Tamiya deve lançar um Spitfire Mk I na 1/48

Fernando Estanislau posted:

Felipe, quem CONHECE o Spitfire, sabe que os kits da Tamiya podem receber muitas correções/melhorias. Se ela fizer o kit com o capricho de sempre e adicionando a tecnologia e pesquisa que hoje existe (e 25 anos atrás não havia), ela vai dominar o mercado pelas décadas que virão. 

É isso!!

Brettas, ainda impressionado com o trabalho que eles fizeram no Ki-61 e no "Gustav-6"

O Spit Mk I Tamiya é um bom kit, e considerando que lá se vão 25 anos de seu lançamento, dá uma ideia da qualidade do kit quando foi lançado. No entanto o tempo passa, a qualidade de injeção melhora, aumenta a quantidade de aditivos que vem na caixa dos kits como padrão (cinto PE, máscara para o canopi, motor injetado incluso) e mesmo bons kits como este de 1993 sentem o peso dos anos.

Na boa, todo fabricante quer ter no seu portfolio um Fw 190, um Bf 109, um Spit, um Zero, um P-51. É o que vende mais e ninguém quer perder sua fatia deste mercado.

Acredito que a decisão de fazer um novo Spit vem na esteira do sucesso do último 1/48 Tamiya, seu Bf 109G-6. Como a Tamiya não dá bola fora, este novo Spit I fatalmente será o melhor na 1/48 - resta saber se na sequência não virão outros lançamentos deles de 1993, uma vez que os Fw 190A-3 Tamiya foram lançados praticamente juntos com estes Spits.

A Hasegawa é que até mais que a Tamiya precisava pensar desse jeito, especialmente com a série 1/32 deles.  Tem vários kits dos anos 70 que eles tem nessa escala que merecem um remake assim como eles fizeram com o Zero, que agora em moldes modernos passou a ser uma alternativa bem viável ao bom e caro Tamiya.  Se a Hasegawa refizesse o Hellcat, Spitfire Mk.V/VI, P-51 como refez o Zero, recuperaria fatias muito boas do mercado.

Brettas posted:
Fernando Estanislau posted:

Felipe, quem CONHECE o Spitfire, sabe que os kits da Tamiya podem receber muitas correções/melhorias. Se ela fizer o kit com o capricho de sempre e adicionando a tecnologia e pesquisa que hoje existe (e 25 anos atrás não havia), ela vai dominar o mercado pelas décadas que virão. 

É isso!!

Brettas, ainda impressionado com o trabalho que eles fizeram no Ki-61 e no "Gustav-6"

Está de parabéns a Tamiya!!

Pelas árvores deste Ki-61 estou sonhando com um Ki-100!!

Incluir Resposta

Curtidas (0)
×
×
×
×