Quais são as cores empregadas na camuflagem do exercito brasileiro?

paul morgado posted:

Sinceramente ha uma  grande  variação nas cores- tonalidades  empregadas....mesmo para um marrom ou verde, muitas unidades que  fazem reparos ou  grandes manutenções acabam  indo comprar suas tintas no mercado ou  fornecedor local, marcas e  fabricantes diferentes.....literalmente  o  soldado vai  até  a loja (em geral de automotivos &nbsp e  compra mais  o ou menos  o que  se pede ..mesmo um verde oliva  ou marrom pode -  por  exemplo  ficar  tanto um  marrom  mais  escuro  como mesmo  acaba saindo  um tom  mais  para cor  de tijolo---outras  unidades  por exemplo como os  m 60 a3 tts ainda  usam as  cores oriundas  dos eua- nem repintadas foram  pois se  alega que  suas tintas dos usa  tem propriedades "anti-radar"....  e  as  cores  vão variar de fabricante  a fabricante....sem contar na epoca - no periodo  se é  do  exercito-marinha- fuzileiros....sem contar  no tempo de uso  do teatro  se  poeirento ou mais  umido, do desgaste  do uso ou  do sol .....use suas  fotos de referencia,pois a coisa fica meio no olhometro mesmo....

Por exemplo a do Guarani: http://www.areamilitar.net/DIRECTORIO/TER.aspx?nn=529

Filipe2583 posted:
paul morgado posted:

Sinceramente ha uma  grande  variação nas cores- tonalidades  empregadas....mesmo para um marrom ou verde, muitas unidades que  fazem reparos ou  grandes manutenções acabam  indo comprar suas tintas no mercado ou  fornecedor local, marcas e  fabricantes diferentes.....literalmente  o  soldado vai  até  a loja (em geral de automotivos &nbsp e  compra mais  o ou menos  o que  se pede ..mesmo um verde oliva  ou marrom pode -  por  exemplo  ficar  tanto um  marrom  mais  escuro  como mesmo  acaba saindo  um tom  mais  para cor  de tijolo---outras  unidades  por exemplo como os  m 60 a3 tts ainda  usam as  cores oriundas  dos eua- nem repintadas foram  pois se  alega que  suas tintas dos usa  tem propriedades "anti-radar"....  e  as  cores  vão variar de fabricante  a fabricante....sem contar na epoca - no periodo  se é  do  exercito-marinha- fuzileiros....sem contar  no tempo de uso  do teatro  se  poeirento ou mais  umido, do desgaste  do uso ou  do sol .....use suas  fotos de referencia,pois a coisa fica meio no olhometro mesmo....

Por exemplo a do Guarani: http://www.areamilitar.net/DIRECTORIO/TER.aspx?nn=529

paul morgado

Segundo um amigo e tenente do EB a aquisição das tintas pelo EB não é assim como tu descreveu.  Ele é plastimodelista e inclusive faz parte da Webkits. Vou falar com ele e pedir para ele passar aqui para explicar pois agora eu não me recordo de como o EB procede para compra das tintas.

Parte da  conversa  é  esta:

TEN GUSTAVO ROCHA posted:
CLEDSONSALES posted:

Hummmm!!!!!

Essa pintura está errada, o EB não usa essa cor de marrom e verde. rs!  

Outro detalhe, vai fazer com desgaste ou sem a pintura. 

Não de utilizar verniz semi fosco, tem que ser o fosco. 

 

essa é cor definitiva, automotiva e não vai verniz...

Aliás, nunca vi usarem verniz nas pinturas dos nossos VBTP ...

Os tons são os de sempre terra e verde floresta

pelo que eu sei, os Cascavéis e Urutus saiam de fábrica já pintados com o verde e o marrom. eram sim tintas automotivas sem verniz, e se recordo bem eram o verde e o marrom da glasurit.

para a repintura, certamente o EB, como todo órgão público, deve fazer compra via licitação por lotes, e aí o tom deve variar conforme o vencedor.

se for compra direto pelo quartel, na loja da esquina, a variação talvez seja maior.

Valls

Valls posted:

pelo que eu sei, os Cascavéis e Urutus saiam de fábrica já pintados com o verde e o marrom. eram sim tintas automotivas sem verniz, e se recordo bem eram o verde e o marrom da glasurit.

para a repintura, certamente o EB, como todo órgão público, deve fazer compra via licitação por lotes, e aí o tom deve variar conforme o vencedor.

se for compra direto pelo quartel, na loja da esquina, a variação talvez seja maior.

Valls

Então, por favor, me dá uma idéia de que cores Tamisa usar. Usei a oliveira drab e Brown e acho que não ficou parecido, especialmente o Brown. 

Valls posted:

o verde mais próximo é o dark green XF 81, e o marrom tem o flat brown XF 10 e o red brown XF 64, e ainda o XF 72.

Sugiro pintar uma amostra em um pedaço de plastico e avaliar o que chega mais perto, que não lembro agora.

Valls

O XF-10 é o que eu uso. Vou tentar o XF-64 e o XF-81 que acho que é.

Obrigado.

Pessoal, atendendo o pedido do meu amigo Alemão, deixo meu pitaco. Não sou de material bélico; atualmente sou Oficial QAO oriundo da Infantaria. Cheguei no Exército quando todas as viaturas eram verdes; como trabalhei uma época na 4ª Seção (logística), tive acesso aos manuais técnicos e portarias que especificam as cores das viaturas. Naquela época, as viaturas administrativas eram pintadas de verde floresta brilhante e as operacionais, com a mesma cor, porém fosca. Na prática, o V.O. fosco era mais escuro do que o verde floresta brilhante. Encontrei (sem dificuldade) um link e baixei a portaria que atualmente está em vigor. No item 7-IDENTIFICAÇÃO, está a resposta para todos os questionamentos, inclusive com a referência pelo Federal Standard:

http://www.1rm.eb.mil.br/image.../EscLog/norcrive.pdf

Na prática: os fornecedores nacionais de tinta pouco ou nada sabem sobre o que é "F.S"; então, conforme foi bem colocado acima, muitas vezes as cores variam em função de quem ganhou a licitação. Porém, nunca ouvi falar de "mandar um soldado na loja de tintas automotivas da esquina" e comprar um galão de vermelho terra... isto porque essas cores não tem uso comercial. Óbvio que, atualmente, com um chip da cor, o pessoal faz algo bem parecido. Mas o Exército compra em grande quantidade e distribui através de sua cadeia logística. Nunca vi nada diferente disto, mas... considerando que o Brasil é muuito grande e o Exército é brasileiro, rsrsr... não duvido que tenha acontecido em algum recanto.

Detalhe: Em 2012, quando estive no Rio de Janeiro na missão de pacificação das comunidades do Alemão e Vila Cruzeiro (agora que o Exército foi embora é que está bom... pelo menos era o desejo do povo na época...), numa das minhas folgas, fui fotografar a miríade de viaturas e peças de artilharia que existem na frente dos quartéis na vila militar... passei pela Escola de Logística (EsLog) e conversei com um sargento que recuperava as viaturas em exposição; ele ficou admirado quando falei para ele sobre o Federal Standard...

Espero ter ajudado.

Abraço do Jet 

quanto a compras do soldado  da lojinha, digo isso  por  experiencia  própria - olha,  faz  um tempão que  na  unidade  onde  servi  58  de  infantaria motorizada- (bem longe, aragarças,  goias,   la  pelos idos de 1888-89 - ,  foram fazer  uma reforma - correção de  danos pequenos  em algumas viaturas....(por  exemplo  uma veraneio beemmm velhinha  que  era  do cmte  da unidade,  ficou mesmo uma cor verde tendendo para  o fosco...enquanto em uma unidade ambulancia nossa  o verde era bem mais brilhoso...,obvio  que mesmo com unidades ja com exposição e  tempo  de  uso  variado, dava  para perceber tonalidades distintas  de verde....) ... e  foram  a uma lojinha  comprar  algumas tintas  para retoques.... (trabalho  realizado  em  uma pequena oficina de  pintura pela cidade)   não  estou certo   se era  automortifera  e/ou  famosa  lata de tinta..... por  isso  que  existe  a possibilidade de  boa  variação de  cores, como se  observa pelas fotos....inclusive  nos lotes mais  recentes  de   blindados..... o assunto  cor e  um pouco  mesmo como as  discussões  da  correta   cor  olive drab--usa ou azure.uk- por  exemplo existe um azure mais  claro usado  no  inicio da ww 2  e um derivativo  mais escuro - mediterranean  blue ...   como se vê  cor  é um sujeito  dado a  amplas variações  tanto pelo  fornecedor  ou  mesmo pelo  que está  disponível  em  campo....... para  quem faz  ww 2  existem descrições de aeronaves  russas usando como  cor de camufalgem opreto  e  não era  somente em nightfighters.....alguem  se lembra da mitica discussão sobre  um panther  usado  em berlin  no  final da guerra  em  cores cinza???? ..... imagine então se  na  maioria dos quarteis  brasileiros dispersos  por ai ou  mesmo  numa escola de logística quase ninguém  saiba do sistema de classificação federal  standart...... especificação  técnica até existe...mas  é diferente sua  aplicação prática...tal  como o valss e o jet comentaram ai acima - ..em todo caso  vale  uma referencia ...porém  não se deve acreditar   em exatidão da cor...plastiresiabços paulo r morgado 

Vermelho Terra e Verde Floresta....e os tons destas cores são vários....pois cada OP tem lotes de tintas diferentes e armazenados por tempos diferentes e os ditos pintores fazem uma diluição que não é padronizada....só a cor que vem da cadeia de suprimento....sou do EB (por 22 anos) e vejos varios tons de Verde Floresta e Vermelho terra pelo BRASIL afora.... Então!!!!

Bom pra quem disse que é zaralhado..etc..tá ai, poucos que estão aqui na força conhecem, mas se procurassem saber, irão ver que existe...mas isso é material de manutenção, então quem vive nas oficinas do nosso EB, é que sabe..


PORTARIA Nº 023-DMB, DE 20 DE NOVEMBRO DE 1998  NORCRIVE(NORMAS REGULADORAS PARA CLASSIFICAÇÃO, REGISTRO E IDENTIFICAÇÃO DOS VEÍCULOS OFICIAIS NO ÂMBITO DO MINISTÉRIO DO EXÉRCITO - NORCRIVE).
Mas como sou bom de coração segue o link
http://www.1rm.eb.mil.br/image.../EscLog/norcrive.pdf

O grande problema das unidades do EB é que a maioria não consulta essa norma, e só compra pelo nome da cor..ou seja verde floresta pra mim, pode não ser o mesmo pra você, espero ter ajudado.

 

1) Azul Escuro - Cor de tonalidade o mais próxima possível do azul heráldico do Exército, disponibilizada pelo fabricante, conforme o ano e o modelo do veículo. São adquiridos nesta cor os automóveis classificados como Veículos de Representação Pessoal, Veículos de Representação e Viaturas de Comando. Também poderão ter esta cor os automóveis de quatro portas classificados como Veículos de Emprego Geral que, nos Comandos Militares de Área, Departamentos, Secretarias, Grandes Comandos e Grandes Unidades, estiverem na condição de veículos reserva ou veículos de apoio a autoridades e comitivas. A pintura deve ter acabamento brilhante, em cores sólidas (lisas) ou metálicas, devendo-se evitar padrões perolizados por serem de difícil repintura. Admite-se a existência de frisos, grades e pára-choques na cor preta.

2) Branco - Cor usada nas Ambulâncias distribuídas às Organizações Militares de Saúde (OMS). Sobre a mesma será pintada ou afixada uma cruz vermelha, em locais e dimensões definidos nestas Normas. Também terão esta cor as Motocicletas Policiais, distribuídas às OM PE. No caso particular desse tipo de veículo, são admitidos os cromados e acessórios luminosos, uma vez que esses componentes cooperarão para a visibilidade da Motocicleta.

3) Vermelho - Cor usada nas Viaturas de Combate a Incêndio, nos veículos auxiliares de combate e proteção contra incêndios e de resgate e socorro em aeródromos, existentes nas OM. A Norma do Exército Brasileiro/Técnica - Padronização 3 - Modificação 1 (NEB/T - Pd3 - M1) estabelece que a cor a ser usada é o Vermelho Brilhante (Federal Standard N.º 11.136).

4) Verde-Floresta Brilhante - Cor utilizada nas Viaturas Administrativas, exceto Viaturas de Comando, Ambulâncias de OMS, Motocicletas Policiais, Viaturas de Combate a Incêndio e Automóveis de Emprego Geral, quando enquadrados na letra a., acima. A Norma do Exército Brasileiro/Técnica - Padronização 3 (NEB/T - Pd-3), padroniza a cor Verde-Floresta Brilhante (Federal Standard N.º 14.052). Por ocasião da repintura das Viaturas Administrativas, é permitido manter na cor preta, os pára-choques, os frisos laterais, a grade do radiador e outros acessórios, quando forem de plástico. Tal providência visa a evitar que, em pouco tempo, a pintura venha a descascar e a prejudicar a apresentação da viatura.

5) Camuflado - A padronagem "Camuflado" é utilizada nas Viaturas Operacionais e é obtida com a utilização das cores Verde-Floresta Fosco e Vermelho-Terra. A pintura das Viaturas Operacionais deve ser feita em obediência à Orientação para a Pintura Camuflada, constante da Norma de Especificação - DMB N.º 287/91. A Norma do Exército Brasileiro/Técnica - Padronização 3 (NEB/T - Pd-3), padroniza as cores Verde-Floresta Fosco (Federal Standard N.º 34.083) e Vermelho-Terra (Federal Standard N.º 31.090). As Viaturas Operacionais não devem possuir quaisquer detalhes em acabamento brilhante nem em cores diferentes das acima especificadas.

Incluir Resposta

Curtidas (0)
×
×
×
×