U-995 WALKAROUND parte 1

INTRODUÇÃO

Prezados colegas, em janeiro deste ano estive em Laboe para conhecer de perto o  Museu Técnico U-995 (Techniches Museum U-995) e o Memorial da Marinha (Marine-Ehrenmal). Por um valor de 10 Euros, pode-se visitar estas duas atrações. Assim, para compartilhar esta incrível experiência, decidi por fazer em duas etapas: fotos do exterior e fotos do interior. Logo, neste primeiro tópico seguem algumas das fotos do exterior do submarino.

Esclareço que devido a maré estar um pouco cheia, não pude contornar o submarino para tirar fotos da popa. De qualquer forma, este material pode servir como fonte para alguns detalhes gerais, inclusive as cores externas, já que foi restaurado em condições próximas do original.

BREVE HISTÓRICO

Em 16 de setembro de 1943 foi colocado em serviço o U-995 sob o nome "Hecht" no estaleiro de Hamburgo "Blohm & Voss". Pertenceu ao tipo VII C, dos quais até 1945 um total de 693 unidades foram completadas. 

Após o final da Segunda Guerra Mundial o submarino foi levado, em 1947, juntamente com outros dois barcos VII C pela Marinha Real Norueguesa. A partir de dezembro de 1952, passou a ser conhecido como "Kaura" (designação da OTAN "S-309") sob a bandeira norueguesa. Com uma tripulação de 45 homens, foi usado na defesa costeira e como um submarino escola. Nos anos seguintes, participou em numerosos exercícios da frota da OTAN. Em 1965, a marinha norueguesa decidiu dar um barco à Marinha Alemã como sinal de reconciliação. Então, em 14 de outubro de 1965, foi levado pelo rebocador "Fairplay II" sendo que os veteranos de guerra se juntaram a ele no longo trageto para Kiel. Chegando na Alemanha, no entanto, foi difícil encontrar um lugar digno para o submarino. Cerca de 750.000 marcos alemães era o valor para trazer o barco para terra e montá-lo. Depois de manifestações de vários interessados, como o Deutsches Museum de Munique, o submarino foi entregue a Associação da Maninha Alemã (DBM).

No arsenal naval de Kiel, o submarino foi levado a uma boa condição próxima do original. Em seguida, seguindo para Laboe, ele foi suspenso por cabos de aço de dois guindastes flutuantes, por um canal especialmente escavado com 500 metros de comprimento, por três metros de profundidade e 42 metros de largura. Então, em 13 de março de 1972, foi baixado sobre um suporte na praia em frente ao Memorial da Marinha (Marine Ehrenmal).

Desde então, o U-995 atraiu mais de 12,5 milhões de visitantes como um museu técnico. Esse inesperado interesse dos visitantes permitiu que a Associação da Marinha Alemã (DBM) pagasse os custos de instalação de um total de 900.000 marcos em um período de tempo relativamente curto. Todos os anos, cerca de 120.000 pessoas visitam o submarino. Como um museu histórico-técnico, o submarino ilustra as difíceis condições de vida dos tripulantes de submarinos e, lembra a geração atual, do horror e do sofrimento gerados pela Segunda Guerra Mundial.  

FOTOS

 

Por enquanto é isso. Em breve segue tópico com as fotos do interior do U-995.

Original Post

Boa tarde Sérgio, que bom que as fotos lhe agradaram.

Em breve eu irei colocar a parte 2, detalhes do interior. Em poucos dias eu penso.

Não deixei de notar o "U-1". Então, há algum tempo eu estive em Munique e fiz muitas fotos do U-1, comissionado em 1906. Como o casco está cortado, logicamente eu fotografei todo o interior dele.

Também fotografei o Tipo XXI, mas só o exterior, pois, quando fui vê-lo em janeiro estava fechado para visitas no seu interior. Mas só ver o dito cujo de perto foi muito impressionante e emocionante.

Tenho fotos também do Biber e do Seehund.

Como pode ver, eu sou fascinado pelos submarinos. Que grupo é esse a que vc se refere: BdU - U1?

Saudações, Cesar

Carius, também sou viciado em submarinos. Como lhe disse, em março visitarei o U-995 em Kiel. Mas já tive o privilégio de visitar o U-9 em Speyer, um Biber no IWM em Londres, o U-505 em Chicago, um Seehund e um Kaiten em Hackensack River, NJ, e o USS Growler, em NY.

Há um ótimo livro do Lawrence Paterson, "U-Boat Combat Missions", que é todo estruturado com fotos do exterior e interior do U-995.

 

Olá Carius, tudo bem?

Eu criei o Grupo BdU - Brazilians discovery Untersseboote a mais de 10 anos, sendo o mesmo formado por historiadores milliares e civis, mergulhadores de naufrágio e principalmente plastimodelistas aqui da Webkits.

Chegamos a ter quase 30 membros ativos, entre brasileiros e europeus, com destaque para o Sr. Heinz Helmut Paulsen, que foi rádio-operador à bordo do U-568 e participou do torpedeamento do destróier USS Kearny em novembro de 1941, ocasião em que morreram os 2 primeiros militares americanos na WWII devido à um ataque das Forças do Eixo.

O grupo tem como foco o estudo das atividades submarinas alemãs na WWII, sem qualquer vínculo ideológico nazista, e visa estudar as táticas, embarcações, equipamentos e demais aspectos ligados ao tema, que é muito amplo.

Na época eu editava um Boletim Informativo eletrônico, sendo que publiquei algumas histórias narradas pelo Sr. Heinz, contando o cotidiano à bordo.

Hoje o grupo está com suas atividades bem reduzidas, pois por motivos profissionais não levei mais a cabo a maior parte das atividades de relacionamento entre os membros, mas ainda temos um pessoal dos "veteranos" do BdU perdidos pelo Brasil, como por exemplo o Nestor Antunes de Magalhães, que até escreveu 3 livros sobre naufrágios militares e mergulhou em mais de 7 U-Boats naufragados nos EUA Costa Leste, Europa no Mediterrâneo e atpe na Turquia.

Enfim, possuo uma biblioteca temática bem abrangente sobre os U-Boats, e às vezes tiro algumas dúvidas do pessoal.

Em breve devo colocar à venda alguns kits de U-Boats e aviões usados contra eles nas ações ASW, pois estou reformulando os espaços de armazenamento de caixas no armário... kkkk

Abraços!

Sérgio Carvalho U-1

Bom dia Sérgio,

Extremamente legal esta sua iniciativa da criação do grupo e está história que envolve o operador de rádio é muito incrível.

Por favor me avise quais submarinos vc irá vender. Na realidade estou interessado no Tipo VII C da revell 1/144 e no Type II 1/72 da Special Navy. Também em acessórios de resina e PE.

Abração

Cesar

Olá Carius:

Eu tenho um Type II 1/72 da Special Navy na caixa, mas esse por enquanto ainda vai ficar em stand by pra venda, pois nesse momento estou em transição de modelos, saindo um pouco do plasti e entrando mais no die cast. Então o que eu tiver de plasti que ache em die cast pra "substituir" estou fazendo isso no momento.

Aviação é fácil de achar muita coisa legal na 1/72 e 1/144 em die cast, mas U-Boats e demais embarcações tem pouco, a Eaglemoss tem uma boa variedade, mas a escala 1/1100 é bem ingrata pra quem precisa usar óculos... kkkkk

Abs,

Sérgio Carvalho U-1

Incluir Resposta

Curtidas (1)
Luiz B
×
×
×
×