Eu, como muitos aqui, leio a Revista Asas há anos. No meu caso desde a capa com o Stuka, isso há muitos anos atras.


Virei assinante há alguns anos, mas me arrependo e muito!!!
Faz QUATRO ediçoes que NÃO me entregam!! Tenho que mandar email toda vez suplicando a minha ediçao, demoram até 15 dias pra responder, tendo vez que nem responderam.

TODAS as vezes, colocam a culpa na gráfica. Que problema é esse que demora mais de SEIS meses pra ser resolvido, e quem se ferra é o cliente??!!
Se não reclamo, simplesmente fico sem a revista que paguei ANTECIPADAMENTE!!


Os emails reclamando são escritos sempre no mesmo corpo de texto, isso há seis meses, e em todas as vezes as respostas são as mesmas, sem nem sequer terem vergonha de ler abaixo que foi a mesma desculpa anterior.


Já solicitei o email do presidente da revista, o Sr Luchesi e ignoraram meu pedido.

Advinhem se estou com a ediçao atual em minhas mãos nesse momento?? NÃO!!!

Se alguem pretende assinar a revista, pense bem!! Moro numa cidade grande, com correio funcionando, e no mesmo endereço, e mesmo assim não entregam.

Original Post

Bom dia.

Todas as publicações no mundo inteiro estão passando por uma crise gravíssima na sua capacidade de cumprir sua função básica, atropelados que foram pela instantaneidade e variedade da Internet. Assim, na medida que perdem assinantes, usam recursos os mais variados para ganhar uns trocos em cima de nós, inclusive atrasar e/ou não entregar seus produtos.

Em virtude disso, cancelei todas as assinaturas que tinha, inclusive de plastimodelismo e militaria.

Aconselho-o a simplesmente a esquecer o produto e, como postou o Marcus, se desejar, compre na banca...

Abs.

lamentável....  comprei desde o primeiro exemplar (com quele P.47 da FAB "voando" na capa!) até pouco depois desse Stuka na foto (acho que dos 70 anos do inicio da WWII) pois se tornou muito cansativa em seu conteudo (parecia um panfleto de propaganda russa!!!!).

 

Comprava na banca mesmo e sempre vejo os exemplares novos nas bancas.

 

De fato a melhor coisa é cancelar a assinatura e se precaver de maiores aborrecimentos. Se não dispor de banca que a receba em sua cidade, vale até combinar com algum amigo que possa remetê-la para você, pegando na banca mesmo ou se tiver um jornalheiro de confiança, ver se ele procura na distribuidora de revistas.

 

Triste ver como as públicações desse tipo estão escasseando.... a Forças de Defesa mal chegou a uma duzia de exemplares.... e a Tecnologia & Defesa, agora, só por assinatura!!!!!

Para além da assinatura da revista, a maior parte dos serviços neste país é de terceira categoria, sempre fico com um pé atrás antes de pedir ou solicitar serviços, desde o mecânico do carro, até aquela compra na internet, e é por esta razão que "nunca" vamos emplacar como um grande país exportador ou levado a sério pelos outros países. 

Senhores,

Depois de postar o desabafo aqui, para minha surpresa, através de um colega do forum, o Sr Luchesi em pessoa me ligou. 
Expliquei pra ele todo o acontecido, e ele também recebeu o histórico de emails que mandei com as reclamações seguidas.

Ele me disse que não sabia o que estava acontecendo, e me garantiu que isso não vai se repetir.

Aguardo ansioso a concretização da garantia, uma vez que sou fã da revista, a qual pra mim sempre foi um prazer a leitura.

Achei muito importante a ligação, pois mostra a preocupação do editor com o atendimento com os seus leitores!!

Obrigado a todos pelas respostas e dicas, em especial ao colega Sergio Menezes que fez o contato.

Parabéns ao Sr. Cláudio Luchesi pela preocupação em resolver o problema, ele possui cadastro aqui no fórum.

No mundo do empreendedorismo nem sempre o patrão consegue tomar ciência dos problemas internos e/ou com fornecedores/clientes e só quando a "merda atinge o ventilador" é que o mesmo acaba tomando ciência - acredito ser este o caso.

Que bom que o assunto a princípio se resolverá.

Oi.

Me desculpem usar esse tópico, mas pesquisei e não encontrei um tópico geral sobre a Revista ASAS e não consigo abrir um tópico nessa área.

Alguém tem algum e-mail ATIVO da Revista ASAS?

Envei em 2/1/19 um e-mail para eles (e-mail que consta no site), e também preenchi o formulário de contato no site e até hoje não recebi nenhuma resposta.

O e-mail enviado foi este:

---------- message ---------
From: Jean <>
Date: qua, 2 de jan de 2019 às 11:40
Subject: Números atrasados
To: <atendimento@edrotacultural.com.br>

Oi. Bom dia.

Precisei parar por algum tempo a compra das edições e agora gostaria de completar minha coleção.
Estou precisando das seguintes edições:
87, 88, 89,92, 94, 95, 96, 97, 98, 99, 100, 101, 102 e 103 (a última que está no site).
Como devo proceder?
Obrigado.
 

Agradeço quem tiver o contato.

A última transação que tive com eles foi a compra do livro do Tudo Pela Pátria de Ivan Kozhedub, aliás, livro chatíssimo que o autor usa como veículo de propaganda do bolshevismo, ainda assim cruzei os dedinhos porque um tempo antes tinha comprado dois outros livros e esqueceram de enviar, tive que entrar em contado por email e lembra-los.

Mas não é só eles. 30 dias antes do natal comprei livros via Amazon/Brazil que parecia ter em estoque e que eu tinha a intenção de dar como presente, pois bem, os livros chegaram dia 12 de janeiro de 2019...     

A Amazon não avisou que iria redirecionar para outra empresa, neste caso foi para a própria editora mas pode ser outra loja, e dai você compra gato por lebre pois pensa que esta fechando negócio sem intermediário e com entrega rápida.

E por falar na Revista Asas, acabei de ler a última que saiu focada na aviação da Marinha.  Muito blá-blá-blá sobre o momento atual mas dá para tirar o nome dos diversos aviões que passaram pela Naval.  Infelizmente pouco aprofunda nas missões reais de antigamente, embora deva ser por falta de registro em um país que dá pouca importância a sua história.  Dá para fazer diversos modelos na versão Naval com o símbolo legal do cocar verde-amarelo-azul...

Incluir Resposta

Curtidas (0)
×
×
×
×