Marcus posted:
Franklin posted:

Situação surreal: fui fazer uma compra no eBay de loja no Japão e não consegui concretizar a compra pois meu endereço residencial foi identificado como PO BOX!!!

Alguma ideia de como mudar isso?

Tente criar um 'novo' (o mesmo) endereço no seu perfil, e coloque o ajuste como 'principal'.... 

Não adianta, continua dizendo que para o vendedor é PO BOX. E ele não respondeu a mensagem.

Augusto posted:

Você não entendeu, os 15 reais não são um tributo, são uma taxa cobrada pelos correios pelo serviço de desembaraço alfandegário.

 

pelo o que entendi, é passar a entrega para empresas privadas pós privatização e ai eles vão taxar tudo....agora a pouca vergonha dos 15,00 reais até agora não me cobraram, mas como tenho duas de fora chegando, já estou esperando por isso....

Daniel Tomcat posted:

Acabei de receber no meu email:

Alguém já tinha recebido?

Já havia recebido, hoje mandaram de novo. Estão fazendo a parte deles, alertando para a necessidade de informar o CPF nas compras - nas que não tem rastreamento, será a maneira de identificarem o destinatário e associa-lo à compra realizada.

Quem compra muita coisa lá fora para vender aqui tá enrolado - agora a RF vai rastrear e provavelmente irá atrás dos grandes compradores.

 
Sidney posted:
Daniel Tomcat posted:

Acabei de receber no meu email:

Alguém já tinha recebido?

Já havia recebido, hoje mandaram de novo. Estão fazendo a parte deles, alertando para a necessidade de informar o CPF nas compras - nas que não tem rastreamento, será a maneira de identificarem o destinatário e associa-lo à compra realizada.

Quem compra muita coisa lá fora para vender aqui tá enrolado - agora a RF vai rastrear e provavelmente irá atrás dos grandes compradores.

 

Não faz muito sentido, ir atras de quem? Se o cara já foi taxado pagou o que devia, se não foi não faz diferença. Não existe nada que impeça o cidadão de comprar pelo sistema simplificado, a não ser que seja para fins comerciais, mas ai vão ter que provar que era esta a finalidade da compra. A receita não vai perder tempo e recursos atrás destes trocados. Acho que é apenas uma forma de tornar a taxação mais eficiente e barata, já que vai bastar inserir o CPF e todos os dados do cidadão serão automaticamente inseridos na guia do imposto sem precisar digitar mais nada.

 

A SprueBrothers também colocou um comunicado:

Attention Brazilian Customers

Effective Jan 1, 2020, all shipments to Brazil must include the recipient's Tax Identification (ID) number on customs declarations and shipping labels.  Any shipments to Brazil after Jan 1, 2020 missing the recipient's Tax ID will be subject to return, or even disposal, by Brazilian Customs.

When you place your order, please include your CPF or CNPJ Number in the checkout comments or in the "Company" field of your shipping address.  It should be stated like this:  "CPF 000.000.000-00".  Any orders received on or after Jan 1, 2020 without the CPF or CNPJ Number will be cancelled.

Augusto posted:
Sidney posted:
Daniel Tomcat posted:

Acabei de receber no meu email:

Alguém já tinha recebido?

Já havia recebido, hoje mandaram de novo. Estão fazendo a parte deles, alertando para a necessidade de informar o CPF nas compras - nas que não tem rastreamento, será a maneira de identificarem o destinatário e associa-lo à compra realizada.

Quem compra muita coisa lá fora para vender aqui tá enrolado - agora a RF vai rastrear e provavelmente irá atrás dos grandes compradores.

 

Não faz muito sentido, ir atras de quem? Se o cara já foi taxado pagou o que devia, se não foi não faz diferença. Não existe nada que impeça o cidadão de comprar pelo sistema simplificado, a não ser que seja para fins comerciais, mas ai vão ter que provar que era esta a finalidade da compra. A receita não vai perder tempo e recursos atrás destes trocados. Acho que é apenas uma forma de tornar a taxação mais eficiente e barata, já que vai bastar inserir o CPF e todos os dados do cidadão serão automaticamente inseridos na guia do imposto sem precisar digitar mais nada.

 

Ao contrário do que você acredita, a importação ilegal, pelo crime de "descaminho", movimenta muito mais do que "trocados". Tem gente importando assim e concorrendo com lojas que importam legalmente perfumes, relógios e etc.

É atras destes "importadores", que usavam laranjas e se escondem atrás de CNPJs falsos, que a RF vai. Não precisa ir muito longe para achar estes cidadãos. Um conhecido vendedor do ML, que chegou a ameaçar o Brisa caso o nome dele fosse citado aqui, é um deles. Muito trabalho por conta de trocados, não acha?

 
 
 
Sidney posted:
Augusto posted:
Sidney posted:
Daniel Tomcat posted:

Acabei de receber no meu email:

Alguém já tinha recebido?

Já havia recebido, hoje mandaram de novo. Estão fazendo a parte deles, alertando para a necessidade de informar o CPF nas compras - nas que não tem rastreamento, será a maneira de identificarem o destinatário e associa-lo à compra realizada.

Quem compra muita coisa lá fora para vender aqui tá enrolado - agora a RF vai rastrear e provavelmente irá atrás dos grandes compradores.

 

Não faz muito sentido, ir atras de quem? Se o cara já foi taxado pagou o que devia, se não foi não faz diferença. Não existe nada que impeça o cidadão de comprar pelo sistema simplificado, a não ser que seja para fins comerciais, mas ai vão ter que provar que era esta a finalidade da compra. A receita não vai perder tempo e recursos atrás destes trocados. Acho que é apenas uma forma de tornar a taxação mais eficiente e barata, já que vai bastar inserir o CPF e todos os dados do cidadão serão automaticamente inseridos na guia do imposto sem precisar digitar mais nada.

 

Ao contrário do que você acredita, a importação ilegal, pelo crime de "descaminho", movimenta muito mais do que "trocados". Tem gente importando assim e concorrendo com lojas que importam legalmente perfumes, relógios e etc.

É atras destes "importadores", que usavam laranjas e se escondem atrás de CNPJs falsos, que a RF vai. Não precisa ir muito longe para achar estes cidadãos. Um conhecido vendedor do ML, que chegou a ameaçar o Brisa caso o nome dele fosse citado aqui, é um deles. Muito trabalho por conta de trocados, não acha?

 
 
 

Imagina que o cara tem centenas de pessoas para importar para ele, ter o CPF destas pessoas vai adiantar o que? Teriam que investigar cada um individualmente, provar a sua ligação com algum CNPJ para ai poder tomar alguma providencia. Claro que não funciona.

Além disso uma carreta vinda do Paraguai equivale a milhares de compras feitas pelo correio, não é difícil ver o que é mais vantajoso.

Quanto este cara do ML vende por mês? 10mil?  20 mil? e isso exagerando muito, se você acha que a receita esta preocupada com isso, não sabe como ela funciona.

 

 
Augusto posted:
Sidney posted:
Augusto posted:
Sidney posted:
Daniel Tomcat posted:

Acabei de receber no meu email:

Alguém já tinha recebido?

Já havia recebido, hoje mandaram de novo. Estão fazendo a parte deles, alertando para a necessidade de informar o CPF nas compras - nas que não tem rastreamento, será a maneira de identificarem o destinatário e associa-lo à compra realizada.

Quem compra muita coisa lá fora para vender aqui tá enrolado - agora a RF vai rastrear e provavelmente irá atrás dos grandes compradores.

 

Não faz muito sentido, ir atras de quem? Se o cara já foi taxado pagou o que devia, se não foi não faz diferença. Não existe nada que impeça o cidadão de comprar pelo sistema simplificado, a não ser que seja para fins comerciais, mas ai vão ter que provar que era esta a finalidade da compra. A receita não vai perder tempo e recursos atrás destes trocados. Acho que é apenas uma forma de tornar a taxação mais eficiente e barata, já que vai bastar inserir o CPF e todos os dados do cidadão serão automaticamente inseridos na guia do imposto sem precisar digitar mais nada.

 

Ao contrário do que você acredita, a importação ilegal, pelo crime de "descaminho", movimenta muito mais do que "trocados". Tem gente importando assim e concorrendo com lojas que importam legalmente perfumes, relógios e etc.

É atras destes "importadores", que usavam laranjas e se escondem atrás de CNPJs falsos, que a RF vai. Não precisa ir muito longe para achar estes cidadãos. Um conhecido vendedor do ML, que chegou a ameaçar o Brisa caso o nome dele fosse citado aqui, é um deles. Muito trabalho por conta de trocados, não acha?

 
 
 

Imagina que o cara tem centenas de pessoas para importar para ele, ter o CPF destas pessoas vai adiantar o que? Teriam que investigar cada um individualmente, provar a sua ligação com algum CNPJ para ai poder tomar alguma providencia. Claro que não funciona.

Além disso uma carreta vinda do Paraguai equivale a milhares de compras feitas pelo correio, não é difícil ver o que é mais vantajoso.

Quanto este cara do ML vende por mês? 10mil?  20 mil? e isso exagerando muito, se você acha que a receita esta preocupada com isso, não sabe como ela funciona.

 

 

Augusto, os caras estão se dando ao trabalho de fiscalizar e taxar pacotes de 20, 30 dólares. Você acha que vão ignorar estes caras do ML, onde metade do que é vendido lá entra por descaminho?

Fui procurar instrumentos para o laboratório e achei na loja (3.000 mil) e no ML (1.500) da mesma marca. Vai muito além que quanto um ou outro ganha aqui, inviabiliza para quem segue as regras. 

O buraco é mais embaixo.

 

NMO a solução mais simples seria taxar no cartão de credito toda operação de compra internacional, com possibilidade de revisão para tudo o que for isento do imposto de importação, isto  possibilitaria em virtude do aumento da arrecadação até mesmo a redução do imposto. Tentativas de burlar a cobrança sempre existirão cabendo ao órgão fiscalizador combater as mesmas.

Realmente a receita federal não tem lógica,faz tempo que não viajo para fora do pais mas me lembro que quando voltava via aerea estava isento de pagar taxas em produtos que não passassem de Us 500,00,legal ai eu vou lá ,já faz um bom tempo compro um moedor de pimenta de us 10,00 e eles me taxam,era na epoca de um certo partido no governo tinham que fazer caixa. Realmente não tenho a menor ideia do porque do cpf ou cnpj,se for para vigiar quem compra muito,principalmente pessoa fisica,há sempre um laranja por ai.vamos ver no que vai dar.

Incluir Resposta

Curtidas (0)
×
×
×
×