Skip to main content

Buenas!

lá vamos nós novamente! De tanto montar e fazer veículos e figuras para usar em cenas de dioramas e vinhetas, acabamos por ter uma boa quantidade desses itens que acabam sem uso pelos motivos que todo o modelista com alguma experiência já deve saber. Nossos olhos são maiores do que a boca, fazemos coisas demais pensando em usar em uma cena maravilhosa mas, tal acaba não acontecendo.

Então, precisando dar um uso para este material fizemos uma base com uma estrada e um campo mais ou menos aberto, com um fundo mais ou menos arborizado, para colocar todas estas coisas sem uso ali e fazer algumas fotos - mesmo que seja temporária.

Também para fazer estudos de ângulos de fotos, iluminação e arranjos de peças ela deverá servir muito bem.

E, também, nos dará a oportunidade de "brincar" um pouco com os nossos kits - e por quê não, não é mesmo?

Mais fotos em: https://gemerim.blogspot.com/

Até logo mais!

Last edited by gemerim
Original Post

Replies sorted oldest to newest

Oi, Rogerio77!

74cm x 43cm - estava previsto o diorama de uma vila sobre esta base. Os prédios (alguns) já estão até bem encaminhados. Acho que vou ampliar a idéia da vila para 116cm x 43cm. Mas, antes vou precisar relocar alguns outros trabalhos para abrir espaço nos expositores.

Eu precisava de um espaço mais aberto para colocar colunas de soldados e veículos em movimento. A idéia da estrada me pareceu boa para isso.

Abraços

Buenas,

ainda na entresafra da produção de dioramas, buscamos fazer alguns estudos, usando o que está à mão. O T-34/85 Mod. 44 da DML e algumas figuras da Evolution e Alpine.

Até mais!

Buenas,

seguindo com mais 3 capítulos dessa novela. A base foi programada para ser usada como estudo para cenas e arranjos. Então, juntamos mais algumas situações. Como o número de figuras americanas cresceu ultimamente não teve como não fazer alguma coisa com elas. Vou postar algumas fotos desse trabalho sendo que tem bem mais no blog de origem, para quem quiser arriscar.

USA

A base recebeu mais algumas árvores para caracterizar uma estrada no meio da floresta.

Não consegui acertar a iluminação nessa primeira pegada.

Britânicos.

Iluminação um pouquinho melhor mas ainda....problemática.

Alemães - O Fim (ou quase)!

Mais fotos em: https://gemerim.blogspot.com/

Muito obrigado.

@Zé Victor posted:

É! Tem gente que não sabe brincar mesmo.  

Maravilha meu camarada. Algumas fotos até parecem cenas de um filme. Muito bom mesmo.

[]s.

E como... me lembrou as cenas de Band of Brothers nas Ardennas...

Sensacional o trabalho!

bela composição ,   se  fosse  o bolsao e  o corredor  da  morte de falaise (normandia) , teriamos preponderantemente  americanos--- já com os  ingleses, talvez  a junção destes  dois  exercitos -- plastiresioabços   paulo r  morgado sp s-sp

Oi, bom dia!

Tudo quase congelando por aqui...... Êita inverninho bão, esse!

Paul, até pensei sobre Falaise mas tem duas coisas que não combinam. A primeira seria a área de floresta - teria que usar outro tipo de árvores que não tenho e não sei fazer. A outra é o uniforme de inverno das figuras americanas. então, joguei simplesmente no geral. Algum lugar da Alemanha no final do inverno.

Britânicos, figuras principalmente, sempre é um problema conseguir juntar alguma quantidade pois são escassas e tem que improvisar muito.

Alemães, os derrotados, são sempre os mais retratados e as opções de figuras e equipamentos são generosas.

Segue a vida em escala!

Abraços e obrigado pela visita.

Oi, Edu!

Quer trocar? Ficar sentado dentro de casa, todo cheio de roupas, com estufa ligada. Mesmo assim, pés e mãos congelados. Olhar para fora e ver tudo nublado, com nevoeiro e chuva. Eu trocaria isso por uma bom passeio à beira mar, molhando os pés e sentindo o sol aquecer a carcaça velha.

Abraços

Quer trocar? Ficar sentado dentro de casa, todo cheio de roupas, com estufa ligada. Mesmo assim, pés e mãos congelados. Olhar para fora e ver tudo nublado, com nevoeiro e chuva.

Pena que não dá; gosto de dias assim. Eternamente é claro que não, mas uma metadezinha do ano, até que ia bem.

Edu

Edu e Zé,

já que fugimos do assunto do tópico e, para encerrar, devo dizer que o frio talvez até seja salutar de alguma maneira (os pinguins que o digam ). O maior desconforto aqui na serra gaúcha, talvez não seja o frio mas a variação abrupta das condições do tempo - temperatura principalmente. No mesmo dia pode fazer quase 30º, assim como cair para menos de 10º. Não é um clima estável. A saúde dos peões sofre muito com isso.

Além disso, precisa-se ter um guarda-roupas bem variado e suprido pois qualquer coisa pode ser necessária a qualquer momento. Além de roupas de cama, aquecedores, ventiladores,....e outras dores mais....

O custo de vida fica muito alto. Daí, não dá para comprar TODOS os kits que eu gostaria.

Abraços

Voltando ao assunto do dio, o fato de ele ser grande o vc poder utilizá-lo para expor diversos equipamentos, lembra-me que há alguns anos planejei um dio também de dimensões avantajadas que se desenvolveria em quatro ou seis subconjuntos, representando diversos cenários que se acoplariam, e o tema era a cidade de Bagdá de Sadan.

Capturei imagens do Google de um prédio e comecei a reproduzir a fachada com arcos, terraços, escadas e até os aparelhos de ar condicinado fiz em PE.

Ia colocar aquele arco que tem as mãos segurando espadas e até a estátua do Sadam sendo derrubada estava nos planos.

Com as fachadas adiantadas, iniciei toda a construção quando, estando tudo em cima de uma mesa na varanda, eis que a gang dos gatos subiu e fez um atentado terrorista destruindo quase dois meses de trabalho.

Aí desanimei. Só sobraram os projetos, aparelhos de ar condicinado e as formas dos arcos que mandei fazer em acrílico

Acompanhando esse projeto que é um representantee autêntico do tipo de trabalho que gosto muito. De novo parabéns.

Quando puder, faça uma tomada mais aberta para dar uma visão do todo.

Edu

Last edited by edufari

É, animais de estimação são um fator imponderável no desenrolar da vida doméstica. Também tive alguns incidentes pitorescos com o meu velho gato, o "Gordo". Mas faz parte da brincadeira.

Dioramas grandes já não tenho mais espaço. Ainda assim pretendo fazer uma vila que vai ocupar uma prateleira inteira, para poder explorar bem cenas e situações urbanas. Acho que também ele não terá um estória definitiva. Vai servir para montar cenas diferentes e, temporárias - como está sendo o caso deste aqui. Pretendo fazer com que consiga trocar os prédios par poder variar o fundo das fotos. Estou tentando conseguir aquele famoso foam que custa uma pequena fortuna e não encontro por aqui (gosto muito do trabalho do Night Shift - Martin Kovac, no youtube). É um ótimo substituto para o bom e velho gesso. Pedi a um amigo que me trouxesse da Europa. Vamos ver como vai ser. Qualquer coisa, vai o gesso mesmo.

Fazer modelismo no __´ do Mundo não é nada fácil.

Quando tu voltares para o dio do Iraque, por favor, poste por aqui para podermos acompanhar.

Abraços!

Achei o prédio principal era esse aqui

Fiz todos os projetos das formas e fundi tudo isso em gesso dividido nas 3 partes dessa fachada, esquerda, central e direita.

Outra parte seria a reprodução dessa cena. E por aí vai.

Bom, não vou ficar poluindo a sua postagem. Qualquer coisa é só falar que apago tudo.

Quanto ao foam, usei muito quando ainda não era tão caro. Cheguei a postar aqui quando ainda não tinha meu bunker totalmente montado, fiz prateleiras inteiras com esse material e armários até grandes também. A postagem estava sob o título