Srs.

Há séculos que procuro uma maneira de representar água como vejo em dios cujas fotos vemos do exterior e já busquei muito, mas muito mesmo uma solução para o problema.

Prometi fazer um dio com um submarino para um amigo, e o sub já está pronto, mas queria fazê-lo submerso e é aí que toda essa busca começou.

Testei diversas soluções porém ou muito trabalhosas com risco de dar errado ou muito caras por envolverem esses produtos importados que além de não saber marca, nome etc. ainda teria de fazê-los chegar aqui sabe Deus a que preço.

Bom acabei encontrando algo que pode servir, além de uma técnica que, pelo menos eu não conhecia, de colocá-lo disparando um torpedo.

Aí fiz essa experiência abaixo que me pareceu boa para uma primeira tentativa.

Peço que se alguém tiver alguma solução atual viável, por favor, postem e nos atualizem, sem perder a oportunidade de dar o parecer à presente experiência.

https://photos.app.goo.gl/3D2EUfen8qhTWKe56

https://photos.app.goo.gl/B6rsdMguCwLrYib69

https://photos.app.goo.gl/H6B61HuarWtQcQs78

https://photos.app.goo.gl/gVZVjFem6TFKRkv58

https://photos.app.goo.gl/aKVXMvSJVcuMf7XF8

Ainda vou fazer o acabamento na superfície com as ondas e tal. Mas por hora, é isso.

Assim que adiantar o acabamento, posto mais algumas fotos. Se o troço ficar pelo menos, razoável.

 

Grato

 

Edu

Original Post

Edu,

Se já ficou assim na primeira tentativa, imagina na definitiva! Achei que o efeito dos mísseis ficou muito bom mesmo! Fez como, com algum tipo de fibra (algodão)? Uma das coisas que incomodam na resina são as bolhas (como as pequenas na lateral). Vejo o pessoal usando sistemas a vácuo e sempre fico com um invejinha... Nas vezes que fiz tentei verter a resina de forma bem fina, mas mesmo assim aparece. Já vi gente tacando vento quente de secador de cabelo sobre a resina, mas não testei e tenho certo receio disto.

 

Guto

É o efeito dos torpedos foi feito com algodão. Esse problemas das bolhas realmente incomoda. O uso do secador é uma coisa que da próxima vez vou experimentar. Essa resina foi vertida em uma única etapa.

Também não dá para fazer muitas experiências porque a resina não é lá das mais baratas; tenho que descobrir a maioria dos pulos do gato, logo.

Abaixo uma foto com a aplicação de Water Gel Atlantic Blue da AK. Vamos ver como fica depois de curado.

 Duas coisas que já identifiquei que preciso alterar, são: não utilizar o molde de vidro e aplicar mais demãos de desmoldante. Essa p____  desse vidro fixou aí e simplesmente não sai. Ainda bem que é transparente, né?

https://photos.app.goo.gl/m4Sj5FFDvCkY87Qj7

https://photos.app.goo.gl/hPuGG45KSmaAaPK96

 

Vamos ver se fica razoável

Edu

Edu, este water gel vai ficar translúcido? Pois seria uma pena não conseguir ver de topo. Nos meus testes com resina, o primeiro usei aquelas forminhas de bombom de plástico. Sem nada e o plástico grudou forever na resina kkkk.

Depois usei moldes de silicone, com vaselina sólida. Funcionou muito bem.

Estes dias viu um video de um cara fazendo o molde ao invés de silicone com cola quente, parece que deu bem certo, vou testar qualquer hora. Para as ondas você pode fazer um positivo de plastilina (massinha de moldar) e cobrir com cola quente. O cara usa um soprador térmico e passa sobre a cola quente já depositada e ela se ajusta melhor ao positivo.

Tem um produto da acrilex barato e muito bom que é a tinta em relevo. Tem transparente e depois de aplicada fica muito legal o efeito. Se achar teste. Uso muito nos meus trabalhos. Para as ondas costumo aplicar com um ponto do mesmo produto na cor branca e aplicar com pincel velho, dando uma textura

 

 

 

Petuco

Agradeço a dica e vou procurar fazer. Sempre tive curiosidade em ver como fica mas nunca tentei.

Taí a oportunidade. Nesse caso em particular, fiz duas coisas que devo alterar na próxima vez: não usar vidro como item de forma, e utilizar mais desmoldante, para conseguir deixar só a resina no final .

Estas são as últimas fotos após totalmente curadas as resinas, tanto a que fez o corpo de água, quanto a que fez a superfície ondulada.

https://photos.app.goo.gl/6qd2Zi5mT17BGKh69

https://photos.app.goo.gl/yFYTLYfc8LPmenrg8

Edu

Edu, este processo o pessoal que "coleciona" insetos utiliza para guarda-los em "cubos" de resina, fica bem legal.
Fiquei pensando aqui que fora usar borracha de silicone (pela quantidade necessária o custo é considerável) tua melhor opção é o vidro até mesmo pelo acabamento mais liso que ele já da nas laterais, outro material vai deixar tuas laterais mais porosas/irregulares e vai diminuir a transparência, exigindo mais lixa e polimento no final.
Mesmo se usar borracha o teu master tem que ser de vidro para o molde ficar bastante liso.
Acho que tu deveria insistir no molde de vidro porém repensando o desmoldante, pense em algo que faça algum tipo de película (fina) e que saia junto ao final, por exemplo umas camadas de verniz ou cola branca pulverizada para ficar uniforme, depois de desmoldar vai sair na lixagem/polimento.

O desmoldante líquido (óleos) sempre vai diluir em algum lugar e deixar a resina pegar no vidro, se for pastoso (graxa ou vaselina) não vei deixar as laterias lisas como precisam ser e ainda assim corre o risco de diluir.
Bem a idéia é essa, agora é pensar em alternativas do desmoldante e testar numa forma pequena.

E.T. - Teu primeiro teste ficou bom demais e ideal se tivesse desmoldado, muito bom o resultado da resina superior depois de curada.

Edu, tem um material vendido pela Paiol Modelismo que serviria justo para isso. Eu comprei o que faz as ondas, mas neste mês que vem vou iniciar um projeto que ira consumir muito destes materiais, o que faz volume ((1) Efeito Água (volume) Maquete Diorama 360gr. Paiolmodelismo - R$ 139,00 em Mercado Livre) será o que deverei comprar para isso. Mas tem também em maior quantidade 500gr.
Você usou que material para este seu projeto?

Abs.

 

Rubens

Se você tiver algum modelo mergulhado na resina, é bom observar a temperatura de cura se não vai deforma-lo. Nesse caso deveria verter a resina em camadas finas o que pode ficar evidente depois de pronto, porque dá para perceber, olhando de lado, as camadas; além do que pode haver depósito de poeira entre uma camada e outra.

Seria bom, portanto, um mínimo de camadas e/ou camadas mais grossas. 

Essa resina que usei permite camadas até 30mm o que é bem grossa. Nessa experiência que fiz, foi vertida tudo de uma vez.

Estou ainda aguardando mais dois produtos para acrescentar na superfície, um que também faz onda e outro para a espuma.

A que faz o corpo de água é essa do link:

https://www.redelease.com.br/c...earch/result/?q=4230

Excepcional. A minha observação tende a afirmar que a cura é feita em temperatura ambiente. Não notei praticamente nada de aumento de temperatura. Talvez faça mais uma experiência, com espessura ainda maior para ver no que dá. Como não existe almoço grátis, ela demora uma eternidade para curar, que é o porque não esquenta; se a forma tiver a menor probabilidade de vazamento, ferrou. Ela é extremamente fluida, o que não é ruim para o preechimento de cavidades. Enfim, eu gostei bastante.

 

Petuco

Estou pensando usar placas de pvc para fazer a forma. Vi também em um video o sujeito usou fita adesiva por dentro do molde (durex) e a resina, que não sei qual era, não fixou na fita. Ao tirar o molde, ela (o durex, no caso) continuou presa nas paredes do molde.

É que não dá pra ficar fazendo muita experiência, porque vai grana, que não está sobrando, como sempre.

Edu

É estranho não pegar na fita mas pegar no vidro, eu ia sugerir usar filme plástico, declinei da sugestão em virtude das marcas/relevos que poderiam ficar.
Por isso sugeri testar em um molde pequeno, senão não há bolso que aguente,o que tu não pode é correr risco de perder teu trabalho/modelo.

Vai pensando com calma, sem pressa.

 

Edu,
Gostei do preço e quantidade do produto, R$ 129,90  por 1,180kg, achei beleza, iria pagar R$ 139,00 por 360g, deverei usar quase 500g no que pretendo fazer, sua experiência com o produto me deixou confortável em adquiri-lo.
Assim que chegue farei uns testes com pequenas quantidades para acertar o ponto de trabalho, depois e partir para a execução dos serviços.
Valeu companheiro pelas dicas, continuarei acompanhando.

Abs.

 

Murilo N. Alves posted:

Não sei se é fácil ou complicado, mas para vocês acho que é fácil, segue link;

https://www.track-link.com/forums/site_blogs/39147

 

Abraços

Murilo, trabalho muito interessante, mas me pareceu que ele pecou pelo excesso, muita espuma e muita onda, e não fotografou pelas laterais.

Mas fica como uma referência. Se for fazer onda, taí o modelo.

Grato

Edu

Petuco posted:

É estranho não pegar na fita mas pegar no vidro, eu ia sugerir usar filme plástico, declinei da sugestão em virtude das marcas/relevos que poderiam ficar.
Por isso sugeri testar em um molde pequeno, senão não há bolso que aguente,o que tu não pode é correr risco de perder teu trabalho/modelo.

Vai pensando com calma, sem pressa.

 

Petuco, realmente tô indo na calma. O sub está pronto já tem mais de 2 anos. Uma hora tem que nascer. Creio que o produto será esse mesmo, somente mais alguns detalhes, como na superfície e ondas, bem como molde e desmoldante.

Como me referi, não tenho a identificação da resina que o sujeito usou no vídeo, então também não posso argumentar a razão de não ter aderido na fita. Como o resultado final nem será tão grande assim, poderia tentar usar Contact, pode ser uma boa. Se não grudar, é claro.

Edu

edufari posted:
Petuco posted:

É estranho não pegar na fita mas pegar no vidro, eu ia sugerir usar filme plástico, declinei da sugestão em virtude das marcas/relevos que poderiam ficar.
Por isso sugeri testar em um molde pequeno, senão não há bolso que aguente,o que tu não pode é correr risco de perder teu trabalho/modelo.

Vai pensando com calma, sem pressa.

 

Petuco, realmente tô indo na calma. O sub está pronto já tem mais de 2 anos. Uma hora tem que nascer. Creio que o produto será esse mesmo, somente mais alguns detalhes, como na superfície e ondas, bem como molde e desmoldante.

Como me referi, não tenho a identificação da resina que o sujeito usou no vídeo, então também não posso argumentar a razão de não ter aderido na fita. Como o resultado final nem será tão grande assim, poderia tentar usar Contact, pode ser uma boa. Se não grudar, é claro.

Edu

Acho que quanto às resinas não ha mais o que discutir, ficou ótimo.

Ia sugerir o contact (mas não lembrei o nome na hora) pois é maior e vai precisar menos emendas (diminui as marcas).

Se grudar, nada que uma espátula e a posterior lixagem/polimento não resolva.

É, a ideia é mais ou menos essa mesmo. Estou quase indo comprar mais uma para mais alguns testes. Vou mudar também a tonalidade para verde.

Estive pesquisando e os U-Boats andaram fazendo mais estragos no Atlântico que no Pacífico e até onde eu sei, a tonalidade seria mais para o verde.

Talvez faça dessa vez, experiências menores para poder fazer mais, já que a técnica do rastro dos torpedos, me pareceu convincente o bastante e é o que ocupou mais espaço. 

Aí vai dar para colocar durex, esparadrapo, contact, fita crepe e etc. 

Edu

Bem, a essas alturas, ja comprei mais um frasco de resina.

Petuco, aproveitei e perguntei na loja e, positivo, eh viavel utilizar fitas tipo durex na forma para ajudar na desmoldagem. Falei do Contact mas o vendedor nao deve ter associado o nome a pessoa, e achou melhor dizer que nao servia.

Acredito que devera ser a mesma coisa. Dependendo do tamanho da forma, ate melhor, porque nao vai deixar emendas como vc mesmo mencionou.

Edu

Bom dia amigos.

Comecei a fazer algumas experiências com a resina.

O produto que estou usando é esse aí do link:

https://photos.app.goo.gl/FkfkawzCfUWhgiYe9

Fiz o seguinte: para otimizar o uso do produto, vou fazer uma experiência que envolva o uso da fita adesiva como desmoldante e um teste de profundidade, ou seja, vou colocar três camadas de 2 cm de espessura, diminuindo a quantidade de corante para ver como fica o efeito da profundidade.

Peças cortadas com 2cm de largura e 6 de comprimento.

https://photos.app.goo.gl/GDBJ8fZezYHvokyu8

Desmoldante

https://photos.app.goo.gl/b4vsjioakaV1vqHm8

Montagem de forma com cola quente. Aqui vai um comentário: não sei se sou eu quem não consegue trabalhas com cola quente, mas fica parecendo uma teia de aranha e aquilo vai enchendo o saco. outra coisa é não ficar com pena da cola não, porque a vedação é um caso sério.

https://photos.app.goo.gl/7KwqVsnAztdifizL7

Tão sério que depois da cola, vem a plastilina pra ajudar. ( o ATomyc  veio conferir se eu estava fazendo de acordo com as recomendações dele.)

https://photos.app.goo.gl/C1PH5ppQcU866eW57

Para não ser surpreendido novamente, fiz o teste da água. Se não vazar, a resina também não.

https://photos.app.goo.gl/vphQkhkwy5LQ84N3A

Como as dimensões são de 2 x 2 x 2 cm temos 8 cm3 e estou supondo densidade próxima a da água, portanto, 8 gs de resina.

Como a relação do catalisador é de 18%, temos 6,6g de resina, e 1,4 de catalisador. Aí na primeira camada, taquei corante para esverdear bem a parada.

https://photos.app.goo.gl/g6CpzLC3VgeRqFER9

Agora é esperar umas 6 hs pelo menos, para verter a segunda camada, e a outra, só amanhã pela manhã.

Vamos ver como fica.

Edu

Conforme planejado, ontem a noite verti uma segunda camada com um pouco menos de corante e hoje cedo a terceira com a resina ainda mais clara. 

Um aviso aos navegantes desses mares, fica uma observação: quando deixar a resina curar, deve-se cobrir mas não abafar. Explico. Na primeira experiência que fiz com os torpedos, verti toda a resina de uma só vez e deixei curar sem nenhuma cobertura, já que depois de curar, era do projeto, acrescentar o gel de ondas.

Percebi que a superfície da resina ficou totalmente brilhante e refletiva. Já nessa segunda, cobri mas creio que mesmo tendo sido com papel toalha (tem uma porosidade), já na primeira camada, deu para perceber que a superfície não ficou assim. Na segunda, a mesma coisa.

A palavra final vai ser na terceira que estou deixando totalmente aberto. Acredito que há a liberação de gases que não devem ficar no ambiente pois caso fiquem, deixam a superfície meio opaca, esquisita.

Bem, agora, só amanhã.

Edu

Rubens

Triste notícia. Após verter a última camada, deixei sobre a mesa na varanda, protegida com um saco de lixo grande para que, caindo eventualmente sobre a mesa, não causasse estragos.

À noite, a varanda ficou com os vidros abertos, um vento muito forte abateu a região. Conclusão: levantou o saco de lixo com tudo em cima e virou o meu molde e só fui ver o ocorrido pela manhã. Perdi a experiência.

A boa notícia, é que em seguida fiz outra. Já está na terceira camada e à noite já devemos ter algum resultado. Claro que vai dar pra ver melhor amanhã, mas já vai dar para se ter uma ideia.

Dessa vez, além de deixar a primeira mais escura, ainda pintei o fundo do molde de verde escuro. Estou preparando mais um teste com o resultado depois de pronto.

Edu

Bem, here we are. Não gostei do resultado.

Primeiro a diferença na cor entre a primeira e a segunda camadas foi muito grande.

Segundo dá para se notar os limites entra as camadas. Nem tanto pela diferença da tonalidade, mas há um 'plano' visivel entra as camadas.

Quer saber, quando fizer o definitivo, vou verter de uma só vez e tentar conseguir o efeito da profundidade com a pintura do fundo.

https://photos.app.goo.gl/uerJbyoehPAuYzvz5

Essa deverá ser a profundidade que utilizarei na maquete e acho que não vai dar ruim não. A bendita não aquece. Se precisasse que aumentasse a temperatura duranto a cura, ia ter de arrumar outra. Essa não serviria.

Não devo é pesar a mão na hora de colocar  o corante.

Agora vou fazer uma experiência decorativa para ver como fica.

 

Edu

Bom, é isso.

Tenho um Missouri desse link aí de baixo que vou fazer como se fosse para suporte, com a parte inferior do casco, mas vou colocá-lo na água e será desse jeito. Essa é a experiência decorativa da qual falei. Colocar leds por baixo para iluminação.

https://photos.app.goo.gl/CsF3Nk9LivMquzn9A

Essa é  a ideia de como deixar nos finalmente. É claro que com um interruptor liga/desliga e será com bateria para poder levar para outro lugar sem ter que ficar carregando fio com transformador e tal.

O kit é esse daqui:

https://www.scalehobbyist.com/...00014222/product.php

É para o meu filho.

Espero que fique bom

 

Edu

Segundo dá para se notar os limites entra as camadas. Nem tanto pela diferença da tonalidade, mas há um 'plano' visivel entra as camadas.

Quer saber, quando fizer o definitivo, vou verter de uma só vez e tentar conseguir o efeito da profundidade com a pintura do fundo.

Edu, porque você ao verter de uma só vez, não faz isso da seguinte forma, faça uns 3 recipientes de resina com tons diferentes e os verta um após o outro, creio que não ficara as divisões, pois são acrescidas ao mesmo tempo, e quem sabe com uma haste metálica você ainda possa fazer nuances entre elas.

Abs.

Rubens, cheguei a pensar em um tipo de solução assim. Como a resina é aquosa, o receio é que acabe misturando os tons e escurecendo além do razoável, o conjunto todo.

Há uma técnica,  eu já fiz isso, em que vc coloca o café,  por exemplo, sobre ele o leite e eles não se misturam, aproveitando do fenomeno da tensão superficial, vc vê claramente por um bom tempo, cada um separado, eu até colocava um canudo e tomavam pouco só o café que estava em baixo; porém dois produtos exatamente iguais, não sei se funcionaria.  Mas sem dúvida, é uma boa ideia.

Edu

Guto Veiga posted:

Edu, este water gel vai ficar translúcido? Pois seria uma pena não conseguir ver de topo. Nos meus testes com resina, o primeiro usei aquelas forminhas de bombom de plástico. Sem nada e o plástico grudou forever na resina kkkk.

Depois usei moldes de silicone, com vaselina sólida. Funcionou muito bem.

Estes dias viu um video de um cara fazendo o molde ao invés de silicone com cola quente, parece que deu bem certo, vou testar qualquer hora. Para as ondas você pode fazer um positivo de plastilina (massinha de moldar) e cobrir com cola quente. O cara usa um soprador térmico e passa sobre a cola quente já depositada e ela se ajusta melhor ao positivo.Tem um produto da acrilex barato e muito bom que é a tinta em relevo. Tem transparente e depois de aplicada fica muito legal o efeito. Se achar teste. Uso muito nos meus trabalhos. Para as ondas costumo aplicar com um ponto do mesmo produto na cor branca e aplicar com pincel velho, dando uma textura

 

 

 

Guto gostaria de ver esses teabalhos, posta umas fotos pra gente.

Edu

RUBENS COSTA posted:

Segundo dá para se notar os limites entra as camadas. Nem tanto pela diferença da tonalidade, mas há um 'plano' visivel entra as camadas.

Quer saber, quando fizer o definitivo, vou verter de uma só vez e tentar conseguir o efeito da profundidade com a pintura do fundo.

Edu, porque você ao verter de uma só vez, não faz isso da seguinte forma, faça uns 3 recipientes de resina com tons diferentes e os verta um após o outro, creio que não ficara as divisões, pois são acrescidas ao mesmo tempo, e quem sabe com uma haste metálica você ainda possa fazer nuances entre elas.

Abs.

Acho bem complicado de se conseguir tal controle, mas que vale um teste, á isso vale.

Guto, muito dez. Um dia ainda vou aprender a fazer figura. Essa parte de tonalidades principalmente na face, é ainda um bicho de 8 cabeças para mim.

Mas gostei dessa tinta relevo. Tenho um material que vai chegar para mim, mas ainda demora um pouco, vou aproveitar esse tempo para fazer mais algumas experiências e vou comprar essa tinta da Acrilex.

Vou juntar duas experiências: vou fazer tres tons na água sem esperar curar, conforme os amigos sugeriram acima e vou acrescentar essa tinta que vc usou, vamos ver como fica.

Como nem tudo é perfeito, em conversa com o fornecedor da resina, descobri que o acabamento superficial dela é esse mesmo. Ruim

Para resolver o problema eles fornecem uma outra que deve ser aplicada sobre essa. Só que o preço da outra, é quase o mesmo dessa daí e não tem embalagens menores. A sorte é que como a ideia é fazer o acabamento com resina para superfície irregular (água de rio por exemplo) ou até mesmo essa tinta 3d que vc, Guto, citou, deve resolver o problema.

De novo, vamos ver no teste.

Edu

Bom pessoal, comprei a tinta 3d e já verti a resina daquele jeito em três camadas uma após a outra com tonalidades progressivamente mais claras.

Já dominei a técnica de fazer a forma sem grandes estresses e a coisa deve ficar pronta amanhã à noite se tudo correr conforme esperado.

Si ficar ok dessa vez, será o padrão para o trabalho definitivo.

Edu

Teste feito. Ela é clear mas também auto leveling, ou seja, se quiser esculpir ondas, tem que esperar ela secar um pouco, porque se não, ela nivela e não deixa nenhuma deformação superficial. Bom, eu não consegui fazer direito, porque quando fui fazer, já tinha secado mais da metade. Onde estava ainda mole, já tinha uma película por cima que não facilitou.

Guto, ajuda aí, como que dá formato nela...

Edu

Edu, estou pra lá de ansioso para ver as fotos do resultado.
Caso já tivesse um molde das ondas para ser colocado sobre a resina nos momentos que estava sendo vertida, será que ela não acompanhava o molde,  depois de seca iria facilitar. Molde de gesso aplicado um desmoldante. E claro que iria necessitar de diversos retoques, mas seria bem vantajoso no quesito de agilizar o serviço.

Abs.

 

Incluir Resposta

Curtidas (0)
×
×
×
×