Caças turcos armaram uma emboscada ao Su-24

 

Os caças turcos prepararam uma armadilha para o bombardeiro Su-24 russo no céu porque não tiveram tempo de voar até o local da tragédia a partir do aeródromo mais próximo, disse o comandante da Força Aeroespacial russa, general Viktor Bondarev na sexta-feira (27).


De acordo com o comandante, o tempo necessário de voo do avião F-16 a partir da base de Diarbaquir até ao local do lançamento do míssil é de 46 minutos, o que inclui 15 minutos para preparação e decolagem e 31 minutos para voar até o local de lançamento.

 

 

O Su-24 foi abatido a 5,5 km da fronteira turca pouco depois de um ataque contra os militantes, disse Bondarev.


O caça turco F-16 foi conduzido para o Su-24 a partir de terra, afirmou o comandante. Segundo o militar russo, a decisão de derrubar o Su-24 foi tomada 1 minuto e 40 segundos antes de o avião russo se ter aproximado da fronteira entre a Síria e a Turquia.

 


De acordo com Bondarev, as ações do avião turco depois de ter lançado os mísseis — viragem com perda de altura e aproximação à linha inferior da zona de reconhecimento dos meios de defesa antiaérea — indicam que o ato foi planejado.

 

O caça turco permaneceu no espaço aéreo sírio por 40 segundos, tendo percorrido 2 km sobre o território sírio. Já o bombardeiro russo não violou o espaço aéreo turco, disse Bondarev.

 

 

 (Mapa divulgado pelo governo Turco)

 

Nem os meios de controle da base aérea russa na Síria, nem o segundo avião detetaram qualquer aviso da parte do caça turco F-16, disse Bondarev.  

 

Radares turcos vigiaram o bombardeiro russo durante 34 minutos, afirmou o comandante.

Segundo os dados do comandante da Força Aeroespacial russa, no momento do ataque o bombardeiro russo Su-24 realizava uma missão militar em conjunto com o avião principal.

 

 

O alto militar russo disse que, no local da tragédia, militantes e alguns grupos armados tentaram capturar o piloto sobrevivente, Konstantin Murakhtin. Segundo o general, depois que o piloto foi encontrado, bombardeiros russos realizaram ataques mais intensos contra a região onde estes militantes atuam.

 

 

Bondarev afirmou que, segundo os acordos entre a Rússia e os EUA, país que dirige as ações da coalizão internacional contra o Estado Islâmico para prevenir incidentes no ar, a Rússia passou com antecedência  informações sobre as regiões onde os dois Su-24 iriam atuar.

 

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, classificou o ato como "um golpe nas costas".

 

Fonte;© Sputnik

Alguém com bom coração poderia avisar esse alta patente russo que existe um negócio chamado "Patrulha Aérea de Combate" (CAP) e que bem provavelmente qualquer país da OTAN com fronteira nessa região tão "pacífica" no momento, quase certamente as estará executando...

 

Agora, não e dizer que não possa ter havido mal entendidos, erros, ou coisa que o valha...mas a desculpa dele nao cola...

 

Edilson 

Putin disse que Turquia deve parar de receber o petróleo do Estado Islâmico.

 

 

Depois da derrubada do bombardeiro russo Su-24 pela Força Aérea turca, o presidente Putin afirmou que Ancara parece ser cúmplice dos terroristas, já que compra o petróleo nas regiões da Síria capturados por extremistas, e ele tem razão ao dizê-lo, escreve o jornal alemão Bild.

 

A Turquia se transformou em um grande consumidor de petróleo do grupo extremista Estado Islâmico, continuou o autor do artigo. Os empresários turcos têm acordos de compra de petróleo com jihadistas que lhes permitem obter uma receita de $10 milhões por semana.

Last edited by CASTR0

Para mim, os turcos estavam doidos em dar o troco nos sírios após a derrubada de um RF-4E na Síria há algum tempo, viram um vetor solitário se aproximando, silêncio total, pensaram em ser sírio e o derrubaram...evento que deixa claro a total falta de coordenação entre os países envolvidos na região...só poderia dar melda....os turcos vieram a público pedir desculpas ao russos hoje e deve ficar por aí...russos e turcos evitando a região de fronteira...

KAB-1500L/F - Possível explosão da bomba Russa KAB 1500... é Impressionante 

 

 

 

Uma KAB-1500L no cabide central de um Su-24.

Last edited by CASTR0
Originally Posted by Plinio Júnior:

Para mim, os turcos estavam doidos em dar o troco nos sírios após a derrubada de um RF-4E na Síria há algum tempo, viram um vetor solitário se aproximando, silêncio total, pensaram em ser sírio e o derrubaram...evento que deixa claro a total falta de coordenação entre os países envolvidos na região...só poderia dar melda....os turcos vieram a público pedir desculpas ao russos hoje e deve ficar por aí...russos e turcos evitando a região de fronteira...

Antas.

 

Quando eu digo que inteligência tem limite e burrice não, é disso que eu falo. A região de fronteira virou um ótimo corredor para o Estado Islâmico e rebeldes. 

 

Custava a OTAN e Turquia afrouxarem só um pouquinho com o Ivan?

 

Mas é igual aqueles sociopatas: Fez qualquer tipo de negócio junto, tô fora, se vira. A Turquia deve estar meio pressionada pela OTAN, que se largá-los à própria sorte a essa altura, a coisa degringola legal.

 

A política e a mentira são as principais desgraças da humanidade. Se os EUA, França, Inglaterra e Rússia sentassem para conversar, seria o inicio do fim desses assassinos, assim como aconteceu na Conferência de Teerã, em 1943. 

 

Tá passando da hora.

Vendo essa explosão me veio na memória uma coisa interessante:  os muçulmanos entendem o mundo dividido em dois grandes grupos: A "casa da paz" que são todos os países governados pela Sharia, a lei do islã. E a "casa da guerra" que são todos os países infiéis.  E da obrigação que os muçulmanos tem, por ordem de Maomé, de levar a guerra à casa da guerra, para que todos os infiéis não tenham paz.

 

Daí vendo aquele cogumelo de fogo subindo "na casa da paz" me dá uma certa satisfação.

 

Não, não sou politicamente correto.  Principalmente diante de uma cultura que deseja erradicar todas as outras.  Sou pela erradicação daquela.  Roma que foi o império mais expansivo da idade antiga, não erradicava as culturas que conquistava pela espada. 

Quem tiver a curiosidade de entender como é a vida em uma teocracia muçulmana, basta acessar esse link aqui, onde poderão inclusive conhecer a Sharia, o lado politico do Islã.

Last edited by Felipe C. Miranda
Originally Posted by Jaguar (Edilson C. Araujo):

Alguém com bom coração poderia avisar esse alta patente russo que existe um negócio chamado "Patrulha Aérea de Combate" (CAP) e que bem provavelmente qualquer país da OTAN com fronteira nessa região tão "pacífica" no momento, quase certamente as estará executando...

 

Agora, não e dizer que não possa ter havido mal entendidos, erros, ou coisa que o valha...mas a desculpa dele nao cola...

 

Edilson 

Mas em princípio não há na região aviação inimiga, pois todos combatem os EI e os insurgentes sírios, mas os turcos compram petróleo produzido pelo EI, então os turcos seriam amigos do EI, sempre foi complicada a situação no Oriente Médio.

Originally Posted by Guacyr.:
Originally Posted by Jaguar (Edilson C. Araujo):

Alguém com bom coração poderia avisar esse alta patente russo que existe um negócio chamado "Patrulha Aérea de Combate" (CAP) e que bem provavelmente qualquer país da OTAN com fronteira nessa região tão "pacífica" no momento, quase certamente as estará executando...

 

Agora, não e dizer que não possa ter havido mal entendidos, erros, ou coisa que o valha...mas a desculpa dele nao cola...

 

Edilson 

Mas em princípio não há na região aviação inimiga, pois todos combatem os EI e os insurgentes sírios, mas os turcos compram petróleo produzido pelo EI, então os turcos seriam amigos do EI, sempre foi complicada a situação no Oriente Médio.

Sim...com certeza...

E eu não descarto a possibilidade de que a Turquia estivesse esperando uma escorregada russa para dar seu bote...

O que questiono é o general russo dizer que os aviões não poderiam estar já estar no ar, em patrulha, e terem reagido a invasão, mesmo que momentânea...

 

Não acho que seja muito difícil se descobrir quem esta mentindo na história, pois devem haver inúmeras maneiras de se rastrear a posição do avião russo, bem como as comunicações entre turcos e russos na ocasião...de forma que o que parece e que os russos tentam ainda jogar a culpa nos turcos por uma rata que eles sabiam que não deveriam cometer mas fizeram, apostando no seu status de potência para que os turcos hesitassem em reagir...

 

Edilson 

KAB-1500L/F  

 

Aproveitando a discussão sobre as armas desse conflito, uma pergunta:

 

Qual é a finalidade desse dispositivo na extremidade dessa bomba.

Já vi o mesmo em bombas dos americanos.

 

Valls

Last edited by Valls

Essa é a cabeça orientadora.

 

Um laser, ou do avião lançador ou de outra fonte, "ilumina" o alvo, e essa cabeça é que enxerga e controla as aletas para que a bomba acerte o alvo.

Essa ilustração mostra uma bomba guiada a laser, e o emissor está no solo.

Quando o laser bate no alvo, ele reflete, criando um cone invertido, sendo que o ponto de origem é o alvo.

 

 

O que o avião precisa fazer é soltar a bomba dentro desse cone, daí o sistema de guiagem na ponta vai corrigindo para acertar o pontinho de origem.

 

 

 

 

Last edited by fernando frota melzi

Valeu "Seu" Melzi.  

 

Esse dispositivo na ponta me parece igual nas bombas russas e americanas, dai se poder deduzir que os sistemas são, pelo menos, parecidos ?

 

Valls

Praticamente iguais, mas nem tem como ser muito diferente. É um sensor montado numa base giratória, e se deu certo pra um, por que não copiar?

O que muda só é o programa de orientação, já que as bombas tem características aerodinâmicas diferentes.

 

 Tupolev Tu-160  Blackjack - "O Retalhador"

Construído em pequenas quantidades, ainda no tempo da ex URSS estima~se que cerca de 32 unidades foram produzidas incluindo protótipos, em finais de 2010 apenas 16 apresentavam capacidade operacional. Apelidado pelos pilotos de Cisne Branco.

  • Tripulação 4
  • Alcance bélico entre 11 000 e 13 000 Km
  • Velocidade máxima entre 3 200 e 3 500 Km/h

Saiba mais em wikipedia

 

 

 

Tupolev Tu-160 Vs. Rockwell B-1

 

 

Last edited by CASTR0
Originally Posted by Lussari:

Tenho um Tu160 na 1/72.

É enorme.

O compartimento de bombas é impressionante.

 

Gosto do Tu160 e ainda vou montar um...

Você tem fotos para enviar??

 

Originally Posted by CASTR0:
Originally Posted by Lussari:

Tenho um Tu160 na 1/72.

É enorme.

O compartimento de bombas é impressionante.

 

Gosto do Tu160 e ainda vou montar um...

Você tem fotos para enviar??

 

Ainda não montei.

Tá guardado na kitcumba.

Junto com ele comprei um kit da Amodel do Kh55, para servir de referência para eu fazer a cirurgia, pois os mísseis da Trumpeter estão errados.

Também tenho a folha de decais a Begemot (que são um kit à parte - tem um zilhão de stencils para o avião e os mísseis).

 

Se o espaço for problema tem o da Zvedza 1/144.

O presidente russo, Vladimir Putin nesta segunda-feira acusou Ancara de abater um avião de guerra da Rússia na semana passada para proteger o abastecimento de petróleo a partir do grupo Estado Islâmico para a Turquia.

 

"Temos todas as razões para pensar que a decisão de abater o nosso avião foi ditada pelo desejo de proteger as linhas de abastecimento de petróleo ao território turco, direito para os portos onde é carregado em navios", disse Putin durante uma entrevista coletiva na margem da conferência climática da ONU perto de Paris.

"Recebemos informações adicionais que, infelizmente, confirma que este óleo, produzido em áreas controladas pelo Estado Islâmico e outras organizações terroristas, é transportado em escala industrial para a Turquia."

Após o Su-24 bombardeiro foi derrubado na fronteira com a Síria na semana passada, Putin acusou os turcos de serem "cúmplices de terroristas" e disse óleo de ESTÁ território estava sendo exportada através da Turquia.

 "Temos todas as razões para pensar que a decisão de abater o nosso avião foi ditada pelo desejo de proteger as linhas de fornecimento de petróleo para território turco"receita de venda de petróleo constituem uma das principais fontes de renda para IS, que controla grandes áreas da Síria e do Iraque.

Putin disse que a maioria dos colegas tinha dito na conferência do clima, que começou segunda-feira e com a participação de cerca de 150 líderes mundiais, concordou que "não era necessário" para a Turquia para derrubar o avião russo.

Wolf posted:

O presidente russo, Vladimir Putin nesta segunda-feira acusou Ancara de abater um avião de guerra da Rússia na semana passada para proteger o abastecimento de petróleo a partir do grupo Estado Islâmico para a Turquia.

 

"Temos todas as razões para pensar que a decisão de abater o nosso avião foi ditada pelo desejo de proteger as linhas de abastecimento de petróleo ao território turco, direito para os portos onde é carregado em navios", disse Putin durante uma entrevista coletiva na margem da conferência climática da ONU perto de Paris.

"Recebemos informações adicionais que, infelizmente, confirma que este óleo, produzido em áreas controladas pelo Estado Islâmico e outras organizações terroristas, é transportado em escala industrial para a Turquia."

Após o Su-24 bombardeiro foi derrubado na fronteira com a Síria na semana passada, Putin acusou os turcos de serem "cúmplices de terroristas" e disse óleo de ESTÁ território estava sendo exportada através da Turquia.

 "Temos todas as razões para pensar que a decisão de abater o nosso avião foi ditada pelo desejo de proteger as linhas de fornecimento de petróleo para território turco"receita de venda de petróleo constituem uma das principais fontes de renda para IS, que controla grandes áreas da Síria e do Iraque.

Putin disse que a maioria dos colegas tinha dito na conferência do clima, que começou segunda-feira e com a participação de cerca de 150 líderes mundiais, concordou que "não era necessário" para a Turquia para derrubar o avião russo.

Isso é uma acusação muito grave mas com certa lógica, uma vez que o ISIS foi formado dentro de um país sob forte influência dos EUA, que é por sua vez forte membro da OTAN, cuja Turquia faz parte. 

Se isso for verdade, possivelmente existirá participação de "entidades" americanas, tal como no famoso caso dos anos 80, o Irangate, cujo protagonista, Coronel Oliver North permeia as forças armadas do Tio Sam até os dias de hoje.

E pensar que possivelmente estivemos torcendo pro mocinho errado  

Faz parte os russos acusarem os turcos em várias questões, algo normal e precisa ser investigado, assim como os russos não deram a mínima ou tentaram jogar a responsa na derrubada do Boeing 777 da Malasiyan o ano passado na Ucrania...ningém é santo e todos tem sua parcela de culpa...é sabido o real interesse dos russos na região...manter Assad no poder, combater o EI é a desculpa.....

A radicalização do islã vem de disputas entre disputas seculares entre eles e influência externa, seja de europeus, americanos e soviéticos/russos ...o Iraque foi o berço do EI, mas encontrou terreno fértil para se consolidar na Síria e em outros páises, o ideal seria uma Coalizão para combate-los, mas como os europeus perderam a coragem, e americanos e russos tem interesses diversos, fica difícil disto ocorrer....

Rússia cria seu próprio avião do Juízo Final

Além da Rússia, somente os EUA possuem equipamentos semelhantes. Os norte-americanos nomearam o seu sistema parecido como 'avião do Juízo Final'. O ponto aéreo de gestão estratégica é uma ferramenta extremamente útil em condições de implantação rápida de forças, falta de infraestrutura terrestre, de comunicação e inoperabilidade de pontos de comando terrestre.

Segundo as informações do comunicado, "tendo em conta as suas caraterísticas é um sistema único que assegura a gestão estratégica de tropas de todos os tipos".

Russia - Air Force Ilyushin Il-86VKP RA-86147

A estrutura do Il-80 permite levar a bordo altos comandantes das Forças Armadas da Rússia […] grupo operativo dos militares do Estado-Maior e especialistas do grupo técnico que assegura o funcionamento do equipamento especial do avião. As caraterísticas técnicas do sistema permitem dirigir tropas terrestres, a Marinha, a Força Aeroespacial e Força Estratégica de Mísseis", disse a corporação.

O primeiro sistema de equipamentos a bordo do avião Ilyushin Il-80 passou por testes estatais com êxito e até o fim de 2015 será entregado ao cliente.

Alguém sabe dizer qual o equipamento que vai nesta coberta... será comunicação com satélite 

Avião Russo Entra em Zona Aérea de Israel

Um avião de guerra da Rússia, entrou recentemente no espaço aéreo controlada por Israel vindo da Síria, mas a intrusão foi resolvido sem incidentes, o ministro da Defesa de Israel, Moshe Yaalon, disse no domingo.

Os comentários de Yaalon vêm em meio a profunda preocupação com a derrubada de um avião de guerra da Rússia por parte da Turquia, que afirma que desviaram através da fronteira com a Síria em seu espaço aéreo e foi ignorado repetidas advertências para mudar de rumo. Moscou nega as alegações.

"Houve uma ligeira intrusão de uma milha (1,6 km) de profundidade por um avião russo vindo da Síria em nosso espaço aéreo, mas foi imediatamente resolvido e o avião russo voltou em direção à Síria", Yaalon disse à rádio pública.

"Foi aparentemente um erro do piloto que voava perto de Golan."

Israel capturou a maior parte das Colinas de Golã da Síria em 1967 e mais tarde anexou o território em um movimento não reconhecido pela comunidade internacional.

Yaalon lembrou que Israel e Rússia tinha feito arranjos para evitar confrontos sobre a Síria, o acordo inclui uma "hotline" e compartilhamento de informações.

Ele disse que "aviões russos não têm a intenção de nos atacar, razão pela qual não reagimos para os derrubar quando ocorre um erro."

O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu e o presidente russo, Vladimir Putin mantiveram conversações em Moscou em setembro, para discutir formas de evitar confrontos acidentais.

Rússia pode ter usado na Síria míssil nunca antes mostrado (VÍDEO)

Relatos da imprensa russa revelam que mísseis de cruzeiro nunca antes mostrados publicamente pela Rússia foram flagrados nas suas primeiras missões a partir de bombardeiros estratégicos do país na Síria. Acredita-se que o foguete seja do modelo Raduga KH-101, de longo alcance.

 

O míssil, até recentemente em estágio de desenvolvimento, já estaria em serviço na Força Aérea russa. Não está claro se a aviação estratégica da Rússia lançou os foguetes contra alvos do Estado Islâmico na terça-feira (17).

O perito acredita que a Rússia testará outros armamentos de ponta durante a sua campanha contra o terrorismo na Síria. O analista acrescentou que o Kh-101 poderia ser lançado a partir do território russo e atingir alvos na Síria, mas sistemas de lançamento terrestres para o novo míssil ainda não foram desenvolvidos.

Equipado com uma carga convencional, o Kh-101 tem um alcance máximo de 5.500 quilômetros (mais de 3400 milhas) e é capaz de viajar a uma velocidade máxima de 972 km/h. Sua precisão é de em torno de cinco a seis metros.

O míssil de cruzeiro provavelmente equipará os bombardeiros estratégicos Tupolev Tu-160 (Blackjack) e os Tupolev Tu-95. Pela primeira vez na história, estes modelos teriam participado de uma batalha real na terça-feira. O Ministério da Defesa da Rússia divulgou um vídeo posteriormente mostrando os aviões em ação na Síria.



O Kh-101 é um provável substituto do Kh-55, desenvolvido para fornecer capacidade de ataque terrestre convencional. Uma variação, conhecido como o Kh-102, leva uma ogiva nuclear. No início de outubro, a Rússia ganhou as manchetes depois de sua frota do Mar Cáspio lançar 26 mísseis de cruzeiro Kalibr e acertar todos os alvos do Estado Islâmico previstos.

“Por um lado, isso seria um ato de intimidação, por outro, testaria novas armas. Uma coisa é testar o lançamento de um ou dois mísseis, outra é realmente usá-lo em combate”, disse o especialista em defesa Konstantin Sivkov à RIA Novosti.


Devido a seu tamanho, o Kh-101 não cabia na baia interna do Tu-95MS

Fonte: Ministry of Defence of the Russian Federation, 
Last edited by CASTR0

Parlamento da Alemanha aprova ação contra o Estado Islâmico na Síria, e prepara uma das maiores operações militares.

 

Com um contingente que aspira aos 1,2 mil militares com correspondente material bélico, isso pode ser uma das maiores operações externas para o exército alemão.

A missão vai incluir o envio de seis jatos de reconhecimento Tornado, uma fragata para ajudar a proteger o porta-aviões francês Chales de Gaulle, aeronaves e reabastecimento e até 1,2 mil militares.

A Alemanha não irá realizar bombardeios na Síria – o que já é feito por Estados Unidos, França, Reino Unido e Rússia.

A Alemanha adquiriu 212 exemplares do Tornado IDS (juntamente com 35 Tornado ECR).

Essas armas que eles estão usando na síria não são convencionais, são armas novas de efeitos devastadores. 

Este vídeo não é de uma KAB 1500L, é outra arma com efeito explosivo e termobárico.

Postei antes esta explosão e outras armas de campo, mas acho que deletaram o tópico.

Respondendo ao colega Correia que levantou a Hipótese de ser uma FOAB.

Aviation Thermobaric Bomb of Increased Power (ATBIP)  - Father of All Bombs (FOAB) - (O "Pai de todas as Bombas" ).

Este dispositivo Russo é o mais poderoso dispositivo convencional (não nuclear) no mundo, e se especula ter sido usado na Síria.

O dispositivo termobárico produz o equivalente a 44 toneladas de TNT, usando cerca de sete toneladas de um novo tipo de explosivo. Devido a isso, a onda de choque e pressão da bomba tem um efeito semelhante a uma pequena arma nuclear tática, embora em menor escala.  A bomba funciona com detonação em pleno ar. Mais dano é causado por um choque supersônico do ar e temperaturas extremamente altas. As armas Thermobaricas diferem de armas explosivas convencionais em gerar uma onda de choque mais longa e sustentada com maiores temperaturas. Ao fazê-lo, eles produzem mais danos ao longo de uma área maior do que uma arma convencional de massa similar. Todo organismo vivo em um raio de 300m simplesmente evapora. Os danos não incluem resíduos radioativos.

FOAB é levada até o alvo por um bombardeiro estratégico Tupolev Tu-160

 

Last edited by CASTR0

TOS-1 MLRS  - Lançador de foguetes múltiplo e armas termobáricas montado em um chassi do tanque T-72. Foi projetado para derrotar fortificações, em campo aberto, e em veículos blindados e de transporte leve. 

×
×
×
×
Link copied to your clipboard.
×