Skip to main content

Próxima vítima.

A quantidade de peças e passos é assustadora. Tem quem vá me xingar, mas gosto é gosto, cada um tem um né?

Nunca tinha comprado um kit com uma caixa tão alta como essa.



Já vi manuais com muitos passos, não me lembro mais qual foi o que tinha mais, mas este é de doer.

e 48 páginas com um monte de instruções para cada step. Espero que não, mas o D9 que estou terminando comecei a fazê-lo no ano passado para terminar só agora e meio que na marra, então este, ficar mais um ano.

Afinal o estoque do que tenho para montar, não deveria ficar como mais um atrapalho quando eu for.

Não é preciso nem dizer que apesar de haver a opção de montar fechado ou em corte, é claro que será em corte.

Edu

Last edited by edufari
Original Post

Replies sorted oldest to newest

É interessante notar que a grande maioria dos blindados sobre esteiras que montei, começam por baixo, suspensão, roletes estrutura inferior e vai subindo.

Esse não, começa pelo canhão.

E tome peça pra colar. Estou achando que o modelo deve ser mais completo que o original, não é possível a quantidade de detalhes que vem.

Eu não estava achando um cupilha de trava, quando fui dar por conta, tinha inspirado ela sem querer, de tão pequena, (brincadeira)

Eu entendo os que odeiam esse monte de firulas, mas eu até que gosto. Se observar bem, tem um PE bem no bocal desse canhão.

Depois de pintado, nem com lupa vai dar para perceber diferença.

É, para mim a graça está nessa falta de graça que a maioria vê.

Edu

@Zé Victor posted:

Que coincidência. Só por um pequeno detalhezinho que também não comprei esse kit. Não tinha o dinheiro.

Boa sorte aí! Mas...

[]s.

KKKKKKKK!!!

Está escrito nas escrituras.

Mas olha, a depender das esteiras é capaz de sair mais rápido do que o D9.

Edu

Gosto muito de colocar "soldadinhos", mas especificamente nesse teu kit ACHO aconselhável analisar bem para não correr o risco dessa tripulação não esconder muitos detalhes do tanque.

Afinal acredito que esse seja esse o intuito principal desse kit.

Apenas uma opinião/sugestão.

[]s.

@Wolf posted:

A minha intenção é, além de mostrar o que tem no interior do Panther, como fica alojada a tripulação, e se vê que é super apertado, só olhando pelo lado de fora não se imagina assim...

Pensei exatamente a mesma coisa quanto a mostrar a tripulação no interior.



O que o Wolf postou é esse de baixo

https://pt.aliexpress.com/item...eLogUid=aTOGwAdsyeGo

Edu

Last edited by edufari
@Wolf posted:

Com o bloqueio comercial contra o mercado russo, o Aliexpress é um canal para as vendas da Stalingrad Model.

É, vamos a ele. Como tem um tempo grande que não mexo com figuras, será uma oportunidade para estragar algumas.

Seguindo com o féretro.

Comecei a montagem da torre, utilizando é claro, a opção em corte.

Creio que ficará uma peça interessante.

A RFM chega a ser cansativa para alguns com a quantidade de detalhes insignificantes que se tem que colar.

Nem é tanto o meu caso, porque como já disse, eu gosto da trabalheira. Principalmente quando dá tudo certo e não como certas esteiras que só de pensar dá até desânimo.

Edu

Tem gente que tem TOC por montar kits, nada contra mas eu não sou fabrica de montagem e com o tempo peguei gosto pelos detalhes e quantidade de peças e não pelo número de kits montados. A kitcumba esta lotada e portanto agora foco em termos de kits mais elaborados... e afinal, é um passatempo e com mais detalhes ele dura mais tempo.

Last edited by Wolf
@Wolf posted:

Tem gente que tem TOC por montar kits, nada contra mas eu não sou fabrica de montagem e com o tempo peguei gosto pelos detalhes e quantidade de peças e não pelo número de kits montados. A kitcumba esta lotada e portanto agora foco em termos de kits mais elaborados... e afinal, é um passatempo e com mais detalhes ele dura mais tempo.

Se não fosse a identificação inicial eu ia achar que era eu quem tinha falado isso.

Edu

Então, enquanto a essas alturas em outros kits eu estaria montando os roletes, rodas motrizes, rodas de guia etc, neste estamos trabalhando na cúpula e hatches.

E aí entram, para muitos, os famigerados PE's.

Apesar de gostar, tem um que não aparece por aqui, que já foi devidamente jogado no lixo. No meio de um monte de palavrões.

Parte interna da hatche que tem diversas peças entre elas os 8 PE's mostrados acima.

E

As partes interna e externa coladas e com as transparências.

Onde vão aqueles 7 PE's mostrados anteriormente

Como tenho duas mãos esquerdas, tive que alterar um pouco a sequência de montagem porque se não estes últimos detalhes ficariam pelo caminho, grudados nos dedos, ferramentas e posteriormente no lixo.

Os que eu conseguisse encontrar.

Daí eu olha a quantidade de grades de pelas que tenho pela frente e fico pensando se é isso mesmo.

Mas é só por um momento, depois volta tudo ao normal.

Edu

Hoje quase tomei um litro de rivotril de uma vez só.

O hobby é ótimo mas tem uma coisa que me ataca os nervos às vezes até demais. É a ação conjunta da lei da gravidade e do filho do capiroto que insiste em fazer sumir o que a gravidade faz cair.

Muitos detalhes.

Bom, por curiosidade calculei a quantidade de peças por hora que estou montando e peguei as grades que faltam para montar, para ter uma ideia de quanto tempo vai demorar.

Sim, porque meu neto já nasceu mas tem só 3 meses e não sei se ele vai gostar desse hobby, então justificam-se os cálculos.

Fiquei com uma dúvida na montagem de uma peça da torre, porque a versão que estou fazendo é a em corte e o manual só mostra a montagem sem esse detalhe, então a base de referência passa a ser a caixa do modelo que traz as únicas imagens em corte.

Não deveria ser assim, uma vez que o manual traz as montagens nas versões de produção do ano de 1944 e 1945, custava colocar uma das duas com a opção em corte? mais da torre do que do casco.

Edu

Montagem com interior é assim mesmo e essa aí é uma bem complexa.

Coloque-a na escala 1/72 e terá ideia do que estou passando com um M1240 A1M-ATV...

Mas não dá para ter pressa e é só ter outro kit mais tranquilo para compensar o estresse.

Acompanhando.

Last edited by artemius111

Coloque-a na escala 1/72 e terá ideia do que estou passando com um M1240 A1M-ATV...

Coloco nada. Se no 1/35 já é puxado, imagino na 1/72. Mas, e aí, temos fotos da montagem dele? Vc criou algum tópico?

Grato pela visita

Edu

@artemius111 posted:

O M1240 A1M-ATV está aqui.

https://webkits.hoop.la/topic/...tv-galaxy-hobby-1-72

Devo postar mais alguma coisa hoje.

Acompanharei essa sua montagem. Até procurei no Ali um na escala 1/35 pra comprar. Os preços estão beeem salgados.

Ainda assim achei um por um valor até que justo, mas o susto que levei dos preços anteriores foi meio que um balde de água gelada.

Edu

Tem coisas que não tem preço.

Esta montagem  pede para não colar as peças indicadas, permitindo que a hatche seja móvel, abrindo e fechando. Estilo de coisa que eu gosto

Porém um detalhe que ninguém te diz é que a linha de emenda do molde passa exatamente sobre os pinos que, teoricamente pelo menos, deveriam funcionar como eixos desse  movimento, o que impede até o encaixe, quanto mais esta ação.

Nada que uma broca fina, uma agulha de acupuntura e um pouco de paciência não resolvam, certo?

Pois é, para fixar o eixo improvisado coloquei uma gota de cianoacrilato na ponta da dita cuja agulha/eixo e deixei secar.

A amaldiçoada da cola percolou por dentro do furo que fiz nas peças tornando o eixo rígido que nem se tivesse sido soldado na fornalha do inferno.

Parou em uma posição intermediária que, para quem prestar um pouco de atenção é tiver um pouco de bondade no coração, vai interpretar com sendo uma hatche que está simplesmente aberta, ali aguardando alguém fechar. Supõe movimento.

Edu

Last edited by edufari

Edu, nessas áreas indicadas para não se usar cola, visando manter a funcionalidade da(s) peça(s) envolvidas, não deixa nada de cola por perto, nem mesmo branca. É um exemplo clássico da Lei de Murphy. Se alguma coisa pode dar errado, seguramente vai dar...

Na peça A46, tens na parte de cima e na parte de baixo, duas pequenas reentrâncias, ou seja, quatro pequenos pontos de apoio para os pequenos  apoios existentes na parte interna da peça A40. Encaixados, cuidadosamente, vão propiciar a movimentação da escotilha lateral da torre.

Pessoalmente, em situações como essa, com peças delicadas ou frágeis em montagem, eu colaria bem ajustada a escotilha lateral à torre, com dois pontinhos de cola branca ou uma passada leve de verniz, possibilitando pintar interna e externamente, sem maiores problemas. No final da montagem, antes de fechar a torre, por exemplo, ajusta a peça A46 com a peça A40 e a deixa na posição desejada.

Na situação atual, eu cortaria com uma serra bem fina, ao longo da parte onde está o pino colado (1), lixava, deixando tudo liso e traria a parte 2, com a escotilha para fora ou para dentro, colando em seguida o conjunto.

Parece-me a parte mais fácil.

Não esquece os parafusos da parte que vai presa a parede da torre. Estão na árvore, entre as peças A1 e A2.

Esses kits com interior nos obrigam a estudar bem antecipadamente as etapas para não sermos pegos de surpresa por essas situações. Acho que consegues resolver a situação com algum trabalho, mas tem tudo para ficar bem.

Com relação a cola Tek Bond 200, cuidado, pois ela tem uma viscosidade muito alta, ou seja, vai escorrer praticamente nada. Assiste esse vídeo abaixo