Skip to main content

Bunga posted:

Dconsorti,

Isso sem contar o que é tributado pela Receita Federal, que como eu disse anteriormente, entra no país de forma absolutamente legal e pelo caminho correto a ser seguido.

Penso que o cidadão não saiba o teor do que se encontra insculpido nos arts. 334 (Descaminho) e 334a (Contrabando) do Código Penal.

A opinião de um advogado é sempre oportuna e bem-vinda!  Muito obrigado!

Abração!

Pois é...

Pena que uma empresa de tanta tradição e nome como a Tamyia ainda tenha pessoas como essas como representantes!

Se você quer saber, você até poderia entrar com um processinho na cabeça desse cara... mas, opinião pessoal, não vale a pena. muito trabalho e dor de cabeça pra nada!

Talvez fosse interessante deixar claro para a Tamiya do Japão que os fatos expostos estão denigrindo a marca no Brasil já que o  representante brasileiro deixa a desejar em relação a fornecer produtos essenciais como cola, putty e ferramentas, além de não suprir demandas relacionadas a peças de reposição, quaisquer que sejam.

Também acho importante informar do tratamento que o mesmo dá a potenciais clientes por afirmar que todos os produtos da Tamiya em solo brasileiro adquiridos por outras vias que não de sua empresa, são frutos de contrabando ou outros meios ilegais, o que trata-se de um delírio já que a legislação brasileira permite importações de pessoas físicas via correios em valores de até U$1.000,00 mediante o pagamento dos impostos, além de outros meios como viagens internacionais.


Rogério,

Eu concordo plenamente, mas a ausência desses produtos é algo que eu particularmente não posso afirmar ter o conhecimento.  Por esse motivo é que estou colocando o link do tópico no e-mail, para que eles tenham o trabalho de ler e ver as queixas de todos.

Mas estou aceitando as opiniões sim!

Abração,

         Luiz Felipe

 

Dconsorti,

O processo não vale o trabalho e perda de tempo, mas estou guardando TUDO que diz respeito a esse assunto.  Nunca se sabe até onde pode (ou não) valer o transtorno...

Abração!

É mesmo de envergonhar uma marca com tamanha tradição e respeito como a Tamiya Inc. Japan tenha estabelecido contrato com Daniel Mendes que não se mostra digno de tal representação comercial. 

Lamento pelo péssimo e desrespeitoso atendimento que recebeu, já passei por problemas com a TamiyaBrasil por duas vezes, para nunca mais.

Boris,

Assine então conosco a carta que vamos enviar domingo agora.  Me passe por MP seu nome e e-mail que terei o prazer de o adicionar como subscritor.

Muito obrigado e grande abraço!

            Luiz Felipe

Bom dia à todos!

Para complementar as informações, gostaria de adicionar algo mais sobre este representante:

Ele chegou a possuir uma loja física suntuosa (até demais para o tamanho da cidade , na minha opinião) em Valinhos - SP, acredito que seja morador de lá.

Eu a conheci pessoalmente, porém a mesma foi fechada. Durante o evento do GPC em Valinhos ano passado, ouvi de Modelistas que lá residem e que portanto tem melhores informações, que tal representação no Brasil pertencia ao pai dele, que a assumiu repassando-a ao filho para que o mesmo tivesse uma ocupação, mas que o rapaz colocou os pés pelas mãos quando resolveu acabar a todo custo com quem além dele tivesse algo da TAMIYA no Brasil, criando toda essa impopularidade já citada por alguns nos posts acima e acabaram por fechar o estabelecimento.

Com o fechamento da loja física voltaram sua atenção apenas para a loja virtual.

Também repudio essa truculência toda deste senhor e dou total apoio aos demais, concordando com muitas das coisas descritas por eles aqui.

Abraço

Osmarjun

 Comprei tres vezes dele,uma ele não tinha uma lima e prontamente me trocou por outra mais cara que no frigir dos ovos acabou me beneficiando.Comprei mais um kit dele  e espero que ele me mande.Não vou fazer juizo e valor de ninguem,aqui na minha cidade ouvi horrores sobre esta pessoa. O grande problema do plastimodelismo no Brasil entre outras coisas são o cambio os impostos e a falta de sangue novo ou seja mais pessoas a praticar. As grandes marcas do ramo vendem só em grandes quantidades e os mercados preferenciais são EUA e Europa o Brasil passa longe.Uma vez um lojista  me falou  que a Tamiya procedia da seguinte forma só mandava os lançamentos para o Brasil se voce comprasse tudo aquilo que ninguem mais quer,olha na pagina da Tamiya do Brasil lá tinha kits bons misturados a abacaxis. E me parece que este senhor comprou um monte de brinquedos Tamiya e RC uns não vendem aqui e os outros são carissimos.Agor a pergunta é ele comprou sem ter ideia de mercado ou os japas,inocentes,obrigaram ele a trazer para ter o titulo de representante da marca no Brasil.

Senhores,

Acabei de enviar o e-mail com cópia para todos que subscreveram.  Outros que desejarem, me procurem em PVT e passo o e-mail deles para vocês poderem complementar.

Aguardemos e vejamos como a empresa (a Tamiya, não esse escritório daqui) irá se posicionar.

Abração a todos e muito obrigado!  Uma ótima semana!

 

 

Bunga;

Eu tentaria a peça via alguma loja no exterior, ou talvez uma boa oficina de reparo pudesse tentar alguma alternativa viável.

Infelizmente a impressão que o representante no Brasil passa, é muito ruim, isto é, se formos ficar somente na impressão.

Dias atrás comentei que olhando o site do representante, por olhar mesmo, já que é mais fácil uma galinha criar dentes do que eu dar meu dinheiro para esse representante, vi que ele cobra o dobro do frete que os Correios praticam, para enviar pelos... Correios. Ele coloca  no site dele que o prazo estimado para um SEDEX chegar é de 16 dias, acho, ou 10. Além de faturar em cima do custo do envio, ainda trata os prazos como brincadeira.

Me espanta ele continuar com o papo furado de que se dane todo mundo e só ele tem direito de te fornecer, e agora pelos emails ele ainda complementa o absurdo dizendo que se dane e ele vai vender quando quiser. 

O representante tem sorte do país ser muito grande e ter muita gente que cai ali para comprar. Se dependesse só de modelistas com alguma experiência já teria fechado as portas.

Abs

 

 

Como escrevi antes só comprei tres vezes deste senhor e me falta entregar um kit.Desculpe a minha falha mas eu não havia lido o que deu inicio ao tópico.Realmente o cara foi desrespeitoso ao responder seu pedido.entretanto como já escrevi anteriormente a Tamiya  manda não o que você quer mas o que els acham que devem mandar.Eu não conheço o teor do contrato dele com os japas,não sei se ele poderia se quisesse trazer todos os produtos  para o Brasil,a informação que eu tenho é que o cara meteu um milhão de reais nesta empreitada e que não era dele.Não tenho bem certeza mas parece que todo bem vendido dentro do Brasil importado ou não deve ter uma garantia de fornecimento de peças de reposição de no minimo cinco anos e ne sempre é respeitado,uma vez comprei uma torradeira eletrica e estragou na garantia e não tinha peça para repor nem perdi meu empo em ir buscar ou reclamar para o procon comprei outra.Quando voce compra algo de fora mesmo tendo um representante no pais ele não tem responsabilidade de fornecer peças de reposição de um produto que ele não vende aqui,por isso tem de se ver o contrato que a Tamiya fez com ele e qual o valor legal na justiça brasileira.Se a Tamiya disse que ele deveria te fornecer a peça, ele deveria ter te cobrado a peça os impostos e frete decorrentes do ato que dependendo poderia ser muito caro,pois pessoa juridica importando os custos aumentam,você pagaria adiantado e a coisa se resolvia.Mas tem de pensar que o sujeito não é do ramo ,ele viu uma oportundade de ganhar dinheiro se ter conhecimento nem do mercado e nem da mercadoria.Talvez tivesse sido mais fácil comprar no Ebay a peça ou em alguma loja fora do Brasil assim não haveria tanto desgaste.Se o cara for descredenciado pelos Japas não vai fazer grande diferença para eles,poisa o Brasil não é grande mercado para eles.  abraços

Bunga, há possibilidade de a peça ser feita em torno ou algo assim? Se o fabricante não resolver (o representante já é óbvio que não vai mesmo), resta essa opção para salvar o compressor.

Em um fórum de relógios mecânicos, alguns usuários sugeriram que armeiros ou mesmo um torneiro experiente possuem farramental bastante preciso e conseguem reproduzir peças sem grande dificuldade.

Last edited by Tripa seca

Apoio ação pra descredenciar qualquer representante "exclusivo". Uma das causas das coisas serem tão caras aqui, é justamente "exclusividade" em representação e importação. Se queremos que os preços baixem, precisamos de mais importadores e CONCORRÊNCIA. 

Rodrigo e Tripa Seca,

Antes de jogar fora o compressor, um amigo tentará fazê-la justamente num torno.   Além disso, outro amigo que mora no exterior se prontificou de conseguir por lá.  Só quero ver se compensa o custo e também não quero ficar tomando o tempo dos amigos com bobagens.

Na verdade, achei que eu estava tomando o caminho correto e mais rápido, me enganei redondamente...

Obrigado a ambos pelas sugestões!

Abração!

Bressan e Pak43,

Também sou da opinião de vocês.  Se a empresa vem para representar uma marca forte e tradicional, que o faça e traga benefícios para os clientes.   Poderia ser até um distribuidor atacadista com bons preços, deixando pro varejo a concorrência mais acirrada.  

Aproximar o cliente da marca é algo que toda grande empresa faz, mas infelizmente, pelo visto não parece ser esse o pensamento...  

Abração, ótima semana!

olha, Bressan importar  plastimodelos ,acessórios e afins para o hobby não é uma tarefa tão simples,ainda mais em um mercado tão restrito como o nosso,tanto é que os poucos importadores que existem e trazem algo de fora por via legal,graças ao cambio e outros custos estão tornando o hobby inacessivel,vou te dar um exemplo comprei um kit da Meng e mesmo pagando impostos ele me saiu por Rs 260,00 o mesmo modelo aqui é anunciado por uma loja séria em  SP por Rs 542,00 mais o frete.Não sei se o esperto foi o cara da Nippo toy que queria se dar bem ou foi os japas que quiseram empurrar o que eles tinham para ele,final de contas Remember Pearl Harbor,os japas não tem nada de inocentes,

Bunga,

Pela leitura do tópico, vejo que a coisa tá indo outros assuntos diversos e tenho a impressão que não estamos chegando ao ponto. Entendo que vc só quer a peça e mais nada.

Como pediu sugestões, ai vai a dica: Comunique e insista com a Tamyia Japão (TJ).

Sugiro, se ainda não foi feito, escrever de novo à (TJ) e pedindo que exporte para vc, PF, e que compre e pague os impostos aplicáveis para peça em questão. Vc não estará fazendo nada de ilegal.  Sei que vc já mandou, mas mandaria de novo já com os fatos na mão e pedindo diferente, ou seja:

  1. O representante não tem a peça e teria que importar (ele escreveu isso?)
  2. O representante escreveu que além de não ter, “vai importar para vc quando der e puder”. “Isso se vc ainda quiser...” . Isso significa que não tem compromisso com prazo ou se vai te atender. Tem escrito isso? Vc como modelista tem o direto de saber e em qualquer lugar é assim. Suponho que o representante queira juntar uma “baciada” de pedidos e assim é só pedir. Mas pode levar meses ou anos, ou nunca. Quem compraria algo de alguém se não te dá algum compromisso de datas? Pelo exposto, entendi que não há compromisso algum.
  3. Como o representante escreveu que tem contrato de exclusividade com a TJ, deixe que a TJ deixe isso claro. Mas ao saberem que vc não foi atendido (sem prazo e preço), deve ter cláusulas de exclusividade, mas com exceções, onde a TJ pode atender direto o consumidor final nesses casos. Tenho minhas dúvidas sobre essa cláusula de exclusividade. Sempre há exceções e condições para uma cláusula deste tipo, ainda mais com a matriz.

Então escreva que precisa comprar direto da TJ uma vez que vc não consegue dar andamento nos seus modelos por conta disso, e que o representante só vai te atender qdo der e puder e se vc quiser. E se vc quiser, é esse prazo aqui...(qdo puder....). Deixe claro que é inaceitável. Se vc tem tudo isso por escrito, anexe à carta essas comunicações. Ai já não é mais alegação, mas  são fatos. Deixe destacados esses pontos, e se for o caso, traduza para o inglês.

E pronto, simples assim. E não entre mais na discussão com o representante aqui. Qto mais vc tentar dialogar aqui, a discussão será sempre jogada para quem não interessa envolver a matriz. Aposto que a TJ nem sabe direto o que está acontecendo, até que vc deixe claro para a TJ com fatos e dados.

E espere e informe no que deu.

Boa sorte.

Pak, conheço o processo e os custos legais, de importação pj direta ou via importador. Conheço nossos custos de impostos e taxas. Nao eh esse o ponto. O ponto é que o hobby está na mão de tres ou quatro "importadores exclusivos", e não duvido que haja cartelização. Mas isso é outro papo, bom pra mesa do boteco.

Eu posso comprar qualquer coisa no exterior, se a mesma nao é proibida nao é contrabando (trazer mercadoria proibida), se eu tiver na cota ou pagar imposto, nao é descaminho, simples assim.

Nisso ele esta errado.

Mas no caso da peça ele nao esta errado. Nao sei para que discutir, ele nao fez nada errado em nao dar prazo e fez melhor que muitos que eu conheco que dao prazo mentiroso, depois ficam enrolando.

Foi correto em falar para informar qual a peça e se quiser ela virá na proxima importacao. Eu sei que é chato isso mas se a Tamiya tem contrato de exclusividade com representante, deve cumprir. 

Minha opiniao é que se esta com pressa e o canal oficial for muito demorado melhor dar um foda-se e procurar outros meios de resolver. No meu carro atual o fabricante ficou enrolando sem peças, eu dei foda-se e troquei por 100 reais ali na esquina, e o carro tinha 2 meses só, mesmo em garantia eu prefiro gastar isso do que me estressar.

No caso aí nao sei eheh mas 20 anos? eu ja tinha feito extrema unção no compressor e comprado outro...

 

Na verdade a Tamiya não esta nem ai para o Brasil, simples assim. Já ouvi várias vezes esse problema de empurrar kits velhos com os novos. Um ótimo exemplo é a Revell atraves da Aeromodeli, Trumpeter e AMT pela Hobby One.  

Fernando,

Já fiz tudo isso que você disse (com cópias por escrito de tudo pra Tamiya Japan), apenas estou aguardando uma conclusão por parte deles. Caso contrário, ou vai pro lixo, ou me viro pra arrumar/fazer a peça.  

Eu juro que só queria uma droga de uma peça que não deve custar mais do que 15 dólares, nada mais...

Abração!