A-10 Thunderbolt II

 

Meses depois de protelar a viagem para o cemitÉrio, o aguerrido A-10 Thunderbolt II estÁ sendo enviado para o Oriente MÉdio, onde ele poderÁ ser usado para combater militantes islâmicos no Iraque e na SÍria.

 

Uma unidade da Guarda AÉrea Nacional de Indiana que opera as aeronaves da Época da Guerra Fria, conhecidos como Warthogs, estÁ planejando desdobrar cerca de 300 militares e um número desconhecido de seus aviÕes para a região do Comando Central dos EUA no inÍcio do prÓximo mÊs, diz uma nota de imprensa de 17 de setembro da unidade.

 

A 122 Fighter Wing, localizada em Fort Wayne Air National Guard Base, Ind., tem 21 aeronaves, mas É incerto quantas serão desdobradas, disse um porta-voz. O release da Guarda AÉrea Nacional não menciona onde o grupo estÁ indo ou para que finalidade.

 

A ForÇa AÉrea quer aposentar o A-10, um avião de ataque destinado ao apoio aÉreo aproximado, para pagar por seus novos – e caros – caÇas stealth multipropÓsito F-35. Aposentar-se a frota idosa de cerca de 300 A-10 potencialmente economizaria cerca de 4,2 bilhÕes de dÓlares em cinco anos, disseram lÍderes da ForÇa AÉrea.

 

Mas o Congresso neste verão poupou o avião de cortes na defesa. E agora alguns especialistas dizem que não ficariam surpresos de ver a quase aposentado A-10 levado para dentro da guerra aÉrea no Iraque e na SÍria, uma possibilidade que poderia aquecer ainda mais o debate sobre o futuro do avião.

 

Projetado para atirar em tanques soviÉticos avanÇando pelos campos abertos da Europa, o A-10 tem sido a principal aeronave de apoio aÉreo aproximado das forÇas terrestres, desde meados da dÉcada de 1970. Especialistas dizem que a capacidade É bem adequada para atingir alvos terrestres no Iraque e na SÍria.

 

“Ao desdobrar o A-10, eles sÓ tÊm um propÓsito”, disse Dakota Wood, o pesquisador sÊnior de programas de defesa da FundaÇão Heritage, que É “matar alvos no solo. Se a expectativa É derrotar o ISIS no Iraque e ajudar os iraquianos a empurrÁ-los para fora ou fazer qualquer coisa na SÍria, especialmente na Área de fronteira entre a SÍria e o Iraque, terÁ poder de fogo bem adequado “para acertar veÍculos blindados e combatentes inimigos no solo.

 

Os A-10 voa “baixo e lento”, um recurso que reduz os danos colaterais, mas tambÉm o torna mais vulnerÁvel ao fogo de armas leves e mÍsseis antiaÉreos portÁteis, dizem os especialistas. A ameaÇa no Iraque, onde militantes Estado Islâmico tem sistemas de defesa antiaÉrea portÁteis lanÇados do ombro, É administrÁvel, disse Gareth Jennings, editor de aviaÇão para o IHS Jane Defence Weekly.

 

SÍria poderia representar mais um desafio para o A-10, disse Jennings. Ele “não estaria apenas indo contra o ISIS e outros grupos militares, mas contra o governo sÍrio.” O governo sÍrio, que tem sistemas de defesa aÉrea mais sofisticados, não interferiu com os primeiros ataques no paÍs “, mas não hÁ nenhuma garantia de que vai continuar”, disse Jennings. “O inimigo do meu inimigo É meu amigo” tem um limite.

 

Esses riscos são administrÁveis, Jennings pensa, por causa da vantagem psicolÓgica distinta da A-10 e seu temÍvel canhão de 30 milÍmetros que ele traz para a luta. “Nenhuma outra aeronave no mundo tem a reputaÇão do A-10 em termos de instilar o medo no inimigo”, disse. “Ele pode ficar sobre o alvo; ele não precisa chegar e soltar suas bombas e sair. Ele pode permanecer sobre o campo de batalha, escolhendo alvos à vontade”.

 

Wood acredita que É provÁvel que os A-10 da Guarda AÉrea Nacional vão ser desdobrados “por causa das opÇÕes de bases de apoio”. Para ser capaz de gerar mais missÕes, É melhor voar a partir de aerÓdromos que estão mais perto do campo de batalha, disse ele.

 

O A-10 É mais hÁbil do que os outros caÇas na decolagem de aerÓdromos austeros e curtos, de modo que poderia ser a aeronave com versatilidade que dÁ aos militares norte-americanos mais opÇÕes para a geraÇão de surtidas, afirmou. “Quando vocÊ olha para um mapa”, disse ele, os A-10 poderia desdobrar “para o Iraque, talvez a ArÁbia Saudita, mas hÁ uma forte opÇão para a Jordânia.”

 

A aeronave poderia tambÉm ir para o Afeganistão, se o PentÁgono quiser mudar tipos de poder aÉreo do Afeganistão para o Iraque e substituir aquele com o A-10, Wood disse, mas “parece algo embaraÇoso, uma danÇa complicada.” O desdobramento dos A-10 no Iraque e na SÍria certamente vai estender o debate sobre o futuro da aeronave, disse Wood. SerÁ “uma vitÓria para as comunidades e defensores do A-10 … mais um argumento a favor dele.”

 

O senador Kelly Ayotte, R-N.H., estÁ entre os legisladores que dizem que agora não É a hora de se livrar da A-10, particularmente à luz da atual ameaÇa do Estado islâmico. Derrotar o Estado Islâmico “vai exigir o apoio aÉreo aproximado eficaz – não apenas lanÇando bombas de alta altitude em alvos isolados – e não hÁ melhor [apoio aÉreo aproximado] do que o A-10″, disse Ayotte em comunicado à Stars and Stripes.

 

Mas Wood disse que o argumento ainda se resume a dinheiro. “Mesmo que vocÊ disser que quer manter o A-10, onde a ForÇa AÉrea vai conseguir o dinheiro para manter o A-10 e tudo o que vem com ele … e ainda obter a sua dotaÇão de F-35?”

 

Embora ForÇa AÉrea tenha a intenÇão de se livrar do avião, “ninguÉm estÁ dizendo que ele não É bom”, disse Jennings. “Eles estão dizendo que nesta altura … vocÊ não pode se dar ao luxo de ter aviÕes que são bons apenas em uma tarefa.”

 

Ele disse que esta não É a primeira vez que o A-10 estava na lista de cortes sÓ para ver uma decisão revertida em face de um novo conflito.

 

“O que o torna diferente [agora] É que a ForÇa AÉrea dos EUA não tem o dinheiro para sustentar todos esses diferentes tipos de aeronaves. A não ser que a situaÇão mude, eu tenho medo de que a sentenÇa estÁ dada para o A-10, independentemente de como ele funcionarÁ no Iraque e na SÍria.”

 

FONTE:  Por Jennifer H. Svan do Stars and Stripes

Original Post

O A 10  certamente é um avião super adequado para essa tarefa. Dispensá-lo me pareceria ser um grande erro. 

 

Que esses monstros do Estado Islâmico recebam toda fúria que o A 10 pode enviar.

 

Que esses monstros cortadores de cabeças e fuziladores sejam estraçalhados pelos A 10.

 

Estas seriam as mais nobres missões executados pelos A 10. Eu teria orgulho em montar um A 10 que tenha sido usado contra esses monstros. 

 

Como eu já disse, monstros tem que serem tratados como monstros. 

 

 

Originally Posted by Halder:

O A 10  certamente é um avião super adequado para essa tarefa. Dispensá-lo me pareceria ser um grande erro. 

 

Que esses monstros do Estado Islâmico recebam toda fúria que o A 10 pode enviar.

 

Que esses monstros cortadores de cabeças e fuziladores sejam estraçalhados pelos A 10.

 

Estas seriam as mais nobres missões executados pelos A 10. Eu teria orgulho em montar um A 10 que tenha sido usado contra esses monstros. 

 

Como eu já disse, monstros tem que serem tratados como monstros. 

 

 

Concordo totalmente.

Originally Posted by Milan:

Nenhuma aeronave ocidental consegue substituir esta aeronave em sua função, muito menos o F-35.

 

 

“Nenhuma outra aeronave no mundo tem a reputação do A-10 em termos de instilar o medo no inimigo”, disse. “Ele pode ficar sobre o alvo; ele não precisa chegar e soltar suas bombas e sair. Ele pode permanecer sobre o campo de batalha, escolhendo alvos à vontade”.

 

 

Bota um F-35 nessa situação com o seu preço unitário !!!!!!!!!!!!!!!!!!

Originally Posted by Antônio Lima:

li em algum lugar, que um tankista (de um desses países loucos, não me recordo), quando foi capturado, ele disse que o que eles tinham mais medo era quando apareciam os A-10, e a única coisa a ser feito, era rezar para que o seu tanque não fosse o escolhido

Pior é que o A-10 pode acertar vários alvos de uma vez, o canhão é mais um recurso, e ainda tem recursos para saber qual alvo não foi atacado, e agora voando interligados em link como pontos de um rede, todos ficam sabendo o que falta ser atacado.

E me surpreende a capacidade de contaminação com sua ideologia e a mobilidade e competência deste EI:

Estão provocando uma nação que tem 1 milhão de homens em armas a Turquia, chegando na fronteira, e a Turquia historicamente é um excelente combatente de tenacidade a toda prova.

 

Estado Islâmico já controla um terço de cidade síria na fronteira com a Turquia

Read more: http://oglobo.globo.com/mundo/...191109#ixzz3Ff3GSoEs

Originally Posted by Guacyr.:
Originally Posted by Antônio Lima:

li em algum lugar, que um tankista (de um desses países loucos, não me recordo), quando foi capturado, ele disse que o que eles tinham mais medo era quando apareciam os A-10, e a única coisa a ser feito, era rezar para que o seu tanque não fosse o escolhido

Pior é que o A-10 pode acertar vários alvos de uma vez, o canhão é mais um recurso, e ainda tem recursos para saber qual alvo não foi atacado, e agora voando interligados em link como pontos de um rede, todos ficam sabendo o que falta ser atacado.

Sim, o canhão é apenas um recurso secundário! A principal plataforma de ataque do A-10 são os mortíferos mísseis hellfire! Guiados a laser e com ogiva de carga oca... dá p/dizer que o A-10 é um avião da "velha escola" e não um lego como o F-35 !

Incluir Resposta

Curtidas (2)
Faiscafernando frota melzi
×
×
×
×