Pintura e verniz

Ola, estou iniciando no plastimodelismo e pretendo montar um kit de militaria 1/72.A questao e que vou pintar todo ele com pincel.E a minha duvida e se eu pintar com tinta esmalte ,se posso ,apos pintura ,passar um verniz acetinado acrilex com pincel?
E gostaria de saber tambem como fazer efeito de desgaste ,como chipping,que cor posso usar para fazer efeito de ferrugem e tinta lascada?
Aguardo resposta,
Obrigado

Original Post

Mais alguma coisa...

chipping -

http://www.plasticmodelsworld.com/taxonomy/term/282

https://www.scalemodellingnow....-armourpaintchipping

http://studiogekko.blogspot.co...-techniques-and.html

 

ferrugem -

http://www.plasticmodelsworld.com/taxonomy/term/315

https://www.instructables.com/...-plastic-object-int/

 

Com isso aqui, tem material suficiente para fazer um bom acabamento em Militaria, qualquer escala que for.

Abs.

Daniel,
 
Sou daquele tempo em que se pintava com tinta esmalte Coralit (ou até Ki-Kores), passei para Duco com pistola de pintura, parei, retornei com pincel e tinta Tamiya e hoje uso Acrilex em 90% dos casos.
Experimentei de tudo um pouco e hoje monto conforme meu gosto pessoal, estou satisfeito, mas certamente poderia resultados muito melhores.
 
Então como vai fazer, depende muito mais de onde quer chegar e daquilo que gosta, pois atualmente existem muito mais opções do que por exemplo 30 anos atrás.
 
Dito isto, tinta esmalte é algo que praticamente não se usa mais neste Hobby, demoram muito para secar, deixam marcas de pincel, além de  geralmente terem acabamento brilhante.
 
Minha sugestão seria tentar migrar para acrílicas a base de água, sejam importadas (Tamiya/Gunze/Vallejo) ou nacionais (Acrilex/Corfix). Secam rápido, deixam bem menos marcas de pincel, geralmente disponíveis em acabamento fosco, mas também em brilhante.
 
Na minha opinião as Vallejo no pincel são fantásticas, mas com prática, até mesmo as Acrilex não ficam ruins.
Algo a considerar é a escala, eu monto 1/35 e usando pincel acho até que ficam razoáveis, mas em escalas menores como 1/72 nem tanto assim, pois quanto menor o modelo mais se notam quaisquer deficiências, especialmente na pintura.
 
Independente da escala, um aerógrafo dá um efeito muito superior, então considere também adquirir um, talvez não agora, mas no futuro.

Uma vez efetuada a pintura básica existem muitos caminhos, eu costumo começar pelas decais, aplico Future ou Verniz Brilhante sobre a respectiva área, aplico a decais, se necessário uso amolecedor e repito aplicação de Future ou  Verniz e finalmente selo com verniz fosco.
 
Em seguida costumo aplicar um "Wash" com Betume de Judéia para acentuar os detalhes, geralmente isto resulta num acabamento semi fosco, prossigo com um "empoeiramento" obtido através de tinta bem diluída, com talvez um ou outro risquinho feitos com lápis de grafite macio, no final, se necessário, aplico verniz fosco (Corfix não gosto do acabamento do Acrilex).
 
Eu não gosto de blindados "muito sujos e detonados", mas para quem prefere pode reforçar estas técnicas básicas e além de incluir mais algumas.
 
O artigo citado do Sdkfz 7 do Augusto tem conceitos parecidos e inclui muitas outras observações preciosas, na internet tem muitos outros artigos sobre quase tudo, é mais questão de experimentar e usar aquelas que considerar como as melhores e mais agradáveis, ou seja, não existe uma receita pronta, é muito mais questão de gosto.
 
Sempre convém testar aplicação de camadas de tintas ou materiais diferentes, algumas combinações reagem e podem gerar resultados desastrosos, outro ponto importante é sempre esperar a camada anterior secar completamente.
 
Caso queira mais detalhes ou verificar alguns resultados, procure por kits meus nos GBs.
 
PlastiAbraços

Incluir Resposta

Curtidas (0)
×
×
×
×