Skip to main content

que o pessoal daqui do forum comeÇou a gostar de aviaÇão?

No meu caso, quando eu tinha uns 10 anos e comecei a completar um Álbum de figurinhas de aviaÇão  do guaranÁ Antarctica/Embraer.

Bons tempos!!!

 

 

 

 

 

 

Last edited by GDA
Original Post

Replies sorted oldest to newest

Boa lembrança. Também tive esse album, mas a minha primeira lembrança da aviação, aquela que me fez querer viver esse mundo foi um show completo da antiga Esquadrilha da Fumaça,  em frente a antiga fábrica da Wyllis em Taubaté (Onde existia o antigo Aeroclube, e atualmente é a fábrica da Ford de motores e câmbios), isso lá pelos anos de 1.966, sendo que o meu primeiro kit data de 1.968 (Wildcat 1/72 Revell-Kikoller)

Minha mãe diz que quando eu tinha a idade em que nem me conhecia por gente ainda, na lousinha pendurada na porta da sala sentado na cadeirinha de tubos de borrachinha , eu desenhava de uma forma muito rústica algo como uma fuselagem e asas ...  

 

E Larecio, como você , tenho a sorte de ter na memória, sentado de cavalinho no ombro dos meus pais , os shows no aeroclube de Sorocaba com os saudosos T-6's .... Simplesmente inesquecíveis !!

 

Meu primeiro kit foi um F-111 , que escolhi como presente de aniversário ... De sete ou oito anos .... Faz algum tempo ... Utilizei a cola do próprio kit e pintei com nanquim , somente a cor preta para esboçar a camuflagem... Será que ficou bom ?!... Pena que ele não durou muito tempo pois depois de montado brinquei muito com ele... não faz muito tempo montei um outro F-111 na mesma escala para homenagear esse meu primeiro kit...

 

FT

 

 

 

 

 

também tive esse álbum completasso...quanto tomar guaraná antartica...

 

Meu primeiro Kit foi aos 14 anos, um F-104C/G 1/48 da REvell, comprado no CArrefour em campinas...há 34 anos atrás...

 

Mas comecei a gostar de aviação, olhando para cima !!!

Para mim foi lá no início dos anos 70, quando ganhei meu primeiro kit. Um Fw-200 da Revell/Kiko e coincidentemente com a exibição na TV Tupi do filme Batalha da Inglaterra.

 

 

Aí nunca mais larguei o vício...

 

Carlos

Desde de pequeno, meu saudoso tio trabalhava em Viracopos (Policia Federal) e pela facilidade de acesso à pista, visitávamos os aviões estacionados.

Tomou força com a série Demônios do Ar e que me incentivou ainda mais a ser piloto, porém, de asa rotativa.

 

Abração

 

Foi aos 4 anos de idade, ao ver a primeira transmissão via satélite, a chegada do homem à lua. Queria ser astronauta.

 

Depois, aos 6 anos, em 1971, vi a esquadrilha da fumaça em São Paulo, e fiz meu primeiro modelo, um T-6 de cartolina pintado com guache. Pena não ter fotos dele, na época, não tinha máquina fotográfica, algo caro.

 

Depois, prestei a AFA em 1983, estava servindo o EB, e tive que me escrever, também, na AMAN, por determinação do cmte. da minha Cia. Passei na prova escrita de ambos, e meu cmte. disse que assinaria se fosse pra AMAN, pra AFA não, então...

Last edited by FІЯЭFФЖ

Quando eu fui para São José dos Campos trabalhar de office-boy, me pediram para ir até a Avibrás buscar um envelope. Peguei um ônibus e teria que descer no ponto final. De repente, após passar pelo Jardim da Granja, vi lá no fundo uma torre de caixa d'água com um logo e quase que me cago. Ví as instalações de dentro do ônibus, que então só mais dois pontos e já estava na porta da Avibrás. Ao chegar na Avibrás, perguntei o que eles faziam lá. Mais uma surpresa. Ao sair, fui andando e atrás do alambrado com cerca viva de hibisco havia um "avião de guerra". Depois soube que era um Xavante.

 

Depois desse dia nunca mais fui o mesmo. : D

 

Era Janeiro de 1.983 e eu gostava de Supertramp e Electric Light Orchestra.

Originally Posted by xxAgnaldoxx:

Quando eu fui para São José dos Campos trabalhar de office-boy, me pediram para ir até a Avibrás buscar um envelope. Peguei um ônibus e teria que descer no ponto final. De repente, após passar pelo Jardim da Granja, vi lá no fundo uma torre de caixa d'água com um logo e quase que me cago. Ví as instalações de dentro do ônibus, que então só mais dois pontos e já estava na porta da Avibrás. Ao chegar na Avibrás, perguntei o que eles faziam lá. Mais uma surpresa. Ao sair, fui andando e atrás do alambrado com cerca viva de hibisco havia um "avião de guerra". Depois soube que era um Xavante.

 

Depois desse dia nunca mais fui o mesmo. : D

 

Era Janeiro de 1.983 e eu gostava de Supertramp e Electric Light Orchestra.

 

Agnaldo,

 

Se vc seguir o padrão, aposto minhas fichas que vc ainda gosta de Supertramp e Electric Light Orchestra...

 

Abs!

Minha mãe diz que desde muito pequeno, já olhava pra cima sempre que passava um avião e apontava o dedo e dizia "bubu" rss

 

Mas pelo que me lembro, é quando assistia o capitão Asa na TV.

 

sds

Acho que foi com a TV. Na época, a TV da minha cidade apresentava programas gravados (não havia sinal da Embratel) e as reprises eram abundantes. Dessa montoeira de enlatados eu lembro dos "Demônios do ar" (Baa Baa Black Sheep) e sua impressionante abertura. Foi esse seriado que me fez perder muitas horas em lutas imaginárias contra os japoneses, bem como garimpar filmes sobre aviação na Sessão da tarde.

Originally Posted by Marcelo Ribeiro - Mach 2:
Originally Posted by xxAgnaldoxx:

Quando eu fui para São José dos Campos trabalhar de office-boy, me pediram para ir até a Avibrás buscar um envelope. Peguei um ônibus e teria que descer no ponto final. De repente, após passar pelo Jardim da Granja, vi lá no fundo uma torre de caixa d'água com um logo e quase que me cago. Ví as instalações de dentro do ônibus, que então só mais dois pontos e já estava na porta da Avibrás. Ao chegar na Avibrás, perguntei o que eles faziam lá. Mais uma surpresa. Ao sair, fui andando e atrás do alambrado com cerca viva de hibisco havia um "avião de guerra". Depois soube que era um Xavante.

 

Depois desse dia nunca mais fui o mesmo. : D

 

Era Janeiro de 1.983 e eu gostava de Supertramp e Electric Light Orchestra.

 

Agnaldo,

 

Se vc seguir o padrão, aposto minhas fichas que vc ainda gosta de Supertramp e Electric Light Orchestra...

 

Abs!

Bidú  

 

Bom, acho que ganhei o assento reservado. Eu morei na Universidade Rural, no eixo de voo da Base de Santa Cruz. Não precisa dizer, desde que me entendo por gente acompanhei a evolução das aeronaves do Grupo de Caça, começando pelos P-47, que tinham uma estranha mania de fazer rasantes sobre as nossas casas. E depois que o filho de um vizinho nosso, o Bellon foi para a AFA era um atras do outro, todo mundo vivia de cabelo em pé. Muitos anos depois, quando conheci o Brig Mike Mike (Magalhães Motta) ele me falou que adorava fazer ataques simulados na Rural, e eu atrás da porta me mijando de medo, mundo pequeno...

O minha paixão começou com meu pai que trabalha na helibras então,desde pequeno via helicopteros quase todo dia assim minha paixão foi se firmando.Até hoje vou com meu filho até lá só pra ver o super puma fazendo voo teste e te garanto e muito lindo.

 

Abraço.

Caraio, eu nem falava direito ainda e tive um avião de plástico soprado, feio de doer. Esse se perdeu na poeira dos tempos mas eu vivia desenhando uns trecos em forma de charuto, cheio de janelinhas, com umas asas estranhas e largando uma fumaça meio tosca. Nisso se vão 48 anos. Não pude me tornar piloto, mas sempre levanto os olhos pro céu ao ouvir o ronco - ou silvo - do motor de qualquer coisa que voe.

me sinto pequeno por não ter ganho asas.

 

1969 - 70, eu com uns 5 ou 6 anos, meu pai montou o BF 109 1/32 da Revell, sem pintura, somente colou as peças, ficou até bem montado. Eu em meu irmão mais velho pegamos o kit pra ver e quebrou uma peçinha, acho que uma roda ou antena e meu pai, que era muito irritado, ficou puto e espatifou o kit na parede, voando peça pra todo lado. Eu dei sorte e consegui ficar com o piloto....hoje tenho montado 3 desse kit e ficou como um marco, uma história que jamais esqueci. 

Buenas!!!

Qdo vi o filme "Tora! Tora! Tora!" na sessão da tarde e logo depois, ganhei dos meus pais esta coleção:

 

Que era vendida de porta em porta, na época.

Dae o vício pegou forte e tô aqui até hj.

Ah! Claro que depois ganhei um "Revell" que montei em 30min.

Kkkk!!!

 

 

[]s!!

No final da década de 70 eu assistia ao seriado Demônios do AR e já tinha montado o Corsair e o Zero 1/32 da Revell. Imagina a festa, cada um numa mão fazendo o maior dog fight que se possa imaginar, imitando o som das metrancas e a fala dos pilotos. Logicamente que não tenho mais esses kits, foram todos abatidos, mas as lembranças são ótimas, eita tempo bão sô, brinquei muito com meus old kits. p.s. o Zero literalmente taquei fogo, imitando o abate.

Sempre gostei de aviões, meu tio tinha uma estante cheia deles, cresci namorando os kits dele e torcendo pra crescer e poder ter alguns também.

 

Meus primeiros contatos com o plastimodelismo foram por volta dos seis anos, vendo meu tio e meu primo mais velho no cafofo deles, montando os kits da Revell.  

 

 

Quando tinha 10 anos fui  na casa de uma vizinha que tinha voltado dos EUA, isto em 1960 o marido dela era engenheiro aeronáutico que tinha feito reisindencia em San Diego CA.pela Real Aerovias Brasil.  qual foi minha surpresa o cara tinha um kit "Revell Autentic Kits" na estante da sala, foi demais, mas meu primeiro kit comprado a dura penas foi Spit 1:72 nas Lojas Americanas em SP, montei na mesma noite sem pintar.Dai pra frente....

A família de minha mãe é de São Paulo e sempre que possível iamos para lá de avião, leia-se DC-3. Na primeira viajem eu tinha menos de um ano e na aterragem o  avião entrou em pane de freios, foi bombeiro, ambulância e tudo o que tinha direito em Congonhas. E eu saí com o quepe do Comandante...

desde muitissimo cedo, uns 3 anos mais ou menos meu pai vivia me levando ao aeroclube de bauru pra ver os famigerados fokker f-27 decolar e pousar, aquele "grito" dos motores era algo bastante empolgante...aos seis eu ganhei meu primeiro plasti, um stuka g 1/48 revell br montado pelo meu tio apenas todo verdão-estireno...depois desse dia eu nunca mais fui o mesmo..kkkkk #styreneaddictedforever

 

acho q ja devo ter tido mas de 150 kits ao longo da vida entre eles alguns que gostava muito tipo:

3x ac-130 1/48(nunca montei nenhum), 2x A-10A 1/32, 3x A-7 1/32, 3x Me-262 1/32, 2xF-4u4 Corsair 1/32, uns 7x F-14 hase 1/48, 6x phantoms 1/48 hase, 2x Sufas 1/32, 2x F-16Cj acad 1/32, 2x F-18 1/32e muitos outros kits bons...hj tenho só o q "vou consumir" kkkkkkkkkkk