Caros colegas não estou acertando a pintura, estou misturando tinta mig e Vallejo com álcool etílico só que estou notando que fica arenoso, para aplicar decal estou usando 3 mãos de verniz brilhante revell misturado com água e depois aplico o decal  e depois de bem seco aplico verniz fosco,confesso que ficou uma bosta.Não sei o que fazer poderiam me dar uma ideia.

Desde já agradeço a atenção

Avião terminado,o decal aparece muito.

Esse depois de pintado notei que ficou aspero mesmo depois de aplicado o verniz não deu certo o decal fica muito esquisito.

 

Original Post

Olá colega, beleza?

Essa textura arenosa que a tinta está deixando é pelo fato dela bater na superfície já seca. O provável problema é o seu diluente: álcool etílico. Muita pressão no aerógrafo também pode ser o motivo. Eu aconselho utilizar diluentes da própria marca, ou misturar com algum retardador, pois o álcool tem essa propriedade.

E o que ocorreu nos seus decais foi o chamado "silvering". A sua superfície não estava lisa e com o brilho suficiente para aderir o decal.

Atualmente utilizo Tamiyas acrílicas, diluídas com o seu diluente próprio, Future e um pouco de Retarder. Faço as misturas de cores com elas. As vezes utilizo Gunze com seu próprio diluente. Confesso que não curto as Migs e Vallejos para aerógrafo.

Espero ter ajudado.

Abraço!

Oi.

Vallejo pode ser diluída em água. De preferência destilada. Mesmo diluída com água, ela continua bem chatinha para usar no aerógrafo.

Siga a dica do Zarichta: Tamiya e Gunze não tem erro.

E se você achar que o diluente deles é meio caro, experimente o thinner Anjo Eco 5000. Tem vários tópicos sobre ele aqui no fórum e dicas de onde encontrar.

 

 

esta arenoso porque o álcool talha a tinta acrílica pura (mig, vallejo, acrilex...), para facilitar no aerografo pode diluir com veja vidrex a base de álcool ou com brilho fácil... com agua pura é difícil por causa da tensão superficial da agua, ela satura em bolha e escorre fácil, tem que ter pratica pra aerografar tinta diluída na agua. uma cisa que facilita é no frasco de agua (que tem digamos 200 ml), colocar umas gotas de detergente pra quebrar a tensão superficial da agua...

 

crianças... eu também achava impossível pintar kit com tinta diluída em agua, sempre escorria, saturava, formava bolhas, etc

ai eu fiz por diversão um curso de aerografia artística (nada a ver com o hobby), no curso sempre usa tinta diluída na agua...

depois do curso eu resolvi tentar de novo no kit e pá, como é fácil (mas tem que ter paciência para passar demãos finas quase secas e secar cada uma)...

por isso digo, vale a pena aprender a aerografar tinta diluída na agua...

acrilex, vallejo, mig são ótimas tintas desde que você pegou a mao em fazer cobertura com tinta diluída na agua...

 

anghinoni posted:

crianças... eu também achava impossível pintar kit com tinta diluída em agua, sempre escorria, saturava, formava bolhas, etc

ai eu fiz por diversão um curso de aerografia artística (nada a ver com o hobby), no curso sempre usa tinta diluída na agua...

depois do curso eu resolvi tentar de novo no kit e pá, como é fácil (mas tem que ter paciência para passar demãos finas quase secas e secar cada uma)...

por isso digo, vale a pena aprender a aerografar tinta diluída na agua...

acrilex, vallejo, mig são ótimas tintas desde que você pegou a mao em fazer cobertura com tinta diluída na agua...

 

Sim. Claro que dá para pintar com essas tintas fazendo em várias coberturas finas.

Para grandes áreas ou peças individuais é tranquilo pintar dessa forma mas, para mim, é inviável fazer isso em mottling (as manchinhas na pintura) e em camuflagem a mão livre. Até é possível... mas haja saco e precisão para repetir várias vezes esse tipo de pintura até conseguir a cobertura adequada.

Com Gunze é numa passada só.

 

anghinoni posted:

crianças... eu também achava impossível pintar kit com tinta diluída em agua, sempre escorria, saturava, formava bolhas, etc

ai eu fiz por diversão um curso de aerografia artística (nada a ver com o hobby), no curso sempre usa tinta diluída na agua...

depois do curso eu resolvi tentar de novo no kit e pá, como é fácil (mas tem que ter paciência para passar demãos finas quase secas e secar cada uma)...

por isso digo, vale a pena aprender a aerografar tinta diluída na agua...

acrilex, vallejo, mig são ótimas tintas desde que você pegou a mao em fazer cobertura com tinta diluída na agua...

 

Tive essa experiencia com as Hatakas polonesas. A aplicação é sutil e com camadas muito leves. A cobertura se faz com mutias camadas.

Cada tinta tem seu segredo.

A meu ver, o problema de usar tinta que precisa ser aplicada muito diluída é que, dependendo da camuflagem que se quer reproduzir, é quase impossível fazer bordas bem definidas entre cores, pois são necessárias multiplas passagens no mesmo local. Por exemplo, pintura dos aviões da RAF na 2GM. A mão precisa ser muito firme para isso. O ideal é que ela seja diluída o suficiente para manter uma certa opacidade, de modo que em uma passada do aérografo, no máximo duas, obtem-se o resultado esperado. Obviamente isso não se aplica quando se usa máscaras posicionadas um pouco acima da superficie. Mesmo assim, a inclinação do aerógrafo precisa ser a mesma em todas as aplicações.

Eu uso Vallejo diluida com água no aérografo, mas para pintar cores sólidas ou com mascaras na superficie. Também em militaria. Mas não é minha primeira opção. Para camuflagem a mão livre minha preferência é Gunze ou Duco, a menos que eu não tenha a cor que preciso. Também obtive bons resultados com Hataka, usando o diluente deles.

Abs, Ivan

 

Boa Noite! Quero agradecer a todos que perderam um tempo em responder minha duvida,vou fazer alguns testes infelizmente o kit fica uma caca mas paciência,não tenho queixa das tintas gunze e Tamiya nunca tive problemas mas essas novas e uma luta para acertar,vou tentar todas as dicas.Abração e boas montagens.

Cesar Ernani, já usei Vallejo há muito tempo, e não me lembro muito de ter esses problemas. Hoje tenho usado para camuflagens Britânicas da Segunda Guerra as tintas acrilicas da Humbrol, as quais são bem chatas de usar, mas com uma mistura de 50 - 50 de álcool e água elas fluem bem.

Lembro de usar uma mistura parecida com as poucas Acrilex que usei e também funcionou.

Mas nada substitui uma boa Gunze !!!

Abraço !!!

anghinoni posted:

só não esquecam que álcool etílico é diferente de isopropilico... 

regra:
etílico = com agua = da pra diluir as tintas a base de agua
isopropilico = sem agua = da pra diluir as tintas a base de solvente

Isopropílico eu uso somente para limpeza. Para diluição, o melhor é o álcool 96%.

o problema de usar isopropilico na limpeza do aerógrafo é que como ele talha as acrílicas puras, se você usar ele pra limpar essas (acrilex, mig, vallejo, humbrol, revell) ele empelota a tinta la dentro do aerografo, gruda tudo, entope, vira uma caca feia mesmo. dai que fica bem difícil limpar.  Tai o motivo que alguns acham que essas tintas são difíceis de limpar...

pra limpar essas basta agua com detergente... ou colocar o aerógrafo no ultrassom com agua e umas gotas de detergente, ou vidrex a base de alcool que é bem fácil a limpeza, vale inclusive pro primer acrilex...

anghinoni posted:

o problema de usar isopropilico na limpeza do aerógrafo é que como ele talha as acrílicas puras, se você usar ele pra limpar essas (acrilex, mig, vallejo, humbrol, revell) ele empelota a tinta la dentro do aerografo, gruda tudo, entope, vira uma caca feia mesmo. dai que fica bem difícil limpar.  Tai o motivo que alguns acham que essas tintas são difíceis de limpar...

pra limpar essas basta agua com detergente... ou colocar o aerógrafo no ultrassom com agua e umas gotas de detergente, ou vidrex a base de alcool que é bem fácil a limpeza, vale inclusive pro primer acrilex...

Acrilex não uso;

Humbrol e Revell são enamels. É outro papo;

Mig e Vallejo nunca tive problemas na limpeza com isopropílico, mas como raramente uso, não posso te afirmar;

Nas Tamiyas e Gunze não rola problema. Nem na limpeza me estresso com elas.

Abraço!

bons tempos da aeromaster, aquilo sim era tinta, podem falar o que quiserem mas nenhuma supera a tinta enamel, uso pouco hoje pois ficaram raras, as lacquer ainda são as que mais se assemelham, por este motivo que uso as gunze, espero testar em breve as da tamiya e as real color da AK.

acrílicas só se não tiver outra. 

Zarichta posted:
anghinoni posted:

o problema de usar isopropilico na limpeza do aerógrafo é que como ele talha as acrílicas puras, se você usar ele pra limpar essas (acrilex, mig, vallejo, humbrol, revell) ele empelota a tinta la dentro do aerografo, gruda tudo, entope, vira uma caca feia mesmo. dai que fica bem difícil limpar.  Tai o motivo que alguns acham que essas tintas são difíceis de limpar...

pra limpar essas basta agua com detergente... ou colocar o aerógrafo no ultrassom com agua e umas gotas de detergente, ou vidrex a base de alcool que é bem fácil a limpeza, vale inclusive pro primer acrilex...

Acrilex não uso;

Humbrol e Revell são enamels. É outro papo;

Mig e Vallejo nunca tive problemas na limpeza com isopropílico, mas como raramente uso, não posso te afirmar;

Nas Tamiyas e Gunze não rola problema. Nem na limpeza me estresso com elas.

Abraço!

tanto humbrol quanto revell tem duas linhas: enamel e acrílica...
as acrílicas delas são acrílicas puras diluídas em agua, NÃO toxicas, igual acrilex, mig, vallejo...

Enamel das duas vem em latinhas, acrílica da humbrol em potinho redondo plástico branco, da revel em potinho quadrado plástico azul..

tamiya e gunze Mr hobby são resinas acrílicas, toxicas. no fundo são tintas automotivas a base de agua (poliéster)... 

Alias a tamiya também tem acrílica (pote redondo) e enamel (pote quadrado)...

 

 

 

anghinoni posted:

esta arenoso porque o álcool talha a tinta acrílica pura (mig, vallejo, acrilex...), para facilitar no aerografo pode diluir com veja vidrex a base de álcool ou com brilho fácil... com agua pura é difícil por causa da tensão superficial da agua, ela satura em bolha e escorre fácil, tem que ter pratica pra aerografar tinta diluída na agua. uma cisa que facilita é no frasco de agua (que tem digamos 200 ml), colocar umas gotas de detergente pra quebrar a tensão superficial da agua...

 

Vidrex azul é excelente para diluição e, após o uso, um pouco dele no copo do aerógrafo, consegue fazer uma limpeza interior excelente, sem precisar desmontar o aparelho.

anghinoni posted:
Zarichta posted:
anghinoni posted:

o problema de usar isopropilico na limpeza do aerógrafo é que como ele talha as acrílicas puras, se você usar ele pra limpar essas (acrilex, mig, vallejo, humbrol, revell) ele empelota a tinta la dentro do aerografo, gruda tudo, entope, vira uma caca feia mesmo. dai que fica bem difícil limpar.  Tai o motivo que alguns acham que essas tintas são difíceis de limpar...

pra limpar essas basta agua com detergente... ou colocar o aerógrafo no ultrassom com agua e umas gotas de detergente, ou vidrex a base de alcool que é bem fácil a limpeza, vale inclusive pro primer acrilex...

Acrilex não uso;

Humbrol e Revell são enamels. É outro papo;

Mig e Vallejo nunca tive problemas na limpeza com isopropílico, mas como raramente uso, não posso te afirmar;

Nas Tamiyas e Gunze não rola problema. Nem na limpeza me estresso com elas.

Abraço!

tanto humbrol quanto revell tem duas linhas: enamel e acrílica...
as acrílicas delas são acrílicas puras diluídas em agua, NÃO toxicas, igual acrilex, mig, vallejo...

Enamel das duas vem em latinhas, acrílica da humbrol em potinho redondo plástico branco, da revel em potinho quadrado plástico azul..

tamiya e gunze Mr hobby são resinas acrílicas, toxicas. no fundo são tintas automotivas a base de agua (poliéster)... 

Alias a tamiya também tem acrílica (pote redondo) e enamel (pote quadrado)...

 

 

 

Humm, essas Humbrol acrílicas não são umas pequenas que acompanham kits? Não lembro qual fabricante.

As enamels Tamiyas eu uso para miudezas em geral. Nunca usei para pintura.

Abs!

Marcio Bernardi posted:

bons tempos da aeromaster, aquilo sim era tinta, podem falar o que quiserem mas nenhuma supera a tinta enamel, uso pouco hoje pois ficaram raras, as lacquer ainda são as que mais se assemelham, por este motivo que uso as gunze, espero testar em breve as da tamiya e as real color da AK.

acrílicas só se não tiver outra. 

sei não, na velha tem estoque completo de enamel humbrol e revell, na passatempo da revell.

acrílica quase não se acha, pelo menos aqui nunca vi estoque completo de acrílica com quase todas as cores, so tem uma ou outra cor...

anghinoni posted:
Marcio Bernardi posted:

bons tempos da aeromaster, aquilo sim era tinta, podem falar o que quiserem mas nenhuma supera a tinta enamel, uso pouco hoje pois ficaram raras, as lacquer ainda são as que mais se assemelham, por este motivo que uso as gunze, espero testar em breve as da tamiya e as real color da AK.

acrílicas só se não tiver outra. 

sei não, na velha tem estoque completo de enamel humbrol e revell, na passatempo da revell.

acrílica quase não se acha, pelo menos aqui nunca vi estoque completo de acrílica com quase todas as cores, so tem uma ou outra cor...

usei muito a humbrol mas odeio a embalagem 

Incluir Resposta

Curtidas (0)
×
×
×
×