir pesado se esse for o seu objetivo, pois sem as ferramentas e recursos adequados, dificilmente Você chega lá.

Confesso que estou um pouco nessa segunda categoria, mas sempre tentando ficar na primeira, exceto pela parte dos concursos, que não tenho mais saco de participar, só de ir para encontrar os amigos aqui da WK e aprender alguma coisa com o trabalho dos outros (nesse hobby, há sempre algo a aprender).

Quando voltei ao hobby no começo dos anos 90, depois de montar uns kits na infância, o meu processo foi mais ou menos o seguinte: na época, comecei a me interessar por simuladores de voo de PC, em particular os de combates aéreos. Isso despertou o interesse de ter os aviões representados fisicamente, em modelos montados. Na mesma época, visitando um dia uma banca, descobri a FineScale Modeller Magazine, que na época, era A revista de modelismo.  Ainda tenho o exemplar que comprei nesse dia, com um Spitfire do ás Johnnie Johnson na capa. O nível de detalhe do kit na capa me chamou a atenção. Confesso que não consegui distinguir se o avião era real ou modelo. Hoje em dia, com os meus olhos mais treinados, essa diferença seria óbvia, mas foi o suficiente para eu decidir que queria fazer um trabalho como aquele. Comprei então na primeira oportunidade três kits 1/72 da Airfix: um P-39, um Corsair e uma B-25. Montei todos sem qualquer acessório (nem sabia o que era isso), pintando com pincel usando tintas Humbrol, mas tentando caprichar ao máximo.  É óbvio que o resultado não ficou igual ao tal Spitifire, mas foi o que me ajudou a perceber alguns problemas, oportunidades de melhoria  e motivou a procurar mais informações sobre como montar um excelente modelo, as ferramentas necessárias, técnicas, etc. e ir testando algo novo a cada montagem.

Nessa mesma revista, eu vi que a editora Kalmbach tinha alguns livros que ensinavam conceitos básicos e técnicas de modelismo. Comprei então todos eles e li de cabo a rabo várias vezes, fazendo então uma lista de todas as ferramentas e produtos que precisaria para levar minhas montagens para um outro nivel. Na primeira viagem aos EUA, trouxe tudo da lista, em especial o aerografo e um compressor pequeno.

Os próximos kits que montei foram um F9F Panther e uma B-17 da Monogram, ambos 1/48. Esses já ficaram melhores e estão na minha vitrine até hoje. Rebaixei as linhas de painel do Panther e usei um aerógrado Bagder 150 e compressor para a pintura dos kits pela primeira vez. Usei tintas da Testors, mas hoje não as usaria de jeito nenhum para pintar um modelo, talvez só para um ou outro detalhe, pois há tintas melhores no mercado.Também comecei nessa época a montar a minha biblioteca de referências, algo indispensável para o modelista.

Desde então, a coisa foi progredindo até o ponto em que estou hoje. Mas, como eu disse, continuo aprendendo a cada dia, seja uma técnica nova com outros modelistas, um novo produto, uma nova marca de tinta, e por aí vai. 

Quanto ao meu processo de escolha de um kit kit para montar, ele geralmente está associado a algo que eu li a respeito sobre o avião, tanque ou navio ou algum documentário que eu vi  (também tenho uma videoteca de aviação e outros temas militares bem extensa). Pegar simplesmente um kit do meu estoque para montar não funciona muito para mim. Tem que ter algum contexto histórico ou, pelo menos, eu achar o avião bonito. Claro, não é sempre assim, mas é o que me motiva mais a ficar horas na bancada com um kit.

Portanto, com base na minha experiência, minhas sugestões para Você são as seguintes:

- Começa com qualquer kit na escala da sua preferência, desde que seja de uma das grandes marcas (Hasegawa, Tamiya, Airfix, Academy, Revell, Italeri, Monogram, Trumpeter, Hobby Boss, Heller, talvez) . Marcas menores ou menos conhecidas podem ter kits mais difíceis de montar ,o que pode te desanimar. Dito isso, montar um kit da Tamiya é certamente uma melhor experiência do que montar um kit da Heller, mas a ideia no começo é Você perceber onde pode melhorar, quando terminar a montagem. Escolhe algum kit que tenha alguma relevância histórica para Você: Algum avião da FAB? Algum avião/tanque/navio que participou da batalha XPTO? Ou avião de uma determinado às? A coisa fica mais interessante, a meu ver, se tem algum contexto histórico associado ao modelo.

- Começa com ferramentas básicas. Se Você sair comprando toda ferramenta que achar que vai precisar, pode terminar gastando uma pequena fortuna e, no final, deixar elas na gaveta. Deixa a experiência te dizer o que Você precisa. Mesmo assim, acho que um compressor e um aerógrafo, que são talvez as ferramentas mais caras, são bons investimentos, se Você pretende ficar algum tempo no hobby. Mesmo que não fique, pode revendê-los aqui no forum ou no ML depois. Não compra aerógrafo e compressor "xingling", nem aerógrafo que seja difícil de manter. Tenho aérografos e compressores de várias marcas, mas  o meu "arroz com feijão" é o Badger 150 e compressor Badger. Duram anos, se bem cuidados.

Tintas: para o aerógrafo, usa Gunze esmalte, sem erro. São fáceis de usar, tem um acabamento excelente, e zilhões de cores. Duram uma infinidade e se secarem um pouco no recipiente, podem ser diluídas com o produto próprio da Gunze. Para pintar detalhes com pincel, Vallejo acrílicas. Também tem uma infinidade de cores, e como diluem com água, qualquer erro, Você pode apagar com um cotonete umedecido. Mais adiante, Você pode tentar outras marcas de tinta, mas essas são as que vão te dar menos dor de cabeça no começo.    

Acessórios, decalques, etc: tem uma infinidade de opções, mas acho que não é o caso comentar aqui.

Acho que é isso. Espero ter contribuído um pouco para o seu inicio exitoso no hobby. Se eu puder ajudar em algo mais, fica à vontade para me mandar uma MP.

Abs,

Ivan

 

 

 

Rogerio77 posted:

Tenho uns 38 anos de plastimodelismo, e nunca consegui me adaptar a tintas acrílicas. Sendo assim, nestes tempos difíceis de conseguir tintas esmalte importadas, tenho recorrido não só às tintas, mas também cola líquida e outros produtos da War Scenics. É um fabricante daqui da capital do RJ que tem preços bem compatíveis e produtos muito bons.

Veja aqui

Rogerio, me diz uma coisa, como você escolhe as cores? tem tabela de conversão? Como descobrir qual cor da War Scenics equivale na humbrol?

Fizage posted:

Galera, quanto à verniz da Acrilex, presta? melhor o brilho fácil ou  o bravo? Não tenho condições de adquirir o Future pois no atual momento não conheço ninguém que vá para o USA... 

sim, tem 3 tipos... o verniz de lata que é enamel, o verniz acrílico brilhante e fosco e a laca a base de agua brilhante e fosca.

para o que vc quer pode ser o acrílico ou a laca. a laca diz no rotulo que é como o verniz mas com acabamento melhor...

Fizage posted:
Rogerio77 posted:

Tenho uns 38 anos de plastimodelismo, e nunca consegui me adaptar a tintas acrílicas. Sendo assim, nestes tempos difíceis de conseguir tintas esmalte importadas, tenho recorrido não só às tintas, mas também cola líquida e outros produtos da War Scenics. É um fabricante daqui da capital do RJ que tem preços bem compatíveis e produtos muito bons.

Veja aqui

Rogerio, me diz uma coisa, como você escolhe as cores? tem tabela de conversão? Como descobrir qual cor da War Scenics equivale na humbrol?

Não se guie unicamente pelas indicações dos manuais. Faça um pesquisa e descubra o nome da cor correta.

Se não conseguir achar, basta perguntar para o Fábio (War Scenics) e ele te dirá o melhor conjunto de tintas.

O catálogo da WarSc é muito legal. E tem muita pesquisa envolvida para chegar aos tons corretos.

A tinta deles só não faz tanto sucesso porque é enamel (alguns não gostam do cheiro) e, antigamente, tinha problemas de secar no pote (não tive problema com os potes novos).

Três kits 1/72 pintados com WS:

4

def9

Esse último foi pintado com uma cor indicada pelo Fábio. Se eu tivesse ido pela indicação do manual, o avião teria ficado com cor de avião polonês ao invés de tcheco.

 

 

 

 

 

Marco S J C posted:
Fizage posted:
Rogerio77 posted:

Tenho uns 38 anos de plastimodelismo, e nunca consegui me adaptar a tintas acrílicas. Sendo assim, nestes tempos difíceis de conseguir tintas esmalte importadas, tenho recorrido não só às tintas, mas também cola líquida e outros produtos da War Scenics. É um fabricante daqui da capital do RJ que tem preços bem compatíveis e produtos muito bons.

Veja aqui

Rogerio, me diz uma coisa, como você escolhe as cores? tem tabela de conversão? Como descobrir qual cor da War Scenics equivale na humbrol?

Não se guie unicamente pelas indicações dos manuais. Faça um pesquisa e descubra o nome da cor correta.

Se não conseguir achar, basta perguntar para o Fábio (War Scenics) e ele te dirá o melhor conjunto de tintas.

O catálogo da WarSc é muito legal. E tem muita pesquisa envolvida para chegar aos tons corretos.

A tinta deles só não faz tanto sucesso porque é enamel (alguns não gostam do cheiro) e, antigamente, tinha problemas de secar no pote (não tive problema com os potes novos).

Três kits 1/72 pintados com WS:

4

def9

Esse último foi pintado com uma cor indicada pelo Fábio. Se eu tivesse ido pela indicação do manual, o avião teria ficado com cor de avião polonês ao invés de tcheco.

 

 

 

 

 

Ficaram muito bons!! Eu vou procurar saber com a War Scenics pois ta difícil achar as cores.. tem vários sites que vendem humbrol porém a diversidade de cores é bem.. como posso dizer.. precária.. rs

Fizage posted:

Olá galera, bom, tendo em vista a grande dificuldade de achar variedade de cores, e disponibilidade de thinner/ primer, venho aqui saber dos colegas a opinião de vocês sobre Acrilex, tanto das tintas acrílicas foscas/metal colors, quanto do primer e do thinner. Sou novo no plastimodelismo, ainda pesquisando sobre tudo, e uma coisa que me deixa perdido é quanto as cores de tintas assim como marcas e preços. Infelizmente no nosso país os valores são muito abusivos, o que nos faz correr para importação; a questão é: Vou importar um kit o qual não sei as cores, junto com colas( normal da Tamiya e extra thin da Ammo Mig Jimenez ), putty( Tamiya) e fita Tamiya. Quer dizer que terei que esperar o kit chegar para ver as cores que precisarei para posteriormente ter que fazer nova encomenda, aguardar chegar para ai sim poder montar? Então uma alternativa prática e barata seria a Acrilex, a qual tem primer, solvente/thinner, e múltiplas cores. Já sei que terei que misturar algumas para chegar numa determinada cor específica, porém quero saber de vocês, vale a pena eu comprar Acrilex, ou vocês acham melhor realmente investir em tintas Tamiya em conjunto com o primer e o Thinner da mesma?

OBS: Impraticável pagar R$30,00 em uma tinta de 10ml da Tamiya aqui no Brasil, sendo que lá fora custa U$1.69, isso quando tem...

Minha dica: Você está na cidade do Rio de Janeiro? 

Caso sim, faça contato com pessoal dos grupos daí.

Até onde sei me parece que são dois: APRJ e GCP, e marque de encontrar com uns feras para aprender algo. Tem um tal de Elmo que pinta avião com Acrilex e fica legal. Pessoalmente eu não consigo. Comigo só no pincel e olha lá. 

Se quiser o contato de alguns cariocas que usam Acrilex, me chama em pvt que te passo alguns contatos. 

Abraço e boa sorte. 

Eu não gostava de acrilex quando comecei no hobby no final de 2015... eu comprei compressor e aerógrafo antes de comprar o primeiro kit. eu tentei usar acrilex e nao consegui, ai qdo pintei com automotiva ou tamiya, gunze, etc, pensei... acrilex é uma M...

em 2016 fiz um curso de aerografia só por hobby e no curso se usava tinta a base de agua

depois de uns meses no curso eu fui pintar um kit com Acrilex e num passe de magica elas viraram tintas boas :-)

por isso falo que acrilex é só aprender a técnica, como eu tive uma professora me ensinando, sei como tem varios macetes, principalmente para fazer a ancoragem sem escorrer ou saturar. mas a tinta em si é tao boa quanto qualquer uma de hobby, é questão de saber usar no aerógrafo.

O resultado fica igual, se eu colocar dois kits, um pintado com gunze e outro com acrilex do lado vc não vai saber dizer que tinta tem neles porque os dois tem o mesmo acabamento

Sabendo usar Acrilex só se compra de hobby se tiver preguiça de fazer a cor.
porque do resto as vantagens da acrilex: é não toxica, é barata, acha fácil, não tem cheiro e é MUITO mais divertida de pintar no aerógrafo... mais desafiadora...

aqui mesmo no fórum já teve alguns que tiveram problemas de saúde por usar produtos tóxicos.

 

Eu uso pincel e tenho usado a Acrilex (e outras solúveis em água) pelas características acima - sem cheiro, secagem rápida, preço etc.

Não somente para o Fizage, mas para iniciantes que queiram usar a Acrilex, não recomendo as Metal Colors, são muito ralas e granuladas. Para cores metálicas, melhor o nanquim da própria Acrilex.

Quanto às foscas comuns sugiro, além do branco, este "conjunto básico":

amarelo 505
vermelho 507
azul turquesa 501
verde oliva 545
verde musgo 513
caramelo 596
telha 932
marrom 531
areia lunar 879
cinza 933
grafite 530

Misturando essas cores dá pra fazer várias das cores usadas no hobby. Só não gosto muito do preto fosco da Acrilex. Em hélices, painéis, etc uso de outra marca.

Tabela dinâmica de conversão de cores entre fabricantes (requer Flash habilitado - se não estiver entre em configurações - Chrome - e selecione "permitir"). 

(Fonte: fórum da Fine Scale Magazine):

https://www.paint4models.com/p...chart20100101h.html#

Espero que ajude com a questão das cores de camuflagem. Não serve para Acrilex, obviamente.

Abração

A minha manha nas raras vezes que eu me arrisquei com Acrilex foi criar alguns chips de cores das tintas importadas que eu tenho em estoque para usar como referência olhometral na mistura . No meu caso só uso as brilhantes, pois dá pra diluir com alcool 46°, mas acabei usando apenas o branco, já que 30 taoquêis num pote de Tamiya é algo impensável (não conheço nada melhor que o branco da Tamiya no aerógrafo, só que ainda não descobri uma árvore que dê dinheiro)

Conselho adicional? Desencana um pouco dessa porr@ de cor exata pq vc vai acabar de cabelo em pé. Sério. Equipamento em campo leva porrada de tudo que é jeito e se deixar a soldadesca da manutenção pinta até com cal e broxa!

Outra: você compra duas latinhas de tinta de lotes diferentes da humbrol, por exemlo. A primeira acaba e você abre a segunda pra retocar e... surpresa! A cor não é igual! Tô falando: desencana e confie na sua pesquisa e habilidade com montagem e pintura. Vai rolar de primeira? NÃO! Você vai estar cascudaço, experiente, montando há vinte anos e PÁ! A cagada acontece e o kit fica uma porcaria. Beleza, vida que segue, você aprende com os erros e acertos e parte para o próximo kit. 

Pra concluir: Monte goiabas! kit ruim, medonho e bizarro mesmo! Além de ter colega que vai te implorar pra voce comprar uma abantesma dessas por um preço irrisório, voc~e ainda vai aprender e se divertir de monte! Escolha o assunto que você curte: gosta de avião? monta avião. Carro? Tanque?Monte o que te dá tesão. Uma vez perguntei pra um colega o que ele achava que tinha dentro da caixa de um kit. A resposta foi correta: Um monte de plástico. Eu só complementei: Tem um monte de sonhos. 

Bem vindo ao hobby.

 

 

jacavoadora posted:

A minha manha nas raras vezes que eu me arrisquei com Acrilex foi criar alguns chips de cores das tintas importadas que eu tenho em estoque para usar como referência olhometral na mistura . No meu caso só uso as brilhantes, pois dá pra diluir com alcool 46°, mas acabei usando apenas o branco, já que 30 taoquêis num pote de Tamiya é algo impensável (não conheço nada melhor que o branco da Tamiya no aerógrafo, só que ainda não descobri uma árvore que dê dinheiro)

Conselho adicional? Desencana um pouco dessa porr@ de cor exata pq vc vai acabar de cabelo em pé. Sério. Equipamento em campo leva porrada de tudo que é jeito e se deixar a soldadesca da manutenção pinta até com cal e broxa!

Outra: você compra duas latinhas de tinta de lotes diferentes da humbrol, por exemlo. A primeira acaba e você abre a segunda pra retocar e... surpresa! A cor não é igual! Tô falando: desencana e confie na sua pesquisa e habilidade com montagem e pintura. Vai rolar de primeira? NÃO! Você vai estar cascudaço, experiente, montando há vinte anos e PÁ! A cagada acontece e o kit fica uma porcaria. Beleza, vida que segue, você aprende com os erros e acertos e parte para o próximo kit. 

Pra concluir: Monte goiabas! kit ruim, medonho e bizarro mesmo! Além de ter colega que vai te implorar pra voce comprar uma abantesma dessas por um preço irrisório, voc~e ainda vai aprender e se divertir de monte! Escolha o assunto que você curte: gosta de avião? monta avião. Carro? Tanque?Monte o que te dá tesão. Uma vez perguntei pra um colega o que ele achava que tinha dentro da caixa de um kit. A resposta foi correta: Um monte de plástico. Eu só complementei: Tem um monte de sonhos. 

Bem vindo ao hobby.

 

 

Colocações muito corretas, tá ai a fórmula para o divertimento no hobby, desde que queira se divertir mais do que medir habilidades e ganhar troféus.

Obrigado galera, fiz uma( várias) compra(s) no mercado livre de tudo(quase) que vou precisar inicialmente. Comprei dois kits da airfix 1:72 e comprei umas tintas da War Scenics( vou buscar amanhã). Assim que todas as encomendas chegarem vou começar a brincadeira, e mantenho vocês à parte da minha jornada, rs.

Petuco posted:
jacavoadora posted:

A minha manha nas raras vezes que eu me arrisquei com Acrilex foi criar alguns chips de cores das tintas importadas que eu tenho em estoque para usar como referência olhometral na mistura . No meu caso só uso as brilhantes, pois dá pra diluir com alcool 46°, mas acabei usando apenas o branco, já que 30 taoquêis num pote de Tamiya é algo impensável (não conheço nada melhor que o branco da Tamiya no aerógrafo, só que ainda não descobri uma árvore que dê dinheiro)

Conselho adicional? Desencana um pouco dessa porr@ de cor exata pq vc vai acabar de cabelo em pé. Sério. Equipamento em campo leva porrada de tudo que é jeito e se deixar a soldadesca da manutenção pinta até com cal e broxa!

Outra: você compra duas latinhas de tinta de lotes diferentes da humbrol, por exemlo. A primeira acaba e você abre a segunda pra retocar e... surpresa! A cor não é igual! Tô falando: desencana e confie na sua pesquisa e habilidade com montagem e pintura. Vai rolar de primeira? NÃO! Você vai estar cascudaço, experiente, montando há vinte anos e PÁ! A cagada acontece e o kit fica uma porcaria. Beleza, vida que segue, você aprende com os erros e acertos e parte para o próximo kit. 

Pra concluir: Monte goiabas! kit ruim, medonho e bizarro mesmo! Além de ter colega que vai te implorar pra voce comprar uma abantesma dessas por um preço irrisório, voc~e ainda vai aprender e se divertir de monte! Escolha o assunto que você curte: gosta de avião? monta avião. Carro? Tanque?Monte o que te dá tesão. Uma vez perguntei pra um colega o que ele achava que tinha dentro da caixa de um kit. A resposta foi correta: Um monte de plástico. Eu só complementei: Tem um monte de sonhos. 

Bem vindo ao hobby.

 

 

Colocações muito corretas, tá ai a fórmula para o divertimento no hobby, desde que queira se divertir mais do que medir habilidades e ganhar troféus.

Boa!

Abs, Ivan

Fizage posted:

Obrigado galera, fiz uma( várias) compra(s) no mercado livre de tudo(quase) que vou precisar inicialmente. Comprei dois kits da airfix 1:72 e comprei umas tintas da War Scenics( vou buscar amanhã). Assim que todas as encomendas chegarem vou começar a brincadeira, e mantenho vocês à parte da minha jornada, rs.

Essa parada! Se precisar, chama a gente. Enquanto isso, vai dando uma olhada nas montagens da bancada virtual e dos Group Builds.

Aqui,ó (gente maluca):

https://webkits.hoop.la/topic/dobradinha-do-jet

https://webkits.hoop.la/topic/...lly-rogers-esci-1-72

Gente mais ou menos normal:

https://webkits.hoop.la/topic/...m-zvezda-1-72?page=1

https://webkits.hoop.la/topic/bf-109a-1-arsenal-1-48

jacavoadora posted:
Fizage posted:

Obrigado galera, fiz uma( várias) compra(s) no mercado livre de tudo(quase) que vou precisar inicialmente. Comprei dois kits da airfix 1:72 e comprei umas tintas da War Scenics( vou buscar amanhã). Assim que todas as encomendas chegarem vou começar a brincadeira, e mantenho vocês à parte da minha jornada, rs.

Essa parada! Se precisar, chama a gente. Enquanto isso, vai dando uma olhada nas montagens da bancada virtual e dos Group Builds.

Aqui,ó (gente maluca):

https://webkits.hoop.la/topic/dobradinha-do-jet

Pô, mestre, vai jogar o cara na vala logo de saída ... 

Jet Commando posted:
jacavoadora posted:
Fizage posted:

Obrigado galera, fiz uma( várias) compra(s) no mercado livre de tudo(quase) que vou precisar inicialmente. Comprei dois kits da airfix 1:72 e comprei umas tintas da War Scenics( vou buscar amanhã). Assim que todas as encomendas chegarem vou começar a brincadeira, e mantenho vocês à parte da minha jornada, rs.

Essa parada! Se precisar, chama a gente. Enquanto isso, vai dando uma olhada nas montagens da bancada virtual e dos Group Builds.

Aqui,ó (gente maluca):

https://webkits.hoop.la/topic/dobradinha-do-jet

Pô, mestre, vai jogar o cara na vala logo de saída ... 

E já trago o saco preto! Já falei que tá fazendo falta um GB goiabas III. Foram os melhores nos tempos áureos dessa espelunca!

jacavoadora posted:
Jet Commando posted:
jacavoadora posted:
Fizage posted:

Obrigado galera, fiz uma( várias) compra(s) no mercado livre de tudo(quase) que vou precisar inicialmente. Comprei dois kits da airfix 1:72 e comprei umas tintas da War Scenics( vou buscar amanhã). Assim que todas as encomendas chegarem vou começar a brincadeira, e mantenho vocês à parte da minha jornada, rs.

Essa parada! Se precisar, chama a gente. Enquanto isso, vai dando uma olhada nas montagens da bancada virtual e dos Group Builds.

Aqui,ó (gente maluca):

https://webkits.hoop.la/topic/dobradinha-do-jet

Pô, mestre, vai jogar o cara na vala logo de saída ... 

E já trago o saco preto! Já falei que tá fazendo falta um GB goiabas III. Foram os melhores nos tempos áureos dessa espelunca!

apoiado, tenho umas aqui 

Apenas para dar o feedback à todos que me ajudaram( e muito) segue uma foto do meu início no hobby,rs. Agora é para valer!!

 

Ainda falta chegar o primer( mr.surface 1000 da gunze) e o thinner do mesmo.

Vou testar tudo e começar a ver o que melhor me adapto.

Obs. O Fábio, das tintas war scenic, é muito atencioso, super gente boa, gosta de bater papo e me deu altas dicas, uma pena eu ter ido lá com tanta pressa. Muito obrigado à todos, e partiu estudar e montar os modelos, rs.

Fizage,

Para esses kits da Airfix, e se usar tintas War Scenic, Você provavelmente não vai precisar do Mr Surfacer. Esse produto é geralmente usado quando a montagem envolve muito lixamento, para eliminar os ricos da lixa e outras imperfeiçoes que ficam. Também é usado como base para duco. É um produto meio chato de usar, pois para a superfície ficar  perfeitamente lisa, Você precisa acertar na proporção thinner/Mr Surfacer e pressão do compressor. Senão a superfície fica toda rugosa e Você vai ter que lixar para eliminar essas imperfeições. Trabalho totalmente  desnecessário se o kit já é bom. Sugiro deixar para kits mais complicados, com encaixes ruins, portanto com frestas a serem preenchidas/eliminadas, que Você certamente irá montar mais adiante.

Abs, Ivan 

Incluir Resposta

Curtidas (0)
×
×
×
×