Skip to main content

Olá pessoal, depois de muito tempo eu entrei no site Luftwaffe 39-45 e descobri que está fora do ar. É sem dúvida um dos melhores sites de pesquisa sobre aviação alemã da segunda guerra, mas infelizmente não consigo acessar. Alguém sabe dizer se está passando por manutenção ou foi simplesmente tirado do ar devido algum outro problema? Valeu!

Original Post

Replies sorted oldest to newest

Valeu Pak, eu curtia muito o Luftwaffe 39-45, era em português, excelente material de pesquisa, fotos raras uma maneira honesta de abordar a história da Força Aérea Alemã. Muito triste perder uma fonte dessas. Gostaria de saber o motivo da saída do ar, se foi por problemas de custo para manter o site, ou, e eu não dúvido nada, por motivos de censura dos patrulheiros da "ditadura do politicamente correto" ( o correto apenas na visão deles, claro) que dominam hoje a internet.

@pak43 posted:

Olha Alberti eu tenho a impressão que pode ser mais talvez uma questão financeira,não tenho ideia de quanto custa para manter um site.

Ironicamente, quanto maior o tráfico de dados, maior o custo.

Também depende do que você vai rodar nele. No entanto, pode ser que não sejam apenas questões econômicas, mas pessoais também. E, mesmo que seja pelo custo, talvez nem seja tão caro, se for uma despesa e o mantenedor estiver sem emprego, é uma das coisas a ser cortadas. A WK, por exemplo, é abrigada lá fora e o custo é em dólares.

Tenho o site nos favoritos e sempre dou uma olhada. Saiu da net recentemente.

Alguns meses atrás o proprietário do site postou na página um pedido de ajuda, pois estava passando por dificuldades financeiras, se não me engano estava desempregado. Tinha inclusive um link para enviar grana e número do PIX.

É uma pena, mas vamos aguardar e torcer para que seja passageiro.

Ah sim Brettas, eu fiquei sabendo disso, com certeza a crise gerada pela peste chinesa levou a isso, mas gostaria até de saber quem ele é que talvez poderia ajudar de alguma forma.

Em tempos dessa peste chinesa a nunca sabe o que pode ter acontecido, recentemente tive a notícia de que um amigo, Alan, que mantinha um site de humor " Gizmo Filmes", onde ele fazia divertidas redublagens de filmes e séries, principalmente do Batman, morreu devido a essa desgraça.

.

com o passar dos anos infelizmente muitos sites bacanas foram saindo do ar,e  é cada vez mais difícil encontrar boas informações e referências. Os motivos podem ser muitos, mas a popularização das redes sociais pode ter alavancado esse fim.

Quanto ao custo de se manter um site concordo com o Xerife, uma coisa é certa, manter um site hoje em dia demanda muito mais do que só vontade de fazer.

Last edited by SPRUEMASTER

Colegas,

Um provedor cobra por ano, para hospedar um site bem básico, cerca de R$ 500, mais R$ 40 para despesas de domínio, isto não inclui custos iniciais de desenvolvimento e implantação, nem quando são necessárias certas atualizações.

Então desde que alguém monte a estrutura do site para você, algo na faixa de uns R$ 600/ano ou 50/mês, parece baratinho não?

Porém, se o seu site for um "fracasso" não haverá maiores problemas, mas se for um "sucesso" a coisa muda totalmente de figura.

Planos básicos usam servidores compartilhados, baseados em aplicativos Windows ou Linux básicos e uma banda limitada.

A tal banda funciona mais ou menos como num plano de celular, a diferença e que quando no celular você compra digamos 20 GB/mês e eles acabam, a velocidade cai ou você compra uns GB adicionais por um preço relativamente aceitável, que gerlamente demoram para expirar ou nem expiram.

Já num site você contrata uma determinada banda que quando acaba, ou ele para de funcionar (raro) ou você (quase sempre) paga um adicional substancial (praticamente uma multa) se ultrapassar do limite contratado, dentro do mês.

Logo, aquele plano baratinho que atendia perfeitamente um punhado de amigos, pode se tornar um pesadelo, se receber mais que uns mil visitantes por dia.

Então primeiro é preciso estimar muito bem a banda que vai usar, lembrando que o contrato é fechado por ano e a banda medida por mês... Ou seja, se recebe poucos acessos em certas datas, como férias ou fim de ano, mas muitos em outros periodos, você tem que fechar pelo limite superior, mesmo não usando (a banda aqui não é cumulativa).

Para complicar um pouco mais, independente da banda, o servidor compartilhado pode a não ter potência para suprir seus visitantes, sendo necessária então, uma solução semi dedicada ou dedicada, cujo custo sobe exponencialmente.

Finalmente os ambientes básicos de software também podem não aguentar, obrigando a usar aplicativos mais especializados e consequentemente bem mais caros.

Outra opção é optar por alternativas fora do Brasil, geralmente mais em conta, neste caso deve se considerar a latência (um servidor "maior" nos EUA tende a demorar mais para entregar um resultado do que outro "menor" aqui no Brasil) e principalmente torcer para o câmbio se manter, pois vai pagar tudo em US$, por no mínimo um ano.

Em outras palavras, um site maiorzinho que funcione bem, pode chegar fácil nuns US$ 500/mês... E se não funcionar bem (muito lento, não responde etc.), seus visitantes desistem e tudo que você investiu vai pelo ralo... Vai pagar uma nota para atender uns poucos gatos pingados...

Este equilíbrio entre "mínimos" e "máximos" é muito complicado de prever e manter, isto sem considerar os fatores externos, pode surgir uma pandemia, um concorrente ou simplesmente desinteresse daquilo que o site trata.

Se fosse fácil fazer websites baratos ou até ganhar algum dinheiro com eles, haveriam muitos por aí, no geral a maioria dura apenas alguns anos (se muito) e morre, mas como são substituidos por outros novos, causam uma falsa impressão de diversidade, quando na realidade, são apenas uns poucos (geralmente maiores) que sempre se mantém.

Tem mais uma série da fatores a serem considerados, mas já me estendi demais...

PlastiAbraços

Incluir Resposta

×
×
×
×
Link copied to your clipboard.
×