Verniz Acrilex Fosco

Eu uso esse verniz. Tenho utilizado duas opções para diluí-lo: água (da torneira) ou alcool comum (aquele de noventa e poucos graus).

Com água, tenho que ter um pouco mais de jeito e paciência quando aerografo, pois ele escorre fácil e demora mais a secar do que quando utilizado com alcool.

Não sei quais são os seus hábitos, mas não recomendo diluí-lo direto dentro do aerógrafo. Sempre opto por diluí-lo em um recipiente e depois vertê-lo no aerógrafo.

Se eu utilizo Future para selar a pintura do kit, não diluo ele em alcool. Tive uma péssima experiência com isso. Havia utilizado tintas acrílicas da Tamiya, selado com Future e quando fui aplicar o verniz fosco, branqueou toda a pintura.

 

Sem ser representante ou acionista da Acrilex, mais uma vez vejo a necessidade de nós, plastimodelistas, experimentarmos as tintas desse fabricante fazendo testes e experimentando diluições na busca de termos tintas, vernizes e diluentes nacionais muito mais baratos que esses produtos importados, caríssimos e em volume ridículo.

Há um bom tempo, venho só usando Corfix e, principalmente, Acrilex nas minhas montagens e consigo resultados excelentes, em alguns casos, superiores a esses importados que agora estão chegando em potes minúsculos de 10ml que mal dão cobertura a 3 kits e custam entre R$12-16 enquanto que um pote de Acrilex com 37ml pode ser adquirido entre R$4-6.

Em época de crise, crie...

Sempre uso esses vernizes, tanto o fosco quanto o brilhante diluo com água destilada. Considerando que a consistencia original é um pouco pastosa, diluo uma pequena parte na proporção agua-verniz de 1:1 e reservo. Quando vou usar, dependendo do calor e da umidade, coloco ou nao mais um pouco de água já no copo do aerografo, gotas apenas. Espero ter contribuido.

Edveras posted:

como vcs fazem para limpar o aerógrafo depois? Tem que desmontar tudo e limpar com vidrex azul?

 

Com as tintas Acrilex, faço as minhas misturas, experiências e diluições. Quando gosto do resultado, faço uma quantidade adequada ao kit ou kits que estou montando, diluída no dito "ponto de leite" e passo para um vidro limpo coando-a através de um pedaço de Perfex. Quando vou aplicar, não preciso me preocupar com nada mais a não ser pintar.

Para limpeza, pelas condições da tinta que está sendo usada (diluída, coada), eu uso água da torneira entre as trocas de tintas. Mas ela é de poço e livre de impurezas.

Ao final de um tour de pintura, uso água e termino com Vidrex azul.

o curioso  e que no caso de TINTAS PARA  TECIDO   que não podem  ser  utilizadas  in natura  em aerografia e  em pincel não adere  adequadamente no plastico  e  em  aerografo é muito espesso e  entope  demais o aerografo... (ou seja até mesmo com possibilidade  de  uso  em plastimodelismo),  vi um video no you  tube (diliuindo  tinta de tecido para aerografia)   usando-se  sal   de  cozinha !!!  !-   no you tube  demonstrava a diluição ( o frasco é  de aproxi-madamente DE 37 ml e  o vi usando de três a quatro colheres pequenas  de sal, colocando um pouco, misturando-se  compalito mesmo , verificando a diluição/fluidez  da tinta,  uma colher  a  uma colher  por  vez e "testando a  diluição  com o palito de mistura mesmo....meio tupiniqim - gambiarra  mas  abre possibilidade do mesmo ...infelizmente  não aguardei o  link,  mas acho que vale a pena dar uma sapeada... plastiresiabços - paulo r  morgado , sp - sp 

Incluir Resposta

Curtidas (0)
×
×
×
×