Skip to main content

Reportagem publicada pelo informativo econÔmico Bloomberg na quinta-feira, 19 de junho, trouxe informaÇão atribuÍda a uma fonte do governo francÊs de que a Dassault Aviation, empresa aeronÁutica francesa, estÁ prestes a vencer um contrato para 72 de seus caÇas Rafale para o Qatar.

 

Isso indica que a aeronave conseguirÁ sua primeira venda de exportaÇão antes que a Índia assine um contrato, hÁ muito esperado, para aquisiÇão de 126 exemplares do Rafale.

 

Rafale em teste com seis AASM dois Meteor quatro Mica e três tanques de 2000l - foto 4 Dassault

Segundo a fonte governamental francesa, o contrato com o Qatar provavelmente se darÁ em dois lotes de 36 caÇas. A possÍvel venda deverÁ ser discutida em visita à FranÇa, na prÓxima semana, do governante do paÍs do Oriente MÉdio, Sheikh Tamim Bin Hamad Al Thani. O MinistÉrio da Defesa do Qatar e a Dassault não comentaram o assunto.

 

Vendas externas tÊm sido crÍticas, para fabricantes europeus e dos Estados Unidos, para compensar os cortes em seus orÇamentos domÉsticos de defesa. AtÉ o momento, o único fabricante francÊs de caÇas não conseguiu nenhuma venda do Rafale ao exterior, sendo que caÇas fabricados anteriormente pela empresa atingiram trÊs quartos de vendas para clientes externos. A Índia realiza negociaÇÕes exclusivas com a Dassault hÁ mais de dois anos, mas ainda não foi finalizado um contrato.

 

Segundo o especialista Richard Aboulafia, do Teal Group (Fairfax, Virginia – EUA), “visitas de estado tipicamente produzem acordos ou entendimentos que sinalizam a abertura de negociaÇÕes. A Dassault não tem enfrentado problemas em abrir negociaÇÕes para o Rafale, e sim grandes dificuldades para fechÁ-las.”

 

A Dassault vÊ possibilidades de vendas do Rafale para o CanadÁ e a MalÁsia, conforme jÁ afirmado pelo diretor executivo da empresa, Eric Trappier. O caÇa tambÉm É considerado um competidor nos Emirados Árabes Unidos, apesar de, em 2011, o governante dos Emirados ter declarado que a proposta francesa não era competitiva, reabrindo conversaÇÕes com fabricantes rivais.

 

HÁ mais de um ano o presidente francÊs, FranÇois Hollande, vem discutindo a venda dos caÇas com o Qatar. Em visita feita ao paÍs hÁ um ano, Hollande disse a jornalistas que cerca de trÊs quartos dos equipamentos militares do Qatar são de origem francesa. O paÍs do Oriente MÉdio tem uma das maiores reservas de gÁs do mundo, e pretende substituir sua frota de 12 caÇas Mirage (tambÉm da francesa Dassault) por aeronaves mais modernas.

 

FONTE: Bloomberg

Original Post

Replies sorted oldest to newest

Eu duvido...

 

A Franca (ouca-se Dassault) e mestre em fazer esses joguinhos de propaganda para o material deles...e so lembrar a novelinha que foi com o FX-2...

 

Agora, se o Qatar comprar, vai gastar dinheiro a toa, pois alem de um numero exagerado para um pais daqueles, e carissimo de se manter...se bem que eles tem dinheiro para jogar fora, comprar copa do mundo.........

 

Mas seria muita besteira deles...

 

Edilson 

Originally Posted by Jaguar (Edilson C. Araujo):

Mas seria muita besteira deles...

 

O sheik do Qatar assim como todos os "Abdulahs" do petróleo no oriente médio tem dinheiro pra limpar o toba com nota de cem Obamas...

 

Fico imaginando como formar tantos pilotos para operar 72 Rafales,para uma FA que tem 12 Mirages!Não vai ser tarefa tranquila,afinal formar piloto não é do dia para noite,ainda mais pilotos de caças!

Originally Posted by Felipe C. Miranda:
Originally Posted by Jaguar (Edilson C. Araujo):

Mas seria muita besteira deles...

 

O sheik do Qatar assim como todos os "Abdulahs" do petróleo no oriente médio tem dinheiro pra limpar o toba com nota de cem Obamas...

 

De cem até eu limpo, eles usam maços de U$1000.

Originally Posted by A.Bell:

Fico imaginando como formar tantos pilotos para operar 72 Rafales,para uma FA que tem 12 Mirages!Não vai ser tarefa tranquila,afinal formar piloto não é do dia para noite,ainda mais pilotos de caças!

Para você ver que tem alguma coisa que não se encaixa, fora a corrida armamentista na nos emirados.

Não sei porque comprar tudo isso???
Quando os EUA quiserem o petróleo do Qatar eles vão Qatar na mão gorda mesmo...
Antes, desses aviões decolarem já vão estar detonados...

Isso é forma de se mostrar no cenário mundial: TENHO DINHEIRO E PRONTO !!!

Pra quem pode pagar, o Rafale é uma máquina espetacular, com uma das mais eficientes capacidades de ataque, inclusive nuclear.

 

Agora, pra quem quer se defender, é um desperdício, já que há aeronaves tão boas quanto por preço menor, e algumas até superior (F-15SE) por valor equivalente.

 

Mas o dinheiro é deles, e gastam com o que e com quem bem entenderem, e a França é, historicamente, o principal fornecer de armamentos deles.

Incluir Resposta

×
×
×
×
Link copied to your clipboard.
×