No plastimodelismo, qual é até hoje o seu maior arrependimento?

Este é um tópico apenas para descontrair um pouco e trocar experiências.

No meu caso, até hoje o maior arrependimento é o de não ter tempo suficiente para montar tudo que tenho.  Ainda acho que viverei bastante, mas de vez em quando bate um arrependimento de ter comprado muitos kits e ver todas as caixas empilhadas e não ter tempo para fazer tudo.

Abrssss,
A Raguenet

Original Post
Colegas,
 
Há uns 5 anos, reformei o apartamento e os novos móveis limitaram meu espaço, me obrigando a vender rapidamente, o equivalente a 50 modelos grandes.
 
Em alguns meses, foram-se 17 caixas pequenas, 16 médias e 31 grandes, incluindo quase tudo que não fosse 1/35.
 
Embora quase todos tenham sido comprados "quando o preço era metade dos de hoje", na hora vender "não foram muito além disto".
 
Eu já sabia que se me arrependesse, provavelmente pagaria acima do que vendi, mas nunca os atuais "acima do dobro", também não contava em jamais reencontrar alguns.
 
PlastiAbraços

Não me lembro... Acho que nenhum.

Tive uma infância excelente onde fiz contato com o primeiro kit, um perdido Spitfire na gaveta de uma máquina de costura. Depois esqueci e fui para outros brinquedos, mas sempre tinha aviões por perto.

Fiz contato novamente com o plastimodelismo na hora certa, com bons fóruns (principalmente a WK) e fiz novos amigos, apesar da distância. Aprendi muito aqui! 

Apesar de mais caros, estou feliz com os modelos produzidos hoje, são muito melhores. Vendi meus kits antigos na hora certa e hoje eu compro e monto os novos modelos!

Trabalho em casa e minha bancada está atrás da minha mesa de pintura!  

Acho que meu único arrependimento é ter começado tarde no plastimodelismo. Desde adolescente, pratiquei muito o Aeromodelismo (elástico, UC e RC). Somente após ter terminado meu mestrado em 2008 que comecei o plasti a mil.

Hoje, tenho meu tempo todo ajustado e dentro das minhas mil tarefas diárias finalizo em média um kit por mês. A meta é sempre fuçar em algo antes de dormir. Funciona pessola.

Monto de tudo e em todas as escalas (aviação, militaria, naval, ficção, e etc). Sem frescuras ... o importante é cola no estireno!

Acho que num futuro próximo posso me arrepender de ter sido muito cricri e perfeccionista no hobby e de não ter terminado 2 kits ao mês. Na busca do weathering perfeito  ...

Foram vários...

1º. Ter me desfeito da minha coleção de kits montados da Revell brasileira;

2º. Ter parado por 10 anos (1993 até 2003);

3º. Ter comprado mais kits do que talvez consiga montar, neste caso é ruim e ao mesmo tempo é bom, com a crise de hoje em dia meu estoque está repleto de kits, no mínimo pelos próximos 10 anos.

4º. Não ter utilizado Acrilex antes...

alguns poucos...

  • ter começado a montar alguns kits bons sem ter experiência suficiente
  • perdido a paciência em algumas montagens
  • ter emprestado uns kits meio raros para um colega modelista que queria "copiar em resina"...
  • perdido tempo com alguns kits ruins para ganhar experiência mas que no final acrescentaram mais frustração que conhecimento

Do resto não me arrependo, como testar materiais alternativos, comprar kits de modelos que não eram exatamente meus favoritos, etc

Rogerio77 posted:
Daniel Iscold posted:

Ter gasto tanto dinheiro com o hobby... podia ter gastado menos dinheiro ao comprar kits 

Gostaria que o conterrâneo desenvolvesse o tema, muito me interessa saber como.

Fiquei curioso também. Tipo, aproximadamente quanto do teu orçamento tu comprometeu com o hobby ao longo destes anos? 2%, 5%, 8%, 10%, 20%...?

Meu maior arrependimento esqueci depois da última compra...

Acho que foi não ter montado mais.
Mas toco o modelismo como um todo.
Estar aqui no fórum é uma forma de modelismo (mental).
Falta de tempo, dinheiro, paciência, modelagem, leitura...
Tudo é uma questão de escolha.
Com a idade parei de me preocupar com arrependimentos, pois traz nostalgia, e nostalgia é ruim para a saúde.
Tenho muitos kits, conservados impecavelmente.
Se montar, tudo bem.
Se não montar, tudo bem.
Arrepender de ter feito um erro ou engano é uma forma de aprendizado.

Tive duas lojas de plasti, a Cia do Modelismo que abri em 1998 e saí da sociedade em 1999 e a Roger Hobby em 2000/2001. Pois o meu maior arrependimento foi ter aberto a segunda loja, em menos de um ano me afundei em dívidas que levei anos pra quitar. Mas, se não abrisse, ia ficar o resto da vida achando que deveria ter tentado ... 

Vários, vendi vários kits dos quais hoje eu me arrependo, como o Focke-Wulf Ta-154 1/48 da Revell (molde Dragon), tive um puta trabalho para tê-lo, inclusive enfrentar fila de banco para fazer pagamento para o vendedor, e em pouco tempo por questões de  espaço e financeiras acabei vendendo-o,  e um Ju-87R Stuka 1/48 da Promodeller (molde Hasegawa) além de um Focke-Wulf A 1/48 Weekend da Eduard (para o qual comprei decais, PEs e outros aftermarkets) tenho ainda uma grande coleção, mas, se pudesse voltar atrás no tempo não faria essas negociações

 

Rubens posted:
Colegas,
 
Há uns 5 anos, reformei o apartamento e os novos móveis limitaram meu espaço, me obrigando a vender rapidamente, o equivalente a 50 modelos grandes.
 
Em alguns meses, foram-se 17 caixas pequenas, 16 médias e 31 grandes, incluindo quase tudo que não fosse 1/35.
 
Embora quase todos tenham sido comprados "quando o preço era metade dos de hoje", na hora vender "não foram muito além disto".
 
Eu já sabia que se me arrependesse, provavelmente pagaria acima do que vendi, mas nunca os atuais "acima do dobro", também não contava em jamais reencontrar alguns.
 
PlastiAbraços

Taí uma coisa da qual não me arrependo: ter vendido vários kits.  Mas vendi mesmo.  Muitos eram antigos e do meu falecido pai.  Com o tempo passando, percebia que seria difícil montá-los pois estavam sendo substituídos por moldes mais precisos de outras marcas.  Então decidi vender.  Talvez amanhã eu possa sentir a necessidade de montar um em especial, mas se olhar pelo lado prático, cada vez mais nós temos ofertas de kits mais completos e com moldes cada vez mais precisos.

Abrsssss,
A Raguenet

Curtidas (1)
Fernando Manfio
×
×
×
×