Antes de mostrar o resultado, vejam que desta vez tudo foi feito no maior rigor cientifico, de forma a agradar aqueles que acham que isto aqui tem alguma importância transcendental.

 

Local: Minha bancada

 

Temperatura; AgradÁvel devido ao uso de um ar-condicionado split

 

Umidade relativa do ar: Mais ou mesmo a mesma de ontem

 

Tempo: Não importa , jÁ que estou dentro de casa.

 

Maquina fotogrÁfica utilizada: Cannon, não lembro o modelo

 

Distancia entre o objeto É a mÁquina: Mais ou menos isso ( o autor mostra as duas mão paralelas e contrapostas com um espaÇo vazio entre elas)

 

Angulo entre a câmera e o objeto: Isso assim (o autor mostra a mão, dedos unidos, palma para baixo, paralela ao plano do chão e em seguida a inclina em direÇão ao piso.

 

ComposiÇão quÍmica dos componentes utilizados: Fala sÉrio!

 

Constante cosmolÓgica: Indeterminada

 

Fundo musical: Ultraje a Rigor cantando:  Inútil, agente somos inútil ( assim poupamos tempo as detratores de plantão)

 

Tudo esclarecido, passemos ao pequeno teste com o aerÓgrafo. Pintei uma faixa com Tamiya preto XF-1, cobri uma faixa no centro com fita. Em cada um dos lados foi aplicado o produto, direto do pote. Mesmo aerÓgrafo, mesma pressão. Foram trÊs camadas, sendo a ultima bem "molhada".

 

O resultado É este. Bravo a esquerda, Future a direita

 




 

 

Deve-se levar em consideraÇão que uso a Future ha muito tempo e a Bravo foi a primeira vez. Com a Bravo achei difÍcil  controlar o escorrimento, na segunda camada tive que lixar um pouco para nivelar novamente.

 

 

Por fim, para aqueles que tem dificuldade em entender que um experimento pode ser perfeitamente vÁlido, mesmo que não atendendo a determinadas premissas, uma pequena historinha:

 

Um matemÁtico e um engenheiro fora levados a uma sala, do outro lado estava uma linda garota semi nua.

 

Foi dito ao matemÁtico, vocÊ pode ficar com a garota, mas sÓ poderÁ andar de cada vez a metade da distancia entre vocÊ e ela. O matemÁtico recusou o convite.

 

Feita a mesma pergunta o engenheiro aceitou de imediato.

 

Não resistindo o matemÁtico disse para o engenheiro: VocÊ É um tolo, saindo do ponto A para o ponto B e andando sempre a metade da distancia entre os dois, jamais vai chegar no ponto B

 

E o engenheiro respondeu: Esta certo, mas vou chegar perto da garota o suficiente para fazer o que eu quero.

 

 

 

 

Original Post
Originally Posted by Augusto:
.....

 

Um matemático e um engenheiro fora levados a uma sala, do outro lado estava uma linda garota semi nua.

 

Foi dito ao matemático, você pode ficar com a garota, mas só poderá andar de cada vez a metade da distancia entre você e ela. O matemático recusou o convite.

 

Feita a mesma pergunta o engenheiro aceitou de imediato.

 

Não resistindo o matemático disse para o engenheiro: Você é um tolo, saindo do ponto A para o ponto B e andando sempre a metade da distancia entre os dois, jamais vai chegar no ponto B

 

E o engenheiro respondeu: Esta certo, mas vou chegar perto da garota o suficiente para fazer o que eu quero.

 

 

 

 

Esses é dos meus

 

Ah! Excelente teste.

 

 

[]s!!!

Pra combinar com o teor desse seu segundo post, vou também lhe contar uma historinha;

 

Um garoto brincava com a aranha e lhe arrancou uma pata. Ordenou-lhe: anda! E a aranha seguiu andando.

Aí ele lhe arrancou outra pata, ordenou de novo que ela andasse, e aranha continuou caminhando. Uma por uma, depois de lhe arrancar a oitava pata, ordenou de novo, mas a aranha não se moveu. O garoto, então, concluiu: "quando tiramos todas as pernas da aranha, ela fica surda."

Talvez o garotinho tenha errado na metodologia, ou talvez acreditasse que um experimento pode ser perfeitamente válido, mesmo que não atendendo a determinadas premissas.

 

Ou talvez fosse um pateta mesmo.

Originally Posted by RMG:

Senhores,

 

então chego a seguinte conclusão : BF melhor para o acabamento final e Future melhor para decais e canopy's....certo ?

 

 

Na verdade não é tão simples. Future da um acabamento mais liso, pelo menos no teste que eu fiz, e por isso deve ser melhor para wash e decais, depois disso você pode obter um acabamento tão acetinado quanto quiser simplesmente usando verniz fosco. Basta ir adicionando camadas finas até obter o efeito desejado.

 

De qualquer forma deu para ver que mesmo não tendo Future da para se virar muito bem com o Bravo.

 

 

Originally Posted by Augusto:
 

Na verdade não é tão simples. Future da um acabamento mais liso, pelo menos no teste que eu fiz, e por isso deve ser melhor para wash e decais, depois disso você pode obter um acabamento tão acetinado quanto quiser simplesmente usando verniz fosco. Basta ir adicionando camadas finas até obter o efeito desejado.

 

De qualquer forma deu para ver que mesmo não tendo Future da para se virar muito bem com o Bravo.

 

 

Bom, Esse teste foi ótimo e dá pra tirar algumas dúvidas.

Já me acostumei com o Future e o brilho é excelente não deixando que a transparência dos decais fiquem fosca. Esse era um grande problema pra mim até receber algumas "garrafinhas" do Future enviadas pelo Fravin. 

Obrigado Augusto!

Originally Posted by Fernando:
Talvez seria a solução para verniz acetinado. Vou fazer isso no meu 109 ou 190 na bancada aviacao. Tipo..passo future com pincel, coloco os decais, passo o o wash e depois uma camada de bf para acetinar...vamos ver.

Testei aqui o tal acetinado do BF. 

 

Realmente ! Dei duas mãos a pincel e ficou acetinado ! 

Originally Posted by Fernando:
Talvez seria a solução para verniz acetinado. Vou fazer isso no meu 109 ou 190 na bancada aviacao. Tipo..passo future com pincel, coloco os decais, passo o o wash e depois uma camada de bf para acetinar...vamos ver.

NÃO FAÇA ISSO!!!

Experimente com qualquer mamífero, nunca com Harpias e Águias! 

Só para deleite de vocês, vou publicar aqui uma cópia de um email de 30 de Março de 2005,recebido de um amigo, frequentador aqui da webkits:

 

"Meu amigo(...), blz?

Se recorda quando há uns 3 anos atrás estávamos a advinhar aqui no Brasil como seria usar o Future? Vc identificou um representante salvo engano na Pampulha, ou memso a próprria J&J que vendia o produto em galão? Aí então vc conseguiu o frasco americano e dividiu com a galera?
Comentei o fato - sem mencionar a fonte - com a galera lá da WK,
principalmente a cariocada reticente ) e eles gostariam de saber mais
detalhes sobre o produto:
chama-se Future tmb aqui no Brasil?
é a mesma composição do americano?
quem vende?
qual quantidade?
Bom..isso se vc se lembrar, ok?

Horrido!

Essa foi minha resposta:

 

Sim, (...), o que aconteceu foi o seguinte:

A Ceras Johnson do Brasil é a representante da Johnson Wax Co., que fabrica a Future. Fui ao supermercado e peguei o telefone deles em uma embalagem de um dos produtos. Liguei pro Rio de Janeiro, eles me passaram para o departamento técnico e lá me disseram que a similar nacional se chama Traffic, vendida nas versões normal ou sem cheiro (hospitalar). Eles me deram o endereço do distribuidor aqui (fica na Pampulha, perto do Aeroporto), fui lá e consegui uma amostra (só é vendida em grande quantidade). A comparação com a Future em dois canopís idênticos lado a lado mostrou que não são exatamente iguais. A Traffic (que eles aqui pronunciam "trafíque"), é leitosa (mas fica transparente quando seca) e é uns 15% menos brilhante que a Future, medidos no olhômetro. O resto do funcionamento é igual. Não testei a resistência.

Qualquer dúvida me avise. (ou se quiser uma amostra pra testar).

Um abraço

Fernando

P.S. A propósito, na época coloquei mensagens por duas vezes falando sobre isso na WK."

 

 

 

Augusto, a frase correta é "Quando o sábio aponta para o céu, o idiota olha para o dedo".

 

Não se aplica a você, que não é sábio , nem a mim, que não sou idiota.

 

A "cariocada reticente" não foi da minha lavra, mas faz a delícia do texto...  

 

E, do seu atraso de 10 anos nesse assunto, nem vou comentar...

Senhores, ao tema.

 

Acabei de fazer uma experiência com o meu Future "velho e amarelado".

 

Pintei um pedaço de sucata de branco e apliquei o Future com aerógrafo (pela primeira vez, pois não gostava das bolinhas que ficavam aparecendo).

 

- a pressão era +- 12 psi

- as bolinhas apareceram nas primeiras passadas. CONTINUEI PASSANDO E AS MALDITAS SUMIRAM. Ou seja: como o colega mais acima também mencionou essas bolinhas, continue aplicando de leve, espere uns poucos segundos entre as passadas e elas somem.

 

Agora a parte "desgraçada" da história...

 

Prendi a sucata em um pregador para o teste. Só que a peça era muito grande, não estabilizava em pé.

 

Fui levá-la até onde deixo as peças secarem... e a fiadaputa cai no chão, menos de um minuto depois da última passada de Future. É um estabilizador horizontal de DC-10 escala 1/125, ficou espalhadinha no chão.

 

Xinguei? P... NENHUMA!

 

 

Não dizem que Future também ajuda a nivelar? Peguei a peça do chão, nem limpei nada e taquei mais umas passadas de Future.

 

Secou. Show de bola. Só escorreu um pouco onde eu "carreguei" mais um pouco por conta do acidente com a peça depois da aplicação. Nada que uma lixada de leve não deixe zerado.

 

Abrasssssssssssssssssssssss

 


Eduardo

É isso mesmo, nas primeiras passadas fica um tanto áspero, é só ir acrescentando novas camadas que o brilhs vai aparecer. Com Future é mais fácil que com Bravo já que escorre menos, pelo menos comigo foi assim.

 

Ps. Vocês não vão acreditar em quem colocou o sistema automático do fórum para seguir os meus posts. Não sei se fico lisonjeado ou preocupado.

 

De corda a um idiota e ele acaba por se enforcar.

Incluir Resposta

Curtidas (3)
RMGAdrixМиГ
×
×
×
×