Skip to main content

pak43 posted:

Quanto ao zimmerit adesivo tem de ver de que material é feito,se é fragil ou resistente,ai ao meu ver não problema em pintar e mascarar.

Aparentemente é como um decalque.  Mas vai ser temerário tentar testar quando estiver pintando o kit pois se a decalque for arrancada com um mascaramento, daí que fica complicado.  Eu não pagaria para ver.

Abrssssss,
A Raguenet

Chegou há pouco.  Estas publicações da Peko estão cada vez melhores, seja pelo ineditismo das fotos, seja pelo texto explicativo.  Dentro de uma realidade onde os livros estão cada vez mais digitalizados (como por exemplo os da Osprey e principalmente os da Pen & Sword), é bom ter nas mãos de vez em quando uma publicação como essa.  Ah... e tem também o prazer de sentir o cheiro de livro novo.

Abrssssss,
A Raguenet

Sturm

Attachments

Images (1)
  • Sturm

Revell Hawker Hunter FGA.9 1/72  e  Revell Ford 4-AT Tri-Motor 1/77...

         

Excelente este kit do Hunter e o Ford Tri-Motor é pura nostalgia, já tinha o da Airfix e peguei este da Revell, comparei e realmente são de tamanhos diferentes, o estranho é que o da Revell inclui dois tripulantes que parecem mais para a escala 1/48, bem fora do próprio kit do avião...

Last edited by Wolf

MPC Foguete Titan IIIC 1/100 e o livro da Haynes Apollo 11 Mission...

                

            

O foguete Titan foi desenvolvido nos anos 50 como um míssil balístico intercontinental. O foguete evoluiu para um dos veículos de lançamento mais importantes do mundo. As cargas úteis incluíram todas as missões Gemini, várias sondas espaciais de alto perfil, incluindo as sondas Viking Mars, sondas Voyager e a missão Cassini / Huygens Saturn, além de satélites de comunicação e de coleta de informações, de alerta precoce e militares diversos. Os Livros da Haynes são excelentes por serem acessíveis sem ser raso. 

Last edited by Wolf
Jet Commando posted:
Rogerio77 posted:

Se 10% do que é mostrado neste tópico for montado é muito

Triste realidade para a qual sou forte contribuinte 

Mas tento melhorar esse ano 

Abraço do Jet 

Por pensar assim que fazem uns dois anos resolvi vender TUDO que nao vou montar e ate´alguns que queria montar.

"Mininu", fiz tanto dinheiro!!!!!! Limpei os armarios!

Sobraram talvez uns 6 ou 7 avioes e uns 6 blindados e muitas figuras (por enquanto).

Vendi ate o Horten 1/32 da Zokei Mura que pensei que nao venderia. Foi!

Sobraram de aviacao na 1/32:

- P-40

- Zero

- Mig-3

- IAR 80

- P-47D

- Bachem Natter

Na 1/48:

- Me-262B Nachtjaeger

- Su-33

- DC-3 

 

Gente, faz tanto bem para a alma e para o bolso este desapego!

Por pensar assim que fazem uns dois anos resolvi vender TUDO que nao vou montar e ate´alguns que queria montar.

Há uns nove anos por motivos emocionais me desfiz de no minimo 15 kits de militaria,tudo file, AFV TAMiYA.Os ventos mudaram e agora tenho mais tempo,ainda não a disposição,mas vou comprando e montando,não consigo fotografar passo a passo,alguns ficam legais outros sofriveis,mas é mais barato e divertido que psicologo,não me preocupo muito com a opinião alheia,monto quando tenho vontade e como moramos no Brasil e aqui no quesito plastimodelismo nunca vamos saber o que vai acontecer amanhã o Real desvalorizando,enquanto posso compro,o pior seria comprar um kit montá-lo e ai dar uma vontade daquelas de montar outro e ai não tenho,vou importar e dependendo do mês do ano lá se vão dois ou tres meses de espera.Hoje eu já leio tanto como eu lia,quando não havia Interrnet comprava tudo que é livro que me interessava,alguns eu li outros estão na espera.Não fico com sentimento de culpa por comprar e não montá-los logo, afinal é um hobby não uma obrigação.

ARaguenet posted:

Eitcha!  Avião pouco conhecido... de uma marca (Wingsy Kits) que eu nunca tinha ouvido falar.  Vi na loja virtual (HobbyEasy) e fui pesquisar.  Falaram muito bem deste kit na 1/48 e resolvi comprar.  Realmente é uma grata surpresa a se considerar que é um avião pouco (ou nada) explorado.  A injeção do plástico é bem interessante (os contadores de rebites vão à loucura!).  Ademais vem com um set de peças foto-gravadas e mascaramento para o canopy.  Nada mal a se considerar o preço que não foi tão salgado assim.

Abrssssss,
A Raguenet

20200106_142958

20200106_143054

20200106_143150

20200106_143524

20200106_143612

20200106_143816

Blz, Raguenet?

Tenho este avião na 1/48, mas injetado pela Nichimo eras atrás, que até então, era o único nessa escala. Esse com certeza, está anos-luz à frente, mas o velhinho não faz feio não...

Resultado de imagem para 1/48 nichimo sonia

Pretendo comprar esse em breve e, fazer uma comparação entre os dois kits.

Grande abraço.

José Luiz Vieira posted:
ARaguenet posted:

Eitcha!  Avião pouco conhecido... de uma marca (Wingsy Kits) que eu nunca tinha ouvido falar.  Vi na loja virtual (HobbyEasy) e fui pesquisar.  Falaram muito bem deste kit na 1/48 e resolvi comprar.  Realmente é uma grata surpresa a se considerar que é um avião pouco (ou nada) explorado.  A injeção do plástico é bem interessante (os contadores de rebites vão à loucura!).  Ademais vem com um set de peças foto-gravadas e mascaramento para o canopy.  Nada mal a se considerar o preço que não foi tão salgado assim.

Abrssssss,
A Raguenet

20200106_142958

20200106_143054

20200106_143150

20200106_143524

20200106_143612

20200106_143816

Blz, Raguenet?

Tenho este avião na 1/48, mas injetado pela Nichimo eras atrás, que até então, era o único nessa escala. Esse com certeza, está anos-luz à frente, mas o velhinho não faz feio não...

Resultado de imagem para 1/48 nichimo sonia

Pretendo comprar esse em breve e, fazer uma comparação entre os dois kits.

Grande abraço.

Fala Vieira!  Sim, os kits da Nichimo na 1/48 eram de respeito e ainda hoje dão um bom caldo.  Mas acredito também que fica difícil fazer frente a essas novas marcas.

Abrssssss,
A Raguenet

Chegaram da Hannants.  Pedi uns acessórios para o Dewoitine D.520 na 1/72 e incluí este A-20G também na 1/72 da MPM.  Quando abri o A-20G, qual não foi a minha surpresa em ver que é possível fazer o kit na mesma versão do antigo A-20 da Matchbox que eu tinha quando adolescente.  O da Matchbox eu passei adiante quando percebi que era mais um brinquedo do que um kit.  Mas esse da MPM vai ter um lugar especial na coleção.

Abrssssss,
A Raguenet

Hannants

Matchbox

Attachments

Images (2)
  • Hannants
  • Matchbox

Trumpetando...   Trumpeter E-50 Standardpanzer 1/35...

           

        

         

O Sucessor do Panther

Designado simplesmente como série “E”, os novos blindados da próxima geração nasceram nos escritórios de engenharia da Argus, Auto-Union e Adler que buscavam atingir um salto tecnológico importante.  As novas características foram pensadas em estreito contato com os militares e sua experiência de combate a fim de aumentar sua eficácia e sua sobrevivência face aos adversários. Assim, a causa da altura do tanque Panther era a sua suspensão a barra de torção. A nova gama previa adotar um chassi mais baixo e discreto. A caixa de câmbio e a transmissão estão localizadas atrás, mais próximos ao motor, permitindo uma melhor transferência de peso e liberando mais espaço na parte da frente.

O beneficio obtido permitia aumentar a proteção blindada frontal.  A liberação de espaço também permitia uma maior quantidade de munições.  O sistema de estabilização do canhão, bem como a melhora do sistema óptico de tiro era também uma vantagem.    Outro aperfeiçoamento era a mira óptica noturna através de infra-vermelho.

O programa (E)inheintsfahrgestelle foi aprovado em abril de 1943 e o sucessor do tanque Panther recebeu a denominação de E-50.  Seu peso girava entre as 50 toneladas e era armado com um canhão de 88mm KwK 43/71 em uma torre de menor dimensão e eficiência balística melhorada Schmalturm com espessura frontal de 150mm.  O motor era um Maybach HL 234 de 12 cilindros com potencia de 900hp e uma velocidade máxima de 60 km/h sobre 6 rodas de aço em cada lado.  Um avanço para o seu tempo era a construção modular que permitia uma fácil manutenção e substituição de peças. Em fins de 1944 o novo chassi entrou em teste atingindo o objetivo de polivalência, potencia de fogo, boa proteção blindada e mobilidade.

Boa aquisição Luis Pacheco.  Recomendo também este livro que embora seja de um piloto Tornado, tem uma parte que ele esta junto com os Phantons na Alemanha e tem algumas histórias deste contato.  O jato Tornado é um avião complexo e o bom é que ele conta com detalhes sobre o avião e outros tipos que pilotou...  com aquele humor mordaz britânico...

Written from the unique perspective of a fast jet cockpit, Tornado Over the Tigris captures the essence of what it was really like to fly a Tornado at the front-line of the Cold War in Germany and on operations over Iraq in the aftermath the Gulf War. 

After achieving a boyhood ambition to qualify as an RAF pilot, Michael Napier was posted to RAF Bruggen in Germany where he spent five years flying Tornado GR1 strike/attack aircraft at the height of the Cold War.   Always exhilarating, sometimes amusing and often dangerous, Michael Napier’s Tornado flying ranged from ‘routine’ low-flying in continental Europe and the UK to air combat manoeuvring in Sardinia and the ultra-realistic Red Flag exercises in the USA. 

After two tours flying the Tornado during which he progressed from struggling first-tourist to respected four-ship leader, he became an instructor at the Tactical Weapons Unit at RAF Chivenor.  This tour, during which he flew the Hawk, provided yet more exciting and challenging flying.  He returned to the Tornado at Bruggen as a Flight Commander shortly after the Gulf War and subsequently flew a number of operational sorties over Iraq, which included leading airstrikes against Iraqi air defence installations as part of major Coalition operations.

Last edited by Wolf
Wolf posted:

Trumpetando...   Trumpeter E-50 Standardpanzer 1/35...

           

        

         

O Sucessor do Panther

Designado simplesmente como série “E”, os novos blindados da próxima geração nasceram nos escritórios de engenharia da Argus, Auto-Union e Adler que buscavam atingir um salto tecnológico importante.  As novas características foram pensadas em estreito contato com os militares e sua experiência de combate a fim de aumentar sua eficácia e sua sobrevivência face aos adversários. Assim, a causa da altura do tanque Panther era a sua suspensão a barra de torção. A nova gama previa adotar um chassi mais baixo e discreto. A caixa de câmbio e a transmissão estão localizadas atrás, mais próximos ao motor, permitindo uma melhor transferência de peso e liberando mais espaço na parte da frente.

O beneficio obtido permitia aumentar a proteção blindada frontal.  A liberação de espaço também permitia uma maior quantidade de munições.  O sistema de estabilização do canhão, bem como a melhora do sistema óptico de tiro era também uma vantagem.    Outro aperfeiçoamento era a mira óptica noturna através de infra-vermelho.

O programa (E)inheintsfahrgestelle foi aprovado em abril de 1943 e o sucessor do tanque Panther recebeu a denominação de E-50.  Seu peso girava entre as 50 toneladas e era armado com um canhão de 88mm KwK 43/71 em uma torre de menor dimensão e eficiência balística melhorada Schmalturm com espessura frontal de 150mm.  O motor era um Maybach HL 234 de 12 cilindros com potencia de 900hp e uma velocidade máxima de 60 km/h sobre 6 rodas de aço em cada lado.  Um avanço para o seu tempo era a construção modular que permitia uma fácil manutenção e substituição de peças. Em fins de 1944 o novo chassi entrou em teste atingindo o objetivo de polivalência, potencia de fogo, boa proteção blindada e mobilidade.

Estou aguardando a chegada do meu, o que me convenceu a compra do mesmo é ter visto vários trabalhos na net destes projetos alemães em cores de Panthers e Tigers do final da guerra, com muito desgaste, ferrugem...enfim...ficam muito bonitos....

Caracas... nao entrava aqui ha muito tempo... e tbm ha tempos que nao comprava um kit novo... só suplementos para o hobby... mas este nao resisti.  Chegou ha duas semanas .   Pretendo fazer o Moritz, que tem os decais mais legais.   É um kit complexo, com interior,  mas era um sonho, ja que so tinha o de resina da panzermodels.   Pneus de borracha,  radios de resina... mapas detalhados... enfim, excelente kit da AFV.   Comprei na Lucky Models...   Abs 

Last edited by m♠motörhead
m♠motörhead posted:

Caracas... nao entrava aqui ha muito tempo... e tbm ha tempos que nao comprava um kit novo... só suplementos para o hobby... mas este nao resisti.  Chegou ha duas semanas .   Pretendo fazer o Moritz, que tem os decais mais legais.   É um kit complexo, com interior,  mas era um sonho, ja que so tinha o de resina da panzermodels.   Pneus de borracha,  radios de resina... mapas detalhados... enfim, excelente kit da AFV.   Comprei na Lucky Models...   Abs 

 

Bem legal. 

Dale Gardner posted:

100_1754

Acabou de pousar vindo da Hannants (second hand).

Tudo perfeito,caixa, bags lacrados, decais, PE's.

Vamos ver se monta tão bem quanto o da Tamiya.

Orlando

Sem querer ser chato e já sendo, estes kits da Dragon antigos são usualmente chatinhos de montar, exigindo putty e lixa, em especial na junção das asas.

 

Attachments

Images (1)
  • mceclip0

Incluir Resposta

×
×
×
×
Link copied to your clipboard.
×